Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







sábado, 21 de setembro de 2013

Prefeitura de Búzios paralisa obra polêmica na Rua das Pedras

Secretaria de Obras e Serviços Públicos paralisou a obra na sexta-feira.
Reunião será realizada para decidir se as obras de rejunte vão continuar.
Do G1 Região dos Lagos
Ontem (20), a secretaria de Obras e Serviços Públicos de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, optou por paralisar as obras que geraram polêmica na Rua das Pedras, principal ponto turístico do município. Uma reunião será realizada com moradores, comerciantes e hoteleiros para debater e decidir se as obras de rejunte do piso da rua vão continuar ou não. 
Segundo o secretário de Obras e Serviços Públicos de Búzios, Eraldo Pereira Mendonça, as obras foram paralisadas devido à polêmica criada. "Nossa finalidade não é descaracterizar a Rua das Pedras, e sim, promover melhorias. Pensamos no ir e vir das pessoas sem se acidentar. Só que, devido à polêmica, o prefeito pediu para segurarmos as obras. Agora, iremos realizar uma reunião para decidirmos o que será feito no local", disse Eraldo. 


O secretário explica que o rejunte na Rua das Pedras começou porque a secretaria estava recebendo muitas reclamações. "Nós tivemos muitas reclamações de pessoas devido aos buracos que já não são mais buracos, são crateras. Senhoras, idosos, cadeirantes e deficientes estavam reclamando muito da falta de acessibilidade do local. Por isso, pensamos no rejunte. Então, nós começamos a fazer em parte da rua para ver como ficaria. Só que surgiu essa polêmica", explicou o secretário. 
Eraldo Pereira ainda faz questão de ressaltar que em nenhum momento as obras tinham intenções de descaracterizar a Rua das Pedras. "O que precisa ficar claro é que em momento nenhum tentamos tirar a característica da Rua das Pedras, não tentamos danificar o local. Pelo contrário. Inclusive, agora, pensamos em padronizar as ruas que estão em condições ruins e cheias de irregularidades. O que queremos é melhorar a acessibilidade e as condições da cidade", finalizou.
Postar um comentário