Bom dia! Confira os destaques dos principais jornais e revistas deste sábado, 21 de setembro. Aeroporto de Cabo Frio vai receber voos cargueiros da Europa | Cargueiros começam a chegar a partir de 30 de setembro. Viracopos, em SP, deixa de ser única opção do importador fluminense.

Do G1 Região dos Lagos
Saguão do Aeroporto Internacional de Cabo Frio (Foto: Divulgação / Grupo Libra)Saguão do Aeroporto Internacional de Cabo Frio
(Foto: Divulgação / Grupo Libra)
O Aeroporto Internacional de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio,  receberá a partir do dia 30 de setembro o primeiro voo cargueiro da Europa com frequência regular para o Rio de Janeiro. O novo voo, da Lan Cargo (Grupo Latam),  será semanal e sairá de Amsterdã toda segunda-feira. Com isso, Viracopos, em Campinas, deixa de ser a única opção do importador fluminense para recebimento de cargas da Europa. Será um ganho de eficiência logística e de arrecadação para o estado, segundo a prefeitura do município.
Cabo Frio recebe atualmente outros dois voos cargueiros semanais, vindos de Miami (EUA). O Aeroporto Internacional de Cabo Frio é administrado pela iniciativa privada desde 2001, após a concessão do município. Conta ainda com estrutura e capacidade para armazenagem alfandegada de carga aérea ou marítima, além de funcionar como uma importante base de helicópteros e serviços de apoio às plataformas offshore das bacias de Santos, em São Paulo, e de Campos, Norte Fluminense.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Jornais nacionais
 
Folha de S.Paulo
Veja a versão digital da Folha
Órgão médico recua e pede registro para estrangeiros
 
Agora S.Paulo
capa
Faixas de ônibus chegam a ter até 1,9km de espaço vazio
 
O Estado de S.Paulo
Planalto demite assessor suspeito de integrar quadrilha
 
O Globo
Royalties de libra: Pré-sal deve dar R$ 6 bi ao Rio em quatro anos
 
Correio Braziliense
Quadrilha tinha tentáculos até no Planalto
 
Estado de Minas
Mensalão: MP não pedirá a prisão dos réus
 
Zero Hora
ANP prevê três consórcios no leilão inicial do pré-sal
 
*
Veja
A Justiça se curvou
 
Época
Capa - Edição 800 (home) (Foto: ÉPOCA)
800 inovações que mudaram o mundo
 
IstoÉ
A nova batalha de Joaquim
 
*
Jornais internacionais
 
The New York Times (EUA)
Califórnia expande direitos para não cidadãos
 
The Washington Post (EUA)
Câmara aprova orçamento que corta fundos para lei de saúde
 
The Guardian (Reino Unido)
Proposta por creche pública embala Partido Trabalhista para 2015
 
Le Monde (França)
Angela Merkel em busca de uma coalizão incerta
 
El País (Espanha)
Infecção leva Rei para a sala de cirurgia pela quinta vez em um ano e meio
 
Clarín (Argentina)
Sete já estão presos por burlar sistema de crédito a aposentados
Fonte: Folha Online


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O Globo

Manchete: Royalties de libra: Pré-sal deve dar R$ 6 bi ao Rio em quatro anos
Recursos serão obrigatoriamente aplicados em educação e saúde.

Cálculo é feito com base na produção prevista para 2019 a 2022. Outros estados também ganham.

O pré-sal da área de Libra, na Bacia de Santos, que vai a leilão em outubro, renderá R$ 28,3 bilhões em royalties, no período de 2019 a 2022. Os recursos terão de ser aplicados em educação (75%) e saúde (25%). Desse total, o Estado do Rio receberá R$ 6,2 bilhões. União e outros estados e municípios também receberão royalties. Ontem, o ministro Edison Lobão minimizou a desistência de gigantes americanas e britânicas de participar do leilão. (Págs. 1 e 29, Merval Pereira e Míriam Leitão)
Mensaleiro que esgotar recursos poderá ser preso
O novo procurador-geral, Rodrigo Janot, não pedirá a prisão dos mensaleiros por crimes que têm recursos sob análise. Mas disse que o STF pode mandar prender réus à medida que a chance de recursos de cada um se esgotar. (Págs. 1 e 3)
Planalto demite assessor suspeito de fraudes (Págs. 1 e 4)

