Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







domingo, 11 de agosto de 2013

Fã de F-1, dono de confeitaria em Cabo Frio tem memorial para Senna

Casado com a mãe do piloto Christian Fittipaldi, seu Afonso Brecha guarda itens raros de tricampeão da categoria: 'Ele era uma pessoa maravilhosa'
Por Gabriel FrickeDireto de Cabo Frio, RJ
Quem passa em frente ao número 15 da Praça Porto Rocha, no centro de Cabo Frio, cidade litorânea do Rio de Janeiro, nem pode imaginar que dentro de uma padaria existe um riquíssimo acervo de fotos, reportagens antigas, miniaturas, réplicas de capacete, quadros e até medalhas comemorativas relacionadas a um dos maiores esportistas brasileiros de todos os tempos, Ayrton Senna. Dentro da confeitaria Branca, o proprietário Afonso Brecha resolveu criar o "memorial e centro cultural Ayrton Senna da Silva", em homenagem ao ex-piloto, que faleceu no dia 1 de maio de 1994, em um acidente em Ímola, na Itália, no GP de San Marino.
Mosaico - Ayrton Senna Memorial Praça Cabo Frio (Foto: Gabriel Fricke)
Português de nascimento e brasileiro de coração, seu Afonso, como é chamado pelos funcionários, sempre foi apaixonado pela Fórmula 1 e pelo automobilismo de modo geral. Antes de cuidar da confeitaria, que foi de seu irmão, tinha uma empresa de transportes. Ou seja, sempre foi ligado em motores. Seu filho, João Carlos Brecha, correu de kart por alguns anos, mas depois parou. E sua esposa é Suzy Fittipaldi, mãe do piloto Christian e ex-mulher de Wilson, irmão do bicampeão mundial, em 1972 e 1974, Emerson Fittipaldi. Suzy, que fala oito línguas, trabalha na parte administrativa da F-1, com Bernie Ecclestone.


- Isso começou após a morte dele. A Suzy tinha acesso muito fácil a certas coisas, algumas pessoas doavam, outros itens eu comprava, eu estava sempre com o Christian e outros que estavam naquilo. Conheci o Ayrton em Portugal. Tenho a miniatura de todos os carros em que ele correu, muitas fotos e reportagens. Tenho relógios comemorativos. Um foi lançado no GP de Mônaco. Fizeram mais dois depois, uma edição limitada, apenas mil no mundo. Comprei dois deles. Tenho até quadros de fotos exclusivos. Um foi em uma corrida em que ele ficou em segundo em Jacarepaguá, foi um diretor de uma empresa patrocinadora que me deu. Mas o memorial já esteve até melhor. Algumas peças foram roubadas. Tinha até uma pista aqui montada dentro da confeitaria, mas teve uma obra e mudamos - comentou seu Afonso, que contou ainda que, quando há a retirada dos itens para manutenção ou reformas na padaria, chega a ter briga.
- As pessoas reclamam: ‘Ué, guardou? O memorial tem que ficar aqui’. Se tirar, tem confusão. No aniversário de morte dele, tem muitas pessoas que ajoelham, rezam, põem flores ali. É muito bonita essa demonstração de carinho das pessoas por ele - afirmou o proprietário da confeitaria, que usava uma camisa da Ferrari na entrevista ao GLOBOESPORTE.COM.
Padaria Memorial, Praça Ayrton Senna Cabo Frio  (Foto: Gabriel Fricke)Entre as imagens do memorial, estão fotos de Ayrton com Zico e Xuxa (Foto: Gabriel Fricke)
Para seu Afonso, Ayrton Senna era "simplérrimo, se dava com todo mundo, brincava, era uma pessoa maravilhosa". Além do memorial em homenagem ao tricampeão mundial de 1988, 1990 e 1991, o proprietário da confeitaria tem uma parte reservada às miniaturas de carros e dos próprios pilotos que já foram campeões da categoria, como Alain Prost, Damon Hill, Emerson Fittipaldi, que ele gostaria de ampliar até ter todos os vencedores.
Padaria Memorial, Praça Ayrton Senna Cabo Frio  (Foto: Gabriel Fricke)
Escadaria tem material sobre Pelé
(Foto: Gabriel Fricke)
Ao subir as escadas da confeitaria, que dão acesso a um restaurante self-service na parte superior, é possível encontrar um mural com muitas imagens e reportagens antigas de outro ídolo de seu Afonso, o ex-camisa 10 do Santos, Pelé.
- Achei umas fotos de uma revista de 1970, fotografei tudo e fiz o começo da vida dele até o milésimo gol - relatou.
Apesar de ainda ser fã da F-1, seu Afonso tem saudades da época do que chama de "grandes campeões". Para ele, nos dias atuais, tudo ficou muito mais fácil por conta da tecnologia.
- Hoje está muito diferente, não tem a ver mais com anos 80 e 90. Hoje temos o Vettel, Hamilton e Alonso, mas nada como aquela época. Você aperta um botão, o cara sabe tudo do boxe. Naquela época, era muito no talento, no braço, sabe? - opinou.
Cabo Frio tem praça em homenagem a Ayrton Senna com traçado de Interlagos
Padaria Memorial, Praça Ayrton Senna Cabo Frio  (Foto: Gabriel Fricke)Praça tem placas com frases (Foto: Gabriel Fricke)
A cerca de dez minutos de carro da confeitaria Branca, existe a praça Ayrton Senna da Silva. Inaugurado em 2011, o local possui uma área para a prática de atividades esportivas e de lazer com quadra poliesportiva, dois playgrounds, além de área coberta com mesas e cadeiras e uma pista, que possui o traçado similar ao de Interlagos e tem até a curva "S" do Senna.
- Eu vou pedir ao novo prefeito para colocar um busto do Ayrton e reformar a praça. A pista tem o traçado de Interlagos. A praça é muito bonitinha, tem frases dele, as curvas, umas mesinhas de jogos. Dependendo do propósito e da reforma que tiver, me proponho até a levar minha coleção de itens para lá - concluiu.
Padaria Memorial, Praça Ayrton Senna Cabo Frio  (Foto: Gabriel Fricke)Praça Ayrton Senna da Silva é toda arborizada e tem "S" do tricampeão (Foto: Gabriel Fricke)http://globoesporte.globo.com
Postar um comentário