Sérgio Cabral é vaiado durante pronunciamento em Rio das Ostras

Governador do Rio visitou várias cidades para lançar programas.
Durante discurso, governador foi muito interrompido por manifestantes.
Do G1 Região dos Lagos
O governador do estado, Sérgio Cabral, visitou várias cidades da Região dos Lagos do Rio naa terça-feira (6) e foi vaiado por manifestantes durante pronunciamento. O vice-governador Luiz Fernando Pezão também compareceu. O primeiro compromisso foi em Rio das Ostras, no lançamento dos programas ‘Renda Melhor’ e ‘Renda Melhor Jovem’, do plano ‘Rio sem Miséria". O encontro aconteceu na Escola Municipal Professora América Abdala, no bairro Nova Esperança, e reuniu cerca de mil pessoas, segundo a Polícia Militar.


Com faixas, apitos, cartazes e narizes de palhaço, os manifestantes que integram o movimento “Vem Pra Rua Rio das Ostras” gritavam a todo o momento frases de ordem e pediam a saída de Cabral do comando do governo. Durante o discurso, o governador chegou a ser interrompido com gritos de “Cadê Amarildo”, em referência ao desaparecimento do pedreiro Amarildo Souza Lima, no último dia 14 de julho, após prestar depoimento na Unidade de Polícia Pacificadora da Rocinha, no Rio. O governador precisou antecipar o discurso e abreviou a participação no lançamento dos programas sociais.
Depois de almoçar com prefeitos da região, Sérgio Cabral seguiu para Macaé, em uma reunião fechada para convidados no Centro de Convenções, e firmou compromissos com a administração municipal. Na conversa com o prefeito Dr. Aluízio Junior, Cabral assinou o protocolo do convênio com a prefeitura. No pacto, o governo estadual se comprometeu a ceder R$ 65 mil, e o município, R$ 20 mil para as obras de implantação de acostamento e duplicação da estrada Santa Tereza, conhecida como estrada rural, que liga Macaé a Rio das Ostras.
A previsão é que os trabalhos sejam concluídos até o segundo semestre de 2014. O convênio também prevê R$ 15 milhões em investimentos em rede de tubulação, para implantar o fornecimento de água tratada a alguns pontos do bairro Lagomar, o maior da cidade. A estimativa é que as obras sejam concluídas em oito meses.
A cidade de Iguaba Grande também recebeu a visita do governador, onde foram lançados programas sociais. Mais de R$ 79 mil por mês devem beneficiar 749 famílias que vivem em situação de pobreza extrema no município.
0