Secretário de Saúde de Araruama é exonerado após denúncias

Ele está entre os suspeitos de bater ponto e ir embora sem trabalhar.
Anúncio foi feito após uma reunião entre o prefeito e o ex-secretário.
Tomás BaggioDo G1 Região dos Lagos
A Prefeitura de Araruama, na Região dos Lagos do Rio, anunciou oficialmente na tarde desta quarta-feira (28) a exoneração do secretário municipal de Saúde, José Gomes de Carvalho. Ele está entre os suspeitos de participar de um esquema em que médicos foram flagrados batendo ponto e indo embora sem trabalhar no Hospital Estadual Roberto Chabo. O anúncio foi feito por meio de nota oficial após uma reunião entre o prefeito Miguel Jeovani com o ex-secretário durante a manhã.


"Tendo em vista as denúncias apresentadas em rede nacional sobre o Hospital Estadual Roberto Chabo e, conseqüentemente, as acusações e imagens exibidas do atual secretário municipal de saúde, Dr. José Gomes de Carvalho, oficialmente o prefeito de Araruama, Miguel Jeovani, exonerou nesta quarta-feira, dia 28, o referido secretário da pasta", diz a nota da prefeitura.José Gomes de Carvalho é ortopedista e assumiu a Secretaria Municipal de Saúde em julho deste ano. O nome dele consta no quadro de funcionários do Hospital Regional de Araruama (Roberto Chabo).
Entenda o caso
A Secretaria Estadual de Saúde abriu sindicância esta semana para apurar uma suposta fraude envolvendo médicos do Hospital Regional de Araruama. Os profissionais são suspeitos de baterem o ponto sem cumprir a carga horária de trabalho na unidade. Além disso, no período em que deveriam estar trabalhando no hospital, eles estariam fazendo serviços particulares.
O Hospital Regional de Araruama é referência em diversas especialidades. Atende 11 municípios, uma população estimada em 700 mil habitantes. A secretaria informou ainda que só vai divulgar o número de médicos afastados depois da conclusão da investigação. A direção do hospital também não informou se vai contratar novos profissionais para substituir os médicos que foram afastados.
0