Bom dia! Vamos com as principais notícias dos jornais deste sábado, 28 de setembro. Projeto "circuito da música" em Cabo Frio homenageia hoje Maria Rita. Show será apresentado no Largo São Benedito, na Passagem. Cantora Mari Trindade vai interpretar os maiores sucessos.

O projeto "Circuito da Música", realizado pela Secretaria de Eventos de Cabo Frio, na Região dos Lagos, vai homenagear a cantora Maria Rita neste sábado (28/09). De volta ao Largo São Benedito, na Passagem, "Um Momento com Maria Rita" promete movimentar o bucólico bairro. A responsável por interpretar o repertório é a cantora Mari Trindade. O show está marcado para às 22h e deve reunir cerca de 1.500 pessoas.
Antes da apresentação, a partir das 20h, a estrutura do evento já estará montada para receber o público. São tendas e 60 mesas próximas aos restaurantes que apoiam o projeto. O show encerra a programação de setembro, que também homenageou a banda Legião Urbana com o tema "Faroeste Caboclo".
A cantora Mari Trindade é cabo-friense, tem 27 anos e já está há 14 anos cantando.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O Globo
Edição do dia 28/09/2013
Retratos do Brasil: Renda média sobe, mas desigualdade para de cair

Estado de S. Paulo

Analfabetismo para de cair pela 1ª vez desde 2004

Correio Braziliense
Políticos que vão para novos partidos estão acostumados a mudar de legenda

Deputados de aluguel já se venderam 80 vezes

Estado de Minas

Um país conectado, mas ainda atrasado

Jornal do Commercio
Jornal do Commercio (PE) Edição 271.2013
Eletrodomésticos e movéis mais caros

Zero Hora

Alerta e alento do IBGE: Mal em educação, RS vai bem em emprego e renda
Edição Impressa do Económico de 2013-09-27

Radiobras


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O Globo

Manchete: Retratos do Brasil: Renda média sobe, mas desigualdade para de cair
Analfabetismo também deixou de registrar queda depois de 15 anos.

Trabalho infantil recua e, pela primeira vez, lares brasileiros que têm apenas telefones celulares são maioria.

Taxas baixas de desemprego e escassez de mão de obra qualificada fizeram com que o 1% de brasileiros mais ricos (que ganham acima de R$ 18.889 por mês) tivesse avanço de 10,8% nos rendimentos, enquanto a renda média no país subiu 5,8%.

Com isso, a desigualdade, que vinha sendo reduzida ano a ano desde 2004, parou de cair. A constatação é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2012, do IBGE. O analfabetismo, que também estava em queda desde 1997, ficou estável, com ligeiro acréscimo, oscilando de 8,6% para 8,7% — ou 13,2 milhões de brasileiros. O governo minimizou os dados negativos. A boa notícia é que mais de 150 mil crianças e jovens de 5 a 17 anos deixaram de trabalhar. (Págs. 1, 29 a 31 e Míriam Leitão)
Colunistas: Jorge Bastos Moreno: Dilma descobre mistério do Itamaraty. (Págs. 1 e 3)



Contas do governo têm pior agosto desde 97 (Págs. 1 e 35)

Endividamento das famílias é recorde (Págs. 1 e 35)

IPI de eletrodomésticos subirá em outubro (Págs. 1 e 35)

1ª conversa em 34 anos: Presidentes de EUA e Irã falam por telefone
Barack Obama e Hassan Rouhani fizeram História com o primeiro contato direto entre presidentes de EUA e Irã desde 1979. A conversa, por telefone, foi sobre o programa nuclear e durou 11 minutos. (Págs. 1 e 36)
Partido de cartório: PROS venceu Rede na burocracia
Especialistas apontam que Marina errou ao priorizar mobilização, enquanto PROS e Solidariedade seguiram à risca o rito do TSE. (Págs. 1 e 3)
Segurança ameaçada: Galeão vulnerável sem câmeras
Investigação do MP Federal mostra que o Galeão tem só 149 câmeras, que não dão conta de garantir a segurança do aeroporto. (Págs. 1, 14 e 15)



Algemada em Yale: Repórter é detida por 5 horas nos EUA
Correspondente do "Estado de S. Paulo” tentava entrevistar ministro Joaquim Barbosa e foi detida por polícia na universidade. (Págs. 1 e 37)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Analfabetismo para de cair pela 1ª vez desde 2004
Pnad 2012 mostra que emprego e renda crescem, mas aumentam a desigualdade e o número de analfabetos.

