Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







domingo, 27 de outubro de 2013

Bom dia! Veja as manchetes dos principais jornais e revistas deste domingo, 27 de outubro. Esse Mar é Meu: hoje tem passeio de barco para os cabo-frienses e veranistas. Agendamento está sendo feito no Terminal de Passageiros, no Boulevard Canal

A Secretaria Municipal de Turismo e a Associação das Empresas de Turismo Náutico de Cabo Frio (AETURNAUT) promovem neste domingo (27/10), às 10h30 e as 14h30,  mais um passeio de barco com os moradores da Cidade, pelo projeto “Esse Mar é Meu”.
Com duração de cerca de duas horas e meia e com direito a água e refrigerante a bordo, o passeio sai do Terminal de Passageiros, no Boulevard Canal, atravessando o Terminal de Transatlânticos, passando pelos pontos turísticos, até a Ilha do Papagaio, quando os passageiros terão direito a um mergulho.
O objetivo deste projeto é oferecer aos moradores a oportunidade de conhecer as belezas naturais da cidade ao custo de R$ 10 mais um quilo de alimento não perecível, que será destinado a uma entidade filantrópica. Os interessados devem fazer agendamento prévio no Terminal de Passageiros, munidos de carteira de identidade e comprovante de residência, ou carteira estudantil do município, ou Cartão Dignidade. Os menores de 12 anos só podem participar dos passeios acompanhados por um responsável.
Os passeios acontecerão todos os domingos deste ano, até 8/12
 e segundo o projeto, várias embarcações ficarão disponíveis para atender a demanda.



------------------------------------------------------------------------------
O Globo

Manchete: Economia, eventos e UPPs reinventam os bairros do Rio
Mudança de perfil da população faz imóveis em áreas degradadas, como a Cruzada São Sebastião, se valorizarem mais de 100%

Renda mais alta dos novos moradores transforma relações econômicas e sociais na vizinhança e faz surgirem edifícios e estabelecimentos comerciais mais sofisticados

Ao perder o emprego, a ex-comissária de bordo da Varig Deisi Soleti vendeu o apartamento no Leblon e, por R$ 170 mil, comprou um menor na Cruzada São Sebastião. Um ano e sete meses depois, o imóvel está avaliado em R$ 400 mil. Deisi é um dos personagens do fenômeno da gentrificação, a renovação urbana a partir da mudança do perfil dos moradores. No Rio, o processo é acelerado pelo crescimento da economia acima da média nacional, pelos investimentos para os grandes eventos e pela pacificação das favelas, mostram Fábio Vasconcelos, Flávio Tabak, Natanael, Damasceno e Paulo Thiago de Mello. (Págs. 1, 18, 23 e 24)

Sem tecla SAP: Falta informação para investidores estrangeiros (Págs. 1, 45 e 46)


Alegria restaurada: Na Uerj, um projeto que devolve sorrisos (Págs. 1 e 39)


Violência nos estádios: STJD propõe cruzada contra os brigões (Págs. 1 e 60)


Dicas para fazer uma boa redação hoje no Enem (Págs. 1 e 4)


Fotolegenda: Risco
Ônibus em Alagoas transporta alunos ao lado de galões de combustíveis. CGU via irregularidades em 55% das cidades. (Págs. 1 e 3)
9: um número a mais no celular
A partir de hoje, os celulares do Rio ganham um 9º dígito. Aplicativos atualizam a agenda automaticamente. (Págs. 1 e 49)
Ancelmo Gois
Faixa dos mais ricos já supera a dos mais pobres no Brasil (Págs. 1 e 38)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Brasil demitiu agente suspeito de passar dados para a CIA
Funcionário da Abin tinha ligações com americano que buscava informações da Tríplice Fronteira

Enquanto a Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA vigiava alvos no governo Dilma Rousseff, o Brasil exonerava um agente de seu serviço de espionagem, suspeito de passar segredos para a Agência Central de Inteligência (CIA). O analista 008997 da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), um alto funcionário do órgão que chefiara a subunidade da agência em Foz do Iguaçu, teria sido cooptado por um agente americano, abrigado sob o manto de um posto diplomático na Embaixada dos EUA em Brasília. Os EUA buscavam dados sobre a atuação nacional na Tríplice Fronteira (Brasil, Argentina e Paraguai) e a respeito de informantes do governo brasileiro na região. O caso foi abafado na
Abin, que não abriu processo administrativo contra o servidor para evitar desgaste do órgão. Há temor de que o espião americano possa ter obtido lista com informantes infiltrados na comunidade árabe da Tríplice Fronteira. (Págs. 1 e Internacional A17 e A20)

Fotolegenda: Enem 2013 avaliará até examinadores
Desespero. Dominique Mantuano chega atrasada e não consegue entrar na UERJ, na zona norte do Rio

Mais de 7 milhões de candidatos deram inido ontem ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que continua hoje. A organização da prova adotou medidas especiais e exigências aos examinadores para evitar distorções durante a correção. A edição da prova deste ano bateu recorde de inscrições e, pela primeira vez, todas as 59 universidades federais do País vão usá-la como parte de seu processo de seleção. (Págs. 1 e Metrópole A31 a A33)