Irã tenta seduzir o Ocidente
Às vésperas da Assembleia Geral da ONU, o presidente Hassan Rouhani propôs uma "interação construtiva”. Já se cogita um rápido encontro com Obama. (Págs. 1 e 34)
Artigo: Hassan Rouhani 
Precisamos de uma diplomacia com ganhos para todos. (Págs. 1 e 34)
Protesto sem educação no trânsito
Para anunciar a retomada da greve que se arrasta desde agosto, depois de frustrada tentativa de acordo, professores da rede municipal fizeram manifestações no Rio e fecharam a Presidente Vargas, causando enorme engarrafamento. Os grevistas invadiram o prédio da prefeitura na Cidade Nova e só saíram depois da promessa de serem recebidos pelo Gabinete Civil na segunda-feira. (Págs. 1 e 14)
Colunas e artigos
Jorge Bastos Moreno

Juiz hoje fala em todas as mídias. Só não vai ao Faustão. (Págs. 1 e 3)

Ilimar Franco

Kassab avisou ao PSDB e ao PT que disputará governo de SP. (Págs. 1 e 2)

Cacá Diegues

Uma biografia de um homem de bem. (Págs. 1 e 18)

Pedro Simon

Mais qualidade para democracia no país. (Págs. 1 e 19)
História: De vilã à dama casamenteira
Debate no Festival de Diamantina expõe as duas faces da Marquesa de Santos. (Págs. 1 e 36).
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Planalto demite assessor suspeito de integrar quadrilha
Auxiliar de Ideli Salvatti é acusado pela PF de ser lobista de esquema com prefeitos.

O governo exonerou ontem Idaílson Vilas Boas, assessor da ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti. Ele é acusado pela PF de envolvimento com o grupo suspeito de pagar propina a prefeitos para direcionar investimentos de fundos de pensão municipais, informam Fábio Fabrini, Andreza Matais e Fausto Macedo.

A demissão foi anunciada no início da noite, após o estadão.com.br revelar que consta no relatório de inteligência da Operação Miquéias que o assessor atuava como lobista do esquema, tendo feito negociações dentro do Planalto. Ele ajudava um dos aliciadores a fechar negócio com os prefeitos. A PF pediu a prisão do assessor de Ideli, além do bloqueio de suas contas bancárias e buscas em sua casa, mas a Justiça negou. (Págs. 1 e Política A6)
Petrobrás pode receber ajuda para o pré-sal
Um auxiliar direto da presidente Dilma Rousseff afirmou ontem que o governo fará “todo o esforço” necessário para garantir a “missão” da Petrobrás no megaleilão do campo de Libra, na Bacia de Santos. A estatal terá de operar ao menos 30% de todos os blocos de petróleo e gás natural de Libra. Pelas regras, a Petrobrás será obrigada a desembolsar R$ 4,5 bilhões para bancar o bônus de assinatura referente à sua participação obrigatória no consórcio vencedor. (Págs. 1 e economia B1e B3)
Janot promete mesmo rigor no mensalão mineiro
Entrevista. O novo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou ontem, ao ser questionado sobre a apuração do mensalão mineiro, que em suas mãos “todos os processos, de natureza penal ou não, vão ter um tratamento isonômico e profissional”. “Pau que dá em Chico dá em Francisco”, disse em entrevista a Felipe Recondo e Andreza Matais. Janot, que assumiu o cargo na terça-feira, também afirmou que não é possível falar que o escândalo do mensalão foi o maior do País. “Há 20 anos o julgamento não teria ocorrido.” (Págs. 1 e política A4)
Estagiária representa País em reunião de espionagem
Apesar de ter anunciado uma ação internacional contra a espionagem dos EUA, o governo brasileiro enviou para a reunião da cúpula de direitos humanos da ONU que discutiria o tema, ontem, em Genebra, uma diplomata sem cargo especial que foi substituída depois por uma estagiária, informa Jamil Chade. Nas duas horas de reunião, a delegação brasileira não pediu a palavra e a estagiária se limitou a tomar nota da reunião. (Págs. 1 e política A10)
Ex-nº 2 da Fazenda vê política de estímulos do País esgotada
Quatro meses após deixar o governo, o ex-secretário executivo do Ministério da Fazenda Nelson Barbosa disse nos EUA que o Brasil enfrentará um triplo desafio: inflação represada, alto custo financeiro dos empréstimos dos bancos estatais e provável depreciação do real. (Págs. 1 e economia B6)
Direto da fonte
Vinte dias após assumir a Secretaria da Saúde de Alckmin, David Uip cobrará do ministro Padilha aporte de R$ 2,7 bilhões. Uip anunciará vagas para residentes. (Págs. 1 e caderno2 02)
Síria entrega dados sobre arsenal químico (Págs. 1 e internacional A12)

Fernando Reinach: Maus médicos amanhã
Para executar o Mais Médicos, o governo destrói o aparato legal que controla a qualidade das escolas de medicina e fiscaliza a atuação dos médicos. (Págs. 1 e metrópole A22)
Marcelo Rubens Paiva: História que tanto desprezamos
A monarquia brasileira sofreu na mão da historiografia republicana. Laurentino Gomes traça um perfil menos tendencioso da Casa de Bragança. (Págs. 1 e caderno 02 C12)
Notas & Informações: Menos disputa pelo pré-sal
O excessivo poder do governo nos programas e os altos investimentos afastaram empresas. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Quadrilha tinha tentáculos até no Planalto
Investigação revela que Idaílson José Vilas Boas Macedo, assessor da ministra Ideli Salvatti demitido ontem, atuava como lobista de esquema de corrupção.