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2012 mostram que, no segundo ano do governo Dilma Rousseff, mesmo com o baixo crescimento da economia, o Brasil alcançou bons resultados na geração de emprego e renda. A taxa de analfabetismo da população com 15 anos ou mais, porém, parou de cair e teve leve alta. Em 2011, ela era de 8,6%. Em 2012, chegou a 8,7%. Com isso, 0 País fica mais longe de cumprir a meta firmada na ONU de reduzir a proporção de analfabetos para 6,7% até 2015. A desigualdade entre ricos e pobres pouco diminuiu - no Nordeste cresceu. Também não houve avanços na formalização do trabalho. As moradias ficaram mais abastecidas de eletrodomésticos e internet, mas continuam carentes de saneamento. A Pnad pesquisou 362,4 mil pessoas em 147,2 mil domicílios de todos os Estados.

Destaques do estudo

Saneamento básico

42,9% dos lares brasileiros não têm coleta de esgoto;

Trabalho infantil

3,5 milhões de jovens de 5 a 17 anos trabalham no País, 4,2% menos que em 2011;

Telefonia

51,4% das residências do País têm somente celular - não mais telefone fixo;

TV

97,2% dos lares do País possuem ao menos um aparelho de televisão.(Págs. 1 e metrópole A21 a A31)

Concentração de C02 é a maior em 800 mil anos
O Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), que reúne especialistas das Nações Unidas, revelou ontem, na Suécia, que a concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera da Terra, resultado da queima de combustíveis fósseis, é a mais alta em 800 mil anos. A emissão de gases que aquecem a atmosfera resulta no aumento da temperatura do planeta. A expectativa é de que, no Hemisfério Norte, a temperatura média suba de 1,5°C a 2°C até 2100. A intensificação da acidificação e da elevação do nível dos mares e o derretimento de gelo do Ártico e da Antártida também são consequências. Os dados - os mais alarmistas divulgados até hoje - destacam a gravidade da ação do homem no planeta.


José Marengo: Membro do IPCC

“Só gostaria que os políticos não esperassem as tragédias para agir". (Págs. 1 e metrópole A32, A34 e A36)
Análises
Priscila Cruz: Pode não ser real

Alta na taxa de analfabetismo pode ser só oscilação estatística, mas indica que País talvez esteja estagnado. (Págs. 1 e A21)

José Roberto de Toledo: O que muda o Brasil

A força de trabalho mais bem preparada e a escolaridade mais alta estão aumentando a renda total. (Págs. 1 e A29)
Governo eleva IPI da linha branca e de móveis
Reduzido em 2009 para incentivar a indústria no auge da crise global, o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para eletrodomésticos da linha branca, móveis e painéis de madeira será reajustado na terça-feira. O IPI dos refrigeradores, por exemplo, passará de 8,5% para 10%. As novas taxas valem até 31 de dezembro. (Págs. 1 e Economia B1)

Repórter do ‘Estado’ é presa nos EUA
Correspondente em Washington, Claudia Trevisan foi algemada e detida por 5 horas na Universidade de Yale. Ela cobria visita do presidente do STF, Joaquim Barbosa. (Págs. 1 e Política A9)
Preso, Donadon pede para exercer mandato (Págs. 1 e política A8)

Solto, boliviano diz que temeu ser condenado (Págs. 1 e metrópole A42) 

Após 34 anos, presidentes de EUA e Irã dialogam
Pela primeira vez desde a Revolução Islâmica, em 1979, os presidentes dos EUA e do Irã mantiveram diálogo direto. Barack Obama e Hassan Rohani falaram ao telefone por cerca de 15 minutos em uma “conversa bem cordial”, segundo a Casa Branca. Ao final, o líder americano disse “adeus” em farsi. O programa nuclear iraniano dominou a conversa. (Págs. 1 e Internacional A12)
Rolf Kuntz: A pobreza do investimento
Por quanto tempo será possível manter programas sociais tão amplos se a economia brasileira continuar avançando tão lentamente? (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)


Laura Greenhalgh: Primeiras-filhas
Chelsea, filha do ex-presidente Bill Clinton, e Caroline, de John F. Kennedy, vivenciam os riscos e as oportunidades da exposição que têm. (Págs. 1 e Caderno 2 C12)

Notas & Informações: Nova fratura no Mercosul
Uruguai participará da negociação de acordo sobre comércio de serviços proposto pelos EUA. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Deputados de aluguel já se venderam 80 vezes
Os 34 parlamentares que integrarão o Pros e o Solidariedade, criados esta semana, são conhecidos pela facilidade em mudar de partido. Juntos, completarão 80 trocas de legenda na carreira. No currículo, eles levam para os novos partidos 13 ações penais a que respondem no STF, além de 30 inquéritos. (Págs. 1 e 2)
Mensaleiro cedeu uma sala ao Pros
Condenado pelo STF no processo do mensalão, o secretário-geral do PR, Valdemar Costa Neto, cedeu sala no Senado para que o ainda embrionário Pros fizesse reuniões com parlamentares. (Págs. 1 e 3)

Analfabetismo volta a crescer no Brasil
Aos 74 anos, Josefa se esforça para aprender o bê-á-bá, enquanto o país registra aumento de 300 mil no número de analfabetos com 15 anos ou mais de idade. Os dados são da Pnad, pesquisa divulgada pelo IBGE, referente a 2011/2012.

