Justiça condena Ana Maria Braga e Globo a indenizar juíza por danos morais

A apresentadora Ana Maria Braga e a Rede Globo tiveram suas condenações mantidas pela 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça e deverão indenizar em R$ 150 mil uma magistrada por críticas feitas a ela em rede nacional.

Crédito:Globo/ Gonçalo Portugal
Justiça entendeu que apresentadora extrapolou ao divulgar nome da juíza

De acordo com o site Última Instância, em seu programa, Ana Maria fez  crítica à decisão judicial que garantiu a liberdade provisória a um jovem que assassinou sua ex-namorada.


A apresentadora teria divulgado o nome da juíza responsável pela decisão, pedindo que os telespectadores o guardassem, “como se esta tivesse colaborado para a morte da vítima”, segundo o acórdão do Tribunal de Justiça de São Paulo.

A juíza e sua família tornaram-se alvo de críticas e perseguições, o que levou a magistrada a mover ação por danos morais.



A Justiça entendeu que Ana Maria Braga extrapolou o direito constitucional de crítica e da livre manifestação do pensamento, bem como o dever de informar da imprensa. 
0