Saúde de Cabo Frio promove cursos para profissionais de enfermagem

A próxima palestra vai abordar os cuidados da enfermagem à pessoa com ostomia
 
A secretaria Municipal de Saúde de Cabo Frio, através da coordenação Municipal de Enfermagem e Comissão de Educação Permanente em Enfermagem, está promovendo uma série de cursos para os profissionais de enfermagem que atuam no município. Segundo a coordenadora de enfermagem de Cabo Frio, Izilda Amaro, o objetivo é promover a capacitação dos profissionais que atuam na rede municipal de ensino.
- Os cursos de capacitação são constantes para os profissionais que atuam no segmento, chefias de enfermagem e coordenadores do Programa Estratégia Saúde da Família. Queremos oferecer conhecimento para que os profissionais estejam atualizados com os tratamentos e os cuidados com os pacientes. Além de ajudar a aprimorar o conhecimento dos profissionais, estamos oferecendo um melhor atendimento para as pessoas que procuram a rede pública de saúde – diz Izilda Amaro.
No primeiro semestre deste ano foram realizados diversos cursos. E a proposta é manter a educação continuada neste segundo semestre. Em agosto, os profissionais de enfermagem participaram de um curso de biossegurança na atividade laboral da equipe de enfermagem.  Ainda no mês de setembro, receberão capacitação sobre os cuidados de enfermagem à pessoa com ostomia e cálculo de medicamentos para a assistência de enfermagem, e em outubro, participam de treinamento em assistência de enfermagem no pré-operatório e nas principais complicações pós-operatórias.



- Os temas são bem amplos e abrangem todas as áreas da enfermagem. Estamos abordando temas que fazem parte do dia a dia do profissional da área de saúde. É realmente um cuidado com a capacitação desses profissionais – explica Izilda.

A próxima capacitação acontece nos dias 9 e 10 de setembro, no auditório do PAM de São Cristóvão. A enfermeira Camila Cantarino, responsável pelo Pólo I da baixada Litorânea do Serviço de Atenção à Pessoa Estomizada, vai falar sobre os cuidados da enfermagem à pessoa com ostomia. Independentemente de ser temporária ou definitiva, a realização deste procedimento acarreta uma série de mudanças na vida do paciente, e para o enfermeiro, fica o desafio para o cuidado com esses indivíduos.

- O processo de cuidar do ser humano estomizado visa à identificação das necessidades assistenciais individuais, o estabelecimento do nível de ajuda profissional exigido e o adequado provimento de recursos para a reabilitação. Por isso é tão importante a competência especializada dos profissionais e, especificamente, do enfermeiro, além da reabilitação, qualidade de vida e cuidado compartilhado, onde paciente e família atuam como elementos fundamentais na tomada de decisões – conclui Izilda Amaro.

Texto: Alexandra de Oliveira | Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal de Saúde
0