Relatório da Polícia Federal ao qual o Correio teve acesso mostra que Idaílson, filiado ao PT de Goiás, fazia a ligação entre prefeitos e a organização criminosa acusada de desviar R$ 300 milhões. Dinheiro saía de fundos de pensão de prefeituras. Ao desmantelar a quadrilha, na quinta-feira, a PF pôs na cadeia 20 pessoas, no DF e em nove estados. O QG do grupo ficava em Brasília, onde foram apreendidos um jatinho, um iate e 20 carros de luxo importados. O doleiro Fayed Antoine Traboulsi e o policial civil aposentado Marcelo Toledo são apontados como os líderes do bando. Também foram presos dois delegados da Polícia Civil do DF. (Págs. 1 e 27 a 29)
Chegou a hora de comprar dólar?
Momento é bom, dizem analistas: mas pesquise antes a cotação. Moeda fechou ontem a R$ 2,20. (Págs.1 e 16)
Gasolina: Reajuste a caminho
Queda do dólar, com menor pressão sobre a inflação, deve acelerar o aumento do preço. O índice ficará entre 6% e 8%. (Págs. 1 e 12)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Mensalão: MP não pedirá a prisão dos réus 
Procuradoria Geral da República deixará decisão com o Supremo.

O novo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não requisitará ao Supremo Tribunal Federal que condenados do mensalão sejam presos. Segundo ele, tão logo seja concluído o julgamento, a execução penal ocorrerá automaticamente, com a decretação das prisões, sem a necessidade de qualquer solicitação pelo Ministério Público. A posição de Janot difere da de seu antecessor Roberto Gurgel, que pediu a prisão dos condenados em dezembro, antes do início da fase de recursos. Mas o pedido não foi aceito. Entretanto, o Supremo pode até decretar a prisão dos réus que têm direito aos embargos infringentes, mesmo antes de esses recursos serem julgados, pelos outros crimes em que a condenação já for definitiva. Essa possibilidade, porém, é considerada remota nos bastidores do tribunal. (Págs. 1 e 3)
Gasolina: Dólar menor e alívio da inflação favorecem alta
Desvalorização da moeda após anúncio de estímulos na economia americana e risco inflacionário mais baixo abrem janela para alta no preço do combustível. (Págs. 1 e 10)
Senador punido: Perrella condenado por uso ilegal de imóvel da Câmara (Págs. 1 e 6)

UFMG altera bactéria para dar alerta de infarto. (Págs. 1 e 16)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Telexfree admite crise
Empresa, há dois meses paralisada pela Justiça por suspeita de formação de pirâmide, anunciou ter pedido a recuperação judicial. Esse é um recurso que suspende todas ações de cobrança e execução de dívidas, para evitar a falência. (Págs. 1 e economia 1)
Equipamentos da Fiat estão chegando
Porto de Suape recebeu ontem a primeira das duas linhas de prensas, o coração de uma indústria de veículos. Todo o equipamento veio desmontado em 998 peças no navio. Transporte até Goiana é complexo e envolve 304 caminhões e veículos especiais. (Págs. 1 e economia 6)
Unimed Rio compra o plano Golden Cross (Págs. 1 e economia 8)

Mais Médicos sem barreira do Cremepe
Segunda, Conselho Regional de Medicina começa a entregar o registro dos 43 profissionais que atuarão no Estado. Orientação é nacional. (Págs. 1 e cidades 7)
O Som ao Redor é candidato do Brasil ao Oscar
Filme do diretor pernambucano Kleber Mendonça Filho foi escolhido pelo Ministério da Cultura para disputar a vaga entre os finalistas da Academia. (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: ANP prevê três consórcios no leilão inicial do pré-sal
Governo avalia que ofertas pela área petrolífera de Libra serão elevadas, apesar da ausência de grandes petroleiras norte-americanas e britânicas na licitação. (Págs. 1 e 16)
Saída diplomática: Síria entrega lista de armas químicas
Relação encaminhada à ONU é primeiro passo para cumprimento de acordo entre EUA e Rússia. (Págs. 1 e 21)
No trânsito: Beber e dirigir, caso de polícia e de doença
Pequisa mostra que parte dos motoristas flagrados bêbados é composta por reincidentes. (Págs. 1, 4 e 5)
-----------------------------------------------------
EBC Serviços
0