Fiscalização de Rio das Ostras descarta 3 mil produtos vendidos ilegalmente

 Durante a ação, foram destruídos cds e dvds sem procedência
Na manhã desta quinta feira, dia 5, a Coordenadoria Geral de Fiscalização da Prefeitura de Rio das Ostras destruiu cerca de 3 mil cds e dvds sem procedência, que eram vendidos na área central do município. A ação foi realizada em via pública, em frente à sede da Coordenadoria e presenciada pela polução que passava pelo local.

Segundo o subsecretário de Posturas e chefe da Coordenadoria, José Jorge Carvalho, os produtos foram apreendidos ao longo desta semana em operações fiscais contra o comércio ambulante irregular. De acordo com Carvalho, o objetivo da Prefeitura é dar continuidade às ações de fiscalização visando coibir a venda desses produtos. “Essas ações são importantes, mas a população deve cooperar, não adquirindo produtos sem procedência conhecida” destacou.



O subsecretario lembrou ainda, que desde o início do ano, já foram descartados mais de 10 mil mercadorias sem procedência. “A destruição desses produtos segue a Lei Anti-Pirataria. É importante mostrar para a população o destino dessas mercadorias apreendidas. No caso dos cds e dvds, a lei não permite que seja feita doação, e determina a inutilização desse material”, ressaltou.
0