Mais de meia tonelada de alimentos impróprios descartados em padaria

Durante operação do Procon, foi necessária ajuda da Comlurb para recolher todo o material
O DIA
Cerca de 400kg de alimentos vencidos foram descartados na Confeitaria Majestosa
Foto:  Divulgação
Rio - Fiscais do Procon fizeram uma operação para fiscalizar as condições de armazenamento e o prazo de validade de produtos alimentícios em estabelecimentos de Icaraí (Niterói), Vila da Penha, Ilha do Governador e Jacarepaguá. O trabalho ocorreu entre 9h e 17h30 de sexta-feira. Ao todo, 13 padarias foram fiscalizadas e, dessas, 11 acabaram autuadas, sendo que a cozinha de uma delas foi interditada. Os agentes encontraram 439kg e 780g de produtos vencidos e 283kg e 400g de alimentos sem informação do prazo de validade.



A confeitaria Majestosa, na Ilha do Governador, foi o estabelecimento onde os agentes encontraram o maior número de produtos vencidos e impróprios para o consumo: 400kg de alimentos vencidos como frango, miúdos, costela suína e linguiça, e 229 kg de produtos sem a identificação do prazo de validade, entre galetos e frango desfiado. Ao todo 629kg de alimentos foram descartados. A quantidade foi tão grande, que os fiscais solicitaram o auxílio da Região Administrativa da Ilha do Governador, que acionou a Comlurb para ajudar no trabalho.
"Esta quantidade de material descartado é descomunal e desproporcional para o tipo de comércio em que ele foi encontrado. É como se todos os frangos do estado estivessem num só lugar. É muito grave o descaso que estão tendo com o consumidor", comentou a secretária do Estado de Proteção e Defesa do Consumidor, Cidinha Campos.
A padaria Pão & Etc, na Rua Lopes Trovão, em Icaraí, teve sua cozinha e estocagem interditadas. No estoque, é realizada uma obra que mistura poeira ao alimentos descobertos (pães, farinha), além de péssimas condições de higiene e limpeza. "Um gato passeava pelos alimentos expostos", revelou um dos fiscais.
A padaria Nobreza, em Jacarepaguá, estava com fiação aparente, ferrugem e goteira em cima dos alimentos descobertos. A câmara frigorífica foi interditada. Fiscais estiveram lá no início deste mês e o local foi multado porque tinha alimento vencido. O retorno ocorreu nesta sexta porque as denúncias continuaram.
A fiscalização deve continuar em dias alternados. O Procon deve retornar a Niterói e São Gonçalo, além de novos bairros. Todas as padarias irregulares deverão sofrer multa prevista em lei que pode variar entre R$ 480 e R$ 7 milhões. "As fiscalizações são permanentes", garante o diretor de fiscalização do Procon-RJ Fábio Domingos.
Somente duas padarias não apresentaram irregularidades: Padaria da Vila, na Vila da Penha; e Pain du Riz, em Moneró, na Ilha do Governador.
Balanço Operação Mão na Massa:
1 - Padaria Necão (Rua Tomás Lopes - Vila da Penha): 1kg e 800g de presunto, queijo e salame sem especificação e 2kg e 600g de produtos vencidos entre bolos e biscoitos;
2 - Padaria Colonial (Rua Miguel de Frias - Niterói): 23kg e 300g de produtos como frango, camarão, salgadinhos e mexilhão sem informação e armazenados de forma imprópria, além de 17kg e 200g de arroz e lombo cozidos, carnes prontas, camarão e queijos vencidos;
3 - Confeitaria Beira Mar (Rua Cel. Moreira Cezar - Niterói): 2kg e 500g de creme de leite, massa de pizza e molhos sem informação e 10kg e 600g de produtos vencidos entre queijos, azeitona, pasta de alho e doce de banana;
4 - Confeitaria Majestosa (Rua Cambaúba - Ilha do Governador): 400kg de alimentos vencidos entre frango, miúdos, costela suína e linguiça, além de 229kg de galetos, frango desfiado e farofa com aspecto ruim, sem especificação e mal acondicionados;
5 - Estúdio do Pão (Rua Ministro Otávio Kelly - Niterói): 6kg e 200g de frios vencidos e 2kg de temperos vencidos desde 2011 e 2012;
6 - Padaria Doce Massa (Av. Meriti - Vila da Penha): 150g de queijos sem especificação e 2kg e 600g de salsicha e queijo vencidos;
7 - Padaria e Confeitaria Boca do Forno (Estrada do Dendê - Ilha do Governador): 2kg e 900g de linguiça e 150ml de groselha vencidos, além de 50g de linguiça sem informação quanto ao prazo de validade;
8 - Confeitaria e Padaria Kúffura (Estrada dos Três Rios - Jacarepaguá): 3kg de presunto, queijo e linguiça sem especificação;
9 - Padaria e Confeitaria Cisne Branco (Estrada de Jacarepaguá): Um barril de 30 litros de chopp vencido e 3kg de salgadinhos sem informação;
10 - Confeitaria Nova Belém (Praça Professora Camisão - Jacarepaguá): 3kg de leite, queijo e salsicha sem informação;
11 - Padaria e Confeitaria Pão & Etc (Rua Lopes Trovão - Niterói): 4 latas de cerveja e 1kg e 880g de lombo canadense, queijo e salame vencidos, além de 11kg e 400g de produtos sem informação entre manteiga, maionese e frios. Cozinha com ferrugem, sujeira, caixa de gordura aberta, esgoto aparente e a contaminação de alimentos levaram a interdição da cozinha do estabelecimento.
0