Cabo Frio promove o projeto “Memórias de Tamoios”

Projeto é desenvolvido pelo Núcleo de Gerência Educacional do distrito, ligado à Secretaria de Educação
 
O Núcleo de Gerência Educacional de Tamoios está realizando o I Memórias de Tamoios – um projeto educacional que busca resgatar a história e cultura local, envolvendo todas as escolas do Distrito, através de pesquisa escolar, entrevistas com moradores antigos, busca de acervo fotográfico, entre outros.
Um dos momentos mais esperados do projeto será a realização do I Desfile Comemorativo com as escolas do Distrito de Tamoios, que vai acontecer nesta sexta-feira (4/10), às 8h, saindo do Ginásio Poliesportivo João Augusto. A data foi escolhida por ser o dia da fundação de Unamar.




Além do trabalho de professores e alunos de Tamoios, o projeto conta ainda com a colaboração do historiador e professor Jonatas Carvalho e do presidente do Quilombo Maria Romana e diretor afrodescendente do município, Lamiel Leopoldino Barreto.

A solenidade de abertura do I Memórias de Tamoios aconteceu em noite de homenagens no Centro Educacional Municipal Prof.ª Marli Capp, com a presença do prefeito Alair Corrêa, da secretária de Educação, professora Elenice Martins, e da subsecretária, professora Celma Rosa, do subprefeito de Tamoios César Pinho, do secretário de Comunicação, Edinho Ferrô, dentre outras autoridades. Após a solenidade, os presentes puderam prestigiar uma exposição que reuniu um acervo de fotos, documentos históricos e objetos indígenas de Tamoios. O local esteve aberto para visitação e recebeu cerca de 1500 pessoas. 

De acordo com a professora Juciara Noronha, superintendente de Educação do Distrito de Tamoios, o projeto tem por finalidade a valorização da cultura e história locais, além de contribuir para a formação de alunos conscientes da importância que possuem perante a sociedade.

– O estudo da história local prioriza a formação de alunos conscientes e compromissados com suas realidades históricas, além de prepará-los para responder às demandas sociais. Conhecer a história de lugares significativos em nossa vida permite reconhecer que somos parte dessa história.

No dia 12 de novembro haverá a culminância do projeto na Praça de Unamar com exposição, apresentações de dança e peças teatrais, além de diversas outras atividades culturais. Todos estão convidados a participar. 

Texto: Anneliese Lobo | Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal de Educação
Fotos: Bento Garfinho
0