Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







sábado, 14 de setembro de 2013

Homem acorrentado faz protesto em cartório de Búzios

Ele se prendeu pelo pescoço em uma cadeira da recepção do cartório. 

Motivo do protesto é demora em atendimento e burocracia em processos.

Heitor Moreira
Do G1 Região dos Lagos
homem acorrentado em cartório de buzios (Foto: Vitor Viana/Arquivo pessoal)Homem se acorrentou em cartório de Búzios por causa de atendimento. (Foto: Victor Viana/Arquivo pessoal)
Um homem se acorrentou no início da tarde de quinta-feira (12) na recepção do Cartório de Ofício Único de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. O motivo do protesto foi a demora no atendimento e a dificuldade para resolver processos no cartório. Ele estava tentando registrar um contrato de empréstimo da Caixa Econômica. Segundo a polícia, Hamber Carvalho, de 60 anos, é jornalista e disse que só sairia do local depois que tivesse o problema resolvido.


''Com esse ato eu to representando a indignação de despachantes, corretores, e a população de Búzios que merecem um serviço de qualidade pelos custos altíssimos das taxas. Só tem esse cartório aqui na cidade. É um absurdo.'', disse o jornalista. 
Homens do Corpo de Bombeiros foram chamados para convencer Hamber de desistir do protesto, mas não conseguiram. Somente depois que policiais chegaram, o jornalista concordou em ir para a delegacia esclarecer o que estava acontecendo. Segundo a Polícia Civil, nenhuma ocorrência foi registrada sobre o caso, já que nada foi danificado e ele aparentava estar calmo.
A equipe do G1 tentou entrar em contato com o responsável do Cartório de Ofício Único de Búzios, mas fomos informados por uma funcionária do cartório que o titular não estava no local e que não tinha autorização para falar sobre o assunto e nem passar o nome e o contato do responsável. Voltamos a ligar para o número do cartório, mas até às 14h desta quinta-feira (12), ninguém atendeu as ligações.
Jornalista também se acorrentou em Prefeitura
No mês de agosto deste ano, Hamber Carvalho fez o mesmo protesto, só que na Prefeitura de Búzios. Ele estava revoltado com a demora da entrega do documento e se acorrentou em uma cadeira que fica na recepção do prédio da Prefeitura. Após o protesto, o jornalista teve o problema resolvido.
acorrentado em buzios (Foto: Vitor Vianna/Arquivo pessoal)Policiais e bombeiros foram até o cartório tentar convencer o jornalista a desistir do protesto. (Foto: Victor Vianna/Arquivo pessoal)
Postar um comentário