Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Bom dia! Vamos com as principais notícias dos jornais desta segunda-feira, 25 de novembro. Cabo Frio inicia hoje vistoria anual dos táxis.Prefeitura diz que não haverá reajuste nas tarifas. Cidade conta hoje com 251 táxis para atender a população e turistas.

Do G1 Região dos Lagos
Algumas pessoas trocam os táxis credenciados por clandestinos, que cobram mais barato (Foto: Henrique Corrêa/G1)Taxímetros serão aferidos (Foto: Henrique Corrêa/G1)
Em Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio, a vistoria anual dos taxistas terá inicio nesta segunda-feira (25), podendo ser realizada até o dia 29 nos horários de 9h às 12h e de 13h às 17h. Os 251 veículos existentes hoje no município passarão pela aferição do taxímetro e vistoria, para que usuários tenham um transporte seguro.

"Este ano não haverá reajuste nas tarifas de transporte individual de passageiros em nossa cidade, conforme eram reajustados nos anos anteriores", afirmou o secretário de Transporte, Victor Moreira.
Os proprietários dos veículos deverão levar os seguintes documentos para vistoria: documento CRLV exercício de 2013 e 2014; Certificado do IPEM exercício de 2013 e 2014; Certificado de segurança para carros movidos a GNV; GRU devidamente quitado.
O local para atendimento da vistoria será na própria Secretaria de Transporte de Cabo Frio, na Avenida Teixeira e Souza, nº 2597, em São Cristovão. O telefone para contato é  (22) 2647-5232.
Veja os valores da bandeirada em Cabo Frio:
Valor da bandeirada: continua sendo cobrada o valor de R$ 4,90;
Bandeira I cobrada em dias úteis, no horário das 22h às 6h, nos domingos e feriados a qualquer hora R$ 2,21.
Bandeira II, cobrada em dias uteis, no horário das 22h às 6h, nos domingos e feriados a qualquer hora R$ 2,66.
Fica facultado o uso da Bandeira II durante 24h do dia, no período de 1° a 31 de dezembro, conforme Decreto 4.802, de 5 de Novembro de 2012.
Por hora parada, permanece o valor de R$ 24,70.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Folha de S.Paulo
Veja a versão digital da Folha
Irã e potências chegam a acordo nuclear histórico

Agora S.Paulo
capa
Deficiente vai ficar livre do redutor da aposentadoria

O Estado de S.Paulo

Pacto com Irã dá a Obama maior triunfo diplomático

O Globo

Diplomacia atômica - Acordo freia programa do Irã mas gera desconfianças

Correio Braziliense

Terror no hospital

Estado de Minas

A caixa-preta das emendas parlamentares

Zero Hora

Uso de veneno cresce três vezes mais do que lavoura

Brasil Econômico

"A oposição cria uma espécie de terrorismo econômico"
Fonte: Da Redação com Uol


O Globo

Manchete: Diplomacia atômica - Acordo freia programa do Irã mas gera desconfianças
Pacto é visto com ceticismo no Congresso dos EUA e como erro histórico por Israel

Obama e Rouhani celebram entendimento que retarda ambição nuclear do país em troca de alívio nas sanções

Seis potências assinaram um acordo histórico com o Irã, que visa a dar um freio no programa nuclear do país persa em troca do alívio moderado de sanções internacionais. O pacto, previsto para durar seis meses, abre caminho a um entendimento definitivo entre EUA e Irã, que têm relações congeladas desde 1979, e foi celebrado como vitória pelos presidentes Barack Obama e Hassan Rouhani. Mas o acordo foi recebido com amplo ceticismo pelo premier israelense, Benjamin Netanyahu, que o classificou como "erro histórico" e por congressistas americanos de ambos os partidos. (Págs. 1, 21 e 22)

Fotolegenda: 5 segundos
A implosão do primeiro trecho da Perimetral, ontem de manhã, na Zona Portuária, consumiu apenas cinco segundos. Foram usados 1.200 quilos de explosivos para levar ao chão um quilômetro de viaduto. A prefeitura ainda não decidiu quando serão derrubados outros três segmentos. No Morro da Providência, moradores assistiram das lajes à queda. (Págs. 1, 8 e 9)
Prisão dos mensaleiros: Juiz irrita presidente do STF e é substituído
Após desentendimentos com o presidente do STF, Joaquim Barbosa, o juiz Ademar de Vasconcelos deixou de ser responsável pela execução das penas dos condenados no mensalão. As circunstâncias da internação de José Genoino foram um dos motivos. O juiz Bruno Ribeiro assume a função. (Págs. 1 e 3)
Genoino vai para casa da filha
Após receber alta no Instituto de Cardiologia do DF, petista foi para casa de uma filha, em Brasília. Lá, aguardará decisão do presidente do STF: se volta para a Papuda ou fica em prisão domiciliar. (Págs. 1 e 3)
Gás em terra Firme: Reserva põe Brasil entre os 6 maiores
Em cinco das sete bacias que serão ofertadas em leilão esta semana pela ANP, estima-se que o volume explorado possa chegar a 10,1 trilhões de metros cúbicos de gás. (Págs. 1 e 17)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Pacto com Irã dá a Obama maior triunfo diplomático
Acordo assinado em Genebra freia avanço do programa nuclear de Teerã; Israel critica acerto

