Bom dia! Confira os destaques dos principais jornais desta segunda-feira, 30 de setembro. Cadeirante de Cabo Frio, famoso após Rock in Rio sonha conhecer o Iron Maiden

Foto de Jhony Santos sendo erguido na Cidade do Rock fez sucesso. 
Jovem foi ao Rock in Rio pela primeira vez: 'Foi inesquecível', declarou.

Heitor MoreiraDo G1 Região dos Lagos
Cadeirante é levantado durante show de André Matos (Foto: Pedro Kirilos/ Agência O Globo)Jhony Santos tem 23 anos e mora em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Jovem ficou famoso após foto que registrou ele sendo erguido durante show (Foto: Pedro Kirilos/ Agência O Globo)
O show foi esperado por meses, um sonho de adolescente estava marcado para ser realizado no dia 22 de setembro. O que Jhony Santos de Oliveira, de 23 anos, não imaginava, era que ficaria famoso por causa de uma foto. O jovem, que é auxilar de administração na Universidade Federal Fluminese em Macaé, mora em  Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Ele assistiu ao show da banda preferida, Iron Maiden, no Rock in Rio. Durante uma das apresentações que anteciparam o show principal do último dia do evento, o jovem foi erguido com a cadeira de rodas por várias pessoas.


Jhony Santos sofre de uma má formação congênita. Ele nasceu com uma patologia chamada espinha bífida. É deficiente físico desde criança. Para muitos, um problema. Para o jovem, nada de mais. 
Não tenho nada pra reclamar da vida. Família, amigos, música, o que mais uma pessoa iria querer?"
Jhony Santos de Oliveira
''Não tenho nada pra reclamar da vida. Família, amigos, música, o que mais uma pessoa iria querer? A felicidade está nas coisas simples. Sempre que saio, sou reparado e vejo pessoas me olhando, mas prefiro interpretar esses olhares mais como uma curiosidade das pessoas do que uma forma de preconceito'', disse o cadeirante. 
Depois de ser erguido, o público o aplaudiu, várias pessoas tiraram fotos, mas foi o registro do fotógrafo Pedro Kirilos, do jornal O Globo, que deixou o fã conhecido mundialmente.
''Eu tive uns 10 segundos para registrar aquele momento. Trabalhei em todos os dias do evento e, para mim, foi a melhor foto que eu já fiz. É uma imagem que representa muita coisa. Na mesma hora, mandei para a redação e, em pouco tempo, a foto já estava rodando na internet'', declarou o fotógrafo. 
A compra do ingresso
Assim que o fã ficou sabendo que a banda favorita iria tocar na Cidade do Rock, começou a contagem regressiva. No dia que as vendas do ingresso abriram pela internet, Jhony Santos madrugou.
''Cheguei bem cedo no meu trabalho e fiquei esperando ansiosamente até 10h, quando começaria a venda no site. Depois de seis tentativas e quase desistindo, consegui comprar meu ingresso às 11h46. Naquele dia, eu fiquei muito feliz, pois finalmente iria conseguir ver o Maiden'', declarou. 
cadeirante cabo frio rock in rio (Foto: Jhony Santos/Arquivo pessoal)Melhor amigo acompanhou Jhony e incentivou ida
à evento (Foto: Jhony Santos/Arquivo pessoal)
Ida ao Rock in Rio
No domingo (22), o jovem saiu às 8h30 de Cabo Frio rumo ao Rock in Rio. A companhia foi o melhor amigo Leonardo Santana, que apoiou e acompanhou cada passo de Jhony.
''Saímos cedo no ônibus rumo à Cidade do Rock, e conseguimos chegar no evento às 13h. Assim que os portões abriram, eu devo ter demorado somente uns cinco minutos para entrar, e garantimos um bom lugar na área reservada para cadeirantes.'' 
Ideia de ser erguido foi do próprio jovem
Jhony Santos disse que combinou com o amigo para ser erguido no meio da multidão. Jhony saiu da área para cadeirantes e foi até o meio da galera.
cadeirante cabo frio rock in rio (Foto: Milena Mello/Arquivo pessoal)Amiga de Jhony registrou momento por ângulo
diferente (Foto: Milena Mello/Arquivo pessoal)
''Assim que entramos na Cidade do Rock, fomos reconhecer as áreas para cadeirante dos palcos Mundo e Sunset e logo depois fomos ver o show do Andre Matos. No meio do show, já ansiosos, nós saímos da área dos cadeirantes, e fomos para o meio da galera, já que o show estava enchendo. Quando chegamos no meio, o Léo começou a procurar pessoas que pudessem nos ajudar, até encontrarmos alguns caras que toparam me erguer. Fui suspenso por cerca de 40 segundos. Foi muito maneiro!'', disse. 
E não parou por aí. A primeira tentativa foi um teste. Jhony queria ser erguido de novo durante o show do Iron Maiden, para ser visto pelos integrantes do grupo e, quem sabe, poder chegar mais perto da banda. Mas ele preferiu evitar. 
''Quando chegou o show do Iron Maiden, eu vi o mar de gente e achei melhor não tentar fazer aquilo no show deles pois, se eu caísse no meio do público, poderia me machucar muito. Mas a primeira vez valeu muito a pena!'', declarou.  
jhony santos cadeirante cabo frio (Foto: Jhony Santos/Arquivo pessoal)Jovem ficou conhecido e não para de receber
mensagens (Foto: Jhony Santos/Arquivo pessoal)
Celebridade
O jovem diz que não esperava tanta repercussão por causa da ideia dele. Ele começou a notar que estava ficando conhecido depois que a foto feita por Pedro Kirilos começou a ser compartilhada na internet. 
''Algumas horas depois, pessoas quiseram tirar fotos comigo, mas eu acho que era mais pelo fato de as pessoas acharem algo de outro mundo um cadeirante em um show de metal. Uma hora depois daquilo, vi que um amigo compartilhou uma foto minha que havia sido publicada no site do jornal, e não acreditei. A partir daí, todos os meus amigos começaram a compartilhar a mesma foto no meu mural'', contou Jhony.
''Foi a minha primeira vez no Rock in Rio e, embora tenha sido bem cansativo, visto que saí de casa às 8h de domingo e só voltei às 7h de segunda-feira, foi incrivel! Rock in Rio é algo totalmente diferente na TV e lá, ao vivo! E ter visto o Iron Maiden, pra mim, foi o ponto alto do dia!'', relata o jovem.
Meu maior sonho é conhecer pessoalmente os seis integrantes do Iron Maiden e dizer pra eles o quanto a música deles me inspirou pra ser o cara que sou hoje e o amante da boa música que me tornei"
Jhony Santos de Oliveira
Sonho
Quando fala sobre os ídolos, Jhony fica eufórico, emocionado. ''Sem sombra de dúvidas, meu maior sonho é conhecer pessoalmente os seis integrantes do Iron Maiden e dizer pra eles o quanto a música deles me inspirou pra ser o cara que sou hoje e o amante da boa música que me tornei. E dizer, especialmente ao Janick Gers e ao Steve Harris, baixista e fundador da banda, o quanto os admiro. Espero um dia conseguir realizar esse sonho de estar cara a cara com meus ídolos''.
Paixão pelo Iron Maiden
O jovem acompanha o trabalho do grupo desde criança. A influência veio do pai que gosta do mesmo estilo de música. Segundo Jhony Santos, a paixão começou mesmo quando viu uma apresentação da banda pela TV, justamente no Rock in Rio, na terceira edição, em 2001.
''Desde pequeno, tenho uma ligação muito grande com o rock e o metal. Meu pai quase sempre colocava Beatles, Nazareth, Scorpions e Queen pra tocar lá em casa quando eu era criança. Mas minha paixão pelo Maiden surgiu mesmo dia 19 de janeiro de 2001, 7 dias depois do meu aniversário, quando os vi pela primeira vez tocando no Rock in Rio. Desde então, minha paixão pelo trabalho deles vem crescendo cada vez mais. A influência deles no meu gosto musical é tanta que me inspirei em Janick Gers, um dos guitarristas do Iron, para aprender a tocar guitarra'', finalizou. 
cadeirante cabo frio rock in rio (Foto: Felipe O'Neill / Revista QUEM)Outra imagem de Jhony Santos no Rock in Rio fez sucesso na internet  (Foto: Felipe O'Neill/Revista QUEM)--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Jornais nacionais
 