Ricos ficam cada vez mais ricos

A renda dos mais abastados (1% da população) subiu 10,8%, contra 6,4% dos mais pobres.
O DF tem as maiores remunerações do país.

Internet cresce, saneamento para

Mais de 40,3% das casas têm acesso à rede. Mas a instalação de serviços de coleta de esgoto não segue o mesmo ritmo de crescimento. (Págs. 1, 9 a 11 e Visão do Correio 18)

Volta animada
Ao lado do criador do perfil de humor Dilma Bolada, Jeferson Monteiro, a presidente reestreou no Twitter. (Págs. 1 e 7)

EUA x Irã: Um telefonema para quebrar o gelo de 34 anos 
Os presidentes Barack Obama e Hassan Rowhani fizeram o primeiro contato direto entre líderes das duas nações desde 1979. Especialistas veem avanços nas relações entre os países. (Págs. 1 e 20)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Um país conectado, mas ainda atrasado 
Avança rapidamente o acesso à internet, enquanto a educação vai a passo lento.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE, revela que o contato com a rede mundial de computadores cresceu 253,4% no Brasil e 359% em Minas entre 2003 e 2012. O total de residências brasileiras ligadas à web chegou a 40,3%. No entanto, se informações estão mais disponíveis pela internet, é preciso acelerar a educação. O índice de analfabetismo caiu de 7,9% para 7,4% no estado entre 2011 e o ano passado. Mas, no país, teve ligeira alta, de 8,6% para 8,7%. O percentual de adolescentes entre 15 e 17 anos na escola em Minas em 2012 era de 85,8%, superior à média nacional (84,2%). Na faixa etária de 18 a 24 anos, porém, só 27,6% dos mineiros estavam nas salas de aula, taxa pior que a brasileira, de 29,4%.

Esgoto

22,7% das moradias de Minas não têm o serviço. No país o índice sobre para 43% coleta de lixo;

Coleta de lixo

11% é o percentual da população mineira sem acesso. A taxa se assemelha à do Brasil: 11,2%

Cor da pele

46,2% dos mineiros se declaram pardos, superando os 43,8% autodeclarados;

Gravidez

10,3% é o índice entre mineiras de 15 a 19 anos. No Brasil aumenta para 14,4%;

Migração

8,7% dos moradores de Minas vieram de fora. Nos outros estados, a média é de 15,7%. (Págs. 1 e 10,11,17,18 e o editorial "Redes em descompasso", na 8)


Mais médicos: Justiça manda CRM registrar estrangeiro
Decisão da Justiça mineira obriga o Conselho Regional de Medicina a conceder, imediatamente, os registros provisórios aos profissionais com diploma internacional inscritos no programa. (Págs. 1 e 21)
Correção da URV: Decisão do STF atinge 100 mil em Minas
A determinação do Supremo de que estados e municípios que usaram leis próprias para a correção salarial na transição do Plano Real paguem perdas ao funcionalismo pode beneficiar 100 mil servidores em Minas. Eles têm 14 mil processos na Justiça. (Págs. 1 e 3)
Um quati no Supremo
Ministro Teori Zavascki critica a perda de tempo da Suprema Corte com ações irrelevantes, como a disputa entre um MP estadual e o da União sobre a competência jurídica em torno da captura criminosa de um quati. (Págs. 1 e 4)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Eletrodomésticos e movéis mais caros
O Ministério da Fazenda anunciou que entram em vigor, terça-feira, e seguem até pelo menos 31 de dezembro, as novas alíquotas do IPI, o que afeta diretamente o preço dos produtos. (Págs. 1 e Economia 3)

Renda local está abaixo da média
Pesquisa em domicílios do IBGE, a Pnad 2012 mostra que a maioria dos pernambucanos ganhava em torno de R$ 977, abaixo da média nacional, que foi de R$ 1,5 mil. Analfabetismo, que vinha em queda, teve leve alta. (Págs. 1 e 10 e Economia 1 e 2)
Dilma encontra sua versão "bolada" das redes sociais (Págs. 1 e 7)

JC negócios: Fernando Castilho: Mobilidade difícil
Pesquisa do Pnad mostra que no Brasil há mais casas com carro na garagem (42%) do que com acesso à internet (40,3%). (Págs. 1 e Economia 2)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Alerta e alento do IBGE: Mal em educação, RS vai bem em emprego e renda
Pesquisa de 2012 mostra menor proporção de crianças na escola, mas taxa de desemprego baixa. (Págs. 1 e 6 e 7)

Mais força: Região Sul se une por energia eólica
Comitê é formado para elevar chances de parques em leilão de novembro. (Págs. 1 e 20)
------------------------------------------------------------------------------------
0