O presidente americano, Barack Obama, obteve ontem a mais expressiva vitória diplomática de seu governo ao alcançar um acordo para frear o avanço do programa nuclear iraniano. O pacto foi assinado em Genebra pelo secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e por diplomatas de Irã, China, Rússia, Grã-Bretanha, Alemanha e França. Teerã aceitou interromper por seis meses seu programa de enriquecimento de urânio em níveis acima do necessário para a produção de energia em troca da suspensão parcial de sanções que estrangulam sua economia. Como consequência, a cotação da moeda do Irã, o rial, subiu mais de 3% em relação ao dólar, ampliando as esperanças de Teerã de recuperar-se financeiramente. Israel qualifica o acordo de “erro histórico” que toma o mundo “um lugar mais perigoso”. (Págs. 1 e Internacional A8 e A10)

Barack Obama
Presidente americano
"Tenho uma profunda responsabilidade de tentar resolver nossas diferenças pacificamente, em vez de me precipitar na direção de um conflito"

Pressão leva à troca de juiz de execuções do mensalão
Mais afinado com o ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, o juiz Bruno André Silva Ribeiro passou a comandar a execução das penas dos presos do mensalão no lugar do juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar de Vasconcelos. A mudança atende a pressões feitas por Barbosa, que estava insatisfeito com o comportamento de Vasconcelos, conforme revelou no sábado o Estadão.com.br. O novo responsável pela execução das penas do mensalão é filho do ex-deputado distrital e membro da executiva do PSDB no DF Raimundo Ribeiro, que rejeita qualquer ingerência política na atuação do filho. Como uma das suas primeiras medidas, Ribeiro fixou 12 condições para o deputado José Genoino cumprir a pena em casa, após ele receber alta hospitalar ontem, entre elas a de não dar entrevista nem fazer declarações públicas, nem mesmo pelo Twitter e Facebook. (Págs. 1 e Política A4)

Genoino sai do hospital e vai para a casa da filha

Internado por três dias depois de passar mal no presídio da Papuda, José Genoino recebeu alta ontem para cumprir prisão domiciliar na casa da filha Mariana, em Brasília. Segundo o hospital, ele não teve um infarto, mas a oscilação de pressão poderia comprometer sua cirurgia cardíaca. O deputado ficará em prisão domiciliar até que Joaquim Barbosa avalie o laudo de uma junta médica. (Pág. 1)

Fiscal acusado de fraude em SP depõe hoje
A Controladoria-Geral do Município (CGM) deve ouvir hoje o auditor fiscal Amilcar Cançado Lemos, apontado como criador do esquema de fraudes no Imposto sobre Serviços (ISS) durante a gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD). A quadrilha é acusada de ter desviado até R$ 500 milhões. Ele também é alvo de inquérito por improbidade administrativa. (Págs. 1 e Metrópole A13)
De olho em 2014, Dilma mira prefeitos
A presidente Dilma tem investido numa “linha direta” com prefeitos com o objetivo de aumentar a rede de apoio para as eleições do ano que vem. São vários os programas em que a estratégia é colocada em curso, como a entrega de casas do Minha Casa, Minha Vida e de Unidades Básicas de Saúde. O modelo ajuda o governo a se livrar de pressões de parlamentares. (Págs. 1 e Política A6)
Negócios: ‘Eu não tenho tempo para morrer agora’
Aos 89 anos, Ueze Zahran, presidente do grupo Copagaz, é um workaholic assumido, que ignora a idade e o processo de sucessão de sua empresa. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)
Só 2,5% dos paulistanos vivem em áreas totalmente urbanizadas
Apenas 2,5% dos paulistanos (284 mil) vivem em locais com índice de urbanismo total, de acordo com o Estadão Dados. O cálculo compilou dez indicadores do IBGE, entre eles iluminação pública, pavimentação das ruas, arborização e existência de calçada e meio-fio. A