Folha de S.Paulo
Veja a versão digital da Folha
PF investiga propina de R$ 52 mi em trens de SP
Agora S.Paulo
capa
Veja como se aposentar com menos tempo de INSS
O Estado de S.Paulo
Nigéria atribui chacina de 50 estudantes a grupo islâmico
O Globo
Edição do dia 30/09/2013
Mais 9 plataformas - Petrobras ampliará capacidade em 50% 
Valor EconômicoEdição Impressa do Económico de 2013-09-30
Crédito deve diminuir com retração de banco público
Correio Braziliense
80 mil chances de trabalho no serviço público
Estado de Minas
Jornal Impresso
Novos táxis e os velhos problemas
Zero Hora
Primeiro Caderno
Obras da Copa de 2014 podem ficar para 2015
Brasil Econômico
"Para o país crescer é preciso desvalorizar o real"
*
Jornais internacionais
The New York Times (EUA)
Vazamento de plano da Al Qaeda minou inteligência dos EUA
The Washington Post (EUA)
À beira de apagão, tudo calmo no Capitólio
El País (Espanha)
PP mobiliza seus dirigentes, alarmado pelo desgaste eleitoral
Clarín (Argentina)
Lavagem foi um fracasso, admite chefe da Afip
Fonte: Folha Online

0