A um ano de eleição, política econômica vai ao palanque
Um ano antes das eleições presidenciais, a economia já virou terreno de disputa entre o governo Dilma Rousseff e a oposição. Na busca por apoio, cada pré-candidato vem tentando convencer que os tempos de crescimento econômico voltarão em 2015. No governo, os sinais são de maior redução das taxas de juros e desvalorização cambial. Já os tucanos defendem forte abertura comercial. (Págs. 1 e Economia B1)

'Carta ao mercado'
Provável candidato presidencial, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), quer repetir o que fez Lula e divulgar documento para deixar clara ao mercado sua plataforma econômica. (Págs. 1 e B3)

Redes de varejo rumam agora para a Região Norte (Págs. 1 e Economia B12 e B13)


Sérgio Fausto
Amplia-se o campo da oposição

Ainda é cedo para se prever reflexos eleitorais, mas. abriu-se, com Campos e Marina, dissidência que ameaça a reeleição de Dilma Rousseff. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Gustavo Franco
Atlânticos e Pacíficos

Os modelos econômicos “alternativos” praticados no Atlântico são fraudes grotescas ocultas, por unia traiçoeira névoa estatístico-ideológica. (Págs. 1 e Economia B4)

Humberto Werneck
Perdas

Estou escalavrado pela supressão de dois amigos, levados de mini.com os safanões que Manuel Bandeira chamaria de “morte de mau gosto". (Págs. 1 e Caderno 2 C9)

Notas & Informações
A varinha mágica de Dilma

Dilma quer fazer o eleitor acreditar que o País está hoje muito melhor do que há quatro meses. (Págs. 1 e A3)

Aliás: Cidadania animal?
Caso dos beagles alimenta o debate: direitos dos animais versus avanço da ciência. (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Planos de saúde
Como buscar seus direitos

Como envelhecer protegido

Como suprir a falta de leitos

Quem depende de assistência médica particular sabe: na hora em que mais se precisa, surge um problema para usá-la. Aposentados, por exemplo, têm direito de manter a cobertura—e desconhecem. Para piorar, os hospitais privados precisam de R$ 7 bi em investimentos. Por fim, outro drama à frente: a quantidade de idosos com mais de 80 anos vai pular de 3 milhões para 15 milhões até 2050. Nessa idade, as chances de se ter uma doença crônica aumentam 80%. O militar da reserva José Carvalho, 90 anos, sabe disso e se cuida. “Só fiz recentemente fisioterapia por conta de uma fratura no ombro.” (Págs. 1 e 10 a 13)

Enem: Hoje é dia de redação. Nada de nervosismo
O balanço das provas de sábado foi positivo, mas 24 candidatos foram eliminados por postarem fotos do cartão de respostas em redes sociais. (Págs. 1, 8 e 28)
Fotolegenda: A invação das motos
Em apenas uma década, o número de motocicletas no DF aumentou 291%. Essa procura decorre de vários fatores, entre eles, o transporte público de baixa qualidade. São cerca de 166 mil motoqueiros circulando pela cidade e a consequência negativa é a rotina de acidentes nas vias brasilienses. (Págs. 1 e 23)
Motorista da Câmara levou fichas falsas aos cartórios
O recém-criado partido alega ser vítima de sabotagem. Mas documento obtido pelo Correio revela que Luiz Carlos Moura, lotado no gabinete de Paulinho da Força, entregou assinaturas falsas e, até, de dois mortos para a justiça Eleitoral, com o objetivo de viabilizar a sigla para a próxima eleição. (Págs. 1 e 2)
Coronel agredido
"Barbárie", reagiu Dilma Rousseff ao ataque nos protestos em São Paulo. (Págs. 1 e 4)
Ensaio para sucessão de Cristina Kirchner (Págs. 1 e 18)


------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Assaltos - Pedestres viram presa fácil
Pessoas circulando pelas ruas são alvo de pelo menos 60% dos roubos em Belo Horizonte

São 76 ataques por dia ou três vítimas por hora. A média é 21% maior que em 2012, de acordo com No mapa das ocorrências, as regiões do Hipercentro e de Venda Nova são as mais visadas, com a Secretaria de Estado de Defesa Social. Entre assaltos a pedestres, a pessoas dentro de veículos, a forte concentração de comércio e, consequentemente, muito dinheiro em circulação. Outra área passageiros de ônibus e outros foram registrados 20,8milcasos na capital este ano, até setembro, de perigo identificada pela Polícia Civil está na Avenida Nossa Senhora do Carmo, especialmente O secretário Rômulo Ferraz admite que os dados são preocupantes e aponta a legislação como um na altura dos bairros Santo Antônio e São Pedro, no Centro-Sul Com a proximidade do fim do problema. “Há ladrões que já foram presos mais de cinco vezes e estão soltos”, diz. ano, aumenta o alerta: mais gente nas ruas fazendo compras, iscas perfeitas de bandidos. (Págs. 1, 21 e 22)

Candidatos do Enem levam bomba por desobediência
Pelo menos 24 estudantes foram eliminados no primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio. Eles postaram em redes sociais fotos das provas, contrariando a determinação do Ministério da Educação de sigilo total. Não fossem esses episódios, o dia seria de tranquilidade, com alguns transtornos ocasionados por filas nos locais de provas e erros em cartões de inscrição. Em Minas, mais de 800 mil alunos fazem o Enem. (Págs. 1 e 27)
Gabinetes: PBH emprega militares em postos-chave
Oficiais passam por testes e têm os currículos avaliados, segundo a prefeitura. Estimativa do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais é de que cerca de 20C policiais reformados ocupam cargos em órgãos públicos. (Págs. 1 e 10)
Negócio: Álcool vira moeda de troca em MG
Até bezerro e esterco servem de escambo na Zona da Mata, onde pequenos produtores de cana investem na fabricação de etanol. Eles são proibidos pela Agência Nacional de Petróleo de vender o combustível. (Págs. 1, 12 e 13)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Crack domina o tráfico no Grande Recife (Págs. 01 e Cidades 08)
Desde 2010, quando, segundo pesquisa da UFPE, pela primeira vez na RMR hove apreensões maiores do que da maconha, a realidade só tem piorado. Resultado aponta caminho que tem sido sem volta.
Dilma reage ao espancamento de coronel da PM (Págs. 01 e 17)


------------------------------------------------------------------------------------
Veja

Manchete: O dilema dos beagles
Amor sem remédio

Ainda não dá para fazer ciência sem que eles sofram, mas cada vez mais isso é intolerável. (Pág. 1)

Petróleo
O leilão de Libra não foi o ideal, mas as promessas do pré-sal ainda estão de pé. (Pág. 1)
Coração abandonado
Pesquisa: as mulheres ignoram os sintomas do ataque cardíaco. (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------
Época

Manchete: A vida dele vale tanto quanto a sua?
O conflito entre os defensores dos testes científicos com animais e aqueles que querem protegê-los a todo custo. (Pág. 1)
Fuja do trânsito
Novas ideias e tecnologias que ajudam a melhorar o transporte nas metrópoles. (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------
ISTOÉ

Manchete: Igreja em crise - Dívidas, calotes e traição
As histórias que levaram Valdemiro Santiago, um dos mais promissores pastores do Brasil, a sofrer o maior revés da Igreja Mundial do Poder de Deus. (Pág. 1)
Exclusivo: PF suspeita de 'lavanderia' no Ministério do Trabalho (Pág. 1)


------------------------------------------------------------------------------------
ISTOÉ Dinheiro

Manchete: O pré-sal decolou
O leilão do Campo de Libra muda o patamar da exploração de petróleo e abre um mar de oportunidades para as empresas e para o desenvolvimento do Brasil.

Os bastidores do consórcio que rendeu R$ 15 bilhões ao governo e trará receitas de R$ 1 trilhão em 35 anos

O impacto da exploração do pré-sal nos negócios das gigantes Petrobras, Shel, Total, Petrochina e CNOOC (Págs. 1)

Michael Page: CEO defende importação de CEOS (Pág. 1)


------------------------------------------------------------------------------------
Carta Capital

Manchete: Os vendilhões das cadeias
O fornecimento de comida aos presos continua a ser uma fonte de corrupção e suga 2 bilhões de reais dos cofres públicos. (Pág. 1)
IPEA: Os neoliberais voltam ao poder na gestão Néri (Pág. 1)


Pré-sal: O leilão de Libra, por Delfim Netto, Belluzzo e Ciro Gomes (Pág. 1)


The Economist: As barreiras ao processo de globalização


------------------------------------------------------------------------------------
EXAME

Manchete: Hora da virada na educação?
Alerta - Um aluno brasileiro de 15 anos sabe o mesmo que um chinês de 10 ou um coreano de 11 anos

Oportunidade - Com o dinheiro do pré-sal e menos crianças, temos a chance histórica de dar um salto de qualidade

Risco - Sem avanços profundos na gestão do sistema educacional, aplicar mais recursos não vai adiantar nada. (Pág. 1)

Pré-sal
O Brasil faturou alto com o leilão de Libra. Mas os problemas da Petrobras não foram embora. (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Por que assassinos custam a virar réus
Levantamento de ZH sobre os 88 casos de homicídios nas 11 cidades mais violentas do Estado, em janeiro, mostra que 70% não chegaram aos tribunais. (Págs. 1 e 30 a 32)
Argentina
Domingo para testar o poder de Cristina (Págs. 1 e 19)
Caso Kiss
Nove meses depois, novas investigações (Págs 1 e 26)
O bonitão da neuroeconomia
Paul Zak traz a Porto Alegre sua tese polêmica: consumo está relacionado ao hormônio do amor. (Pág. 1)
Democracia digital
Como a internet já estimula a participação popular do Brasil

Os riscos e benefícios dos caminhos virtuais para a cidadania

Países onde se vota e se faz constituição pelo smartphone. (Págs. 1, 8 e 9)



------------------------------------------------------------------------------------
EBC Serviços
Postar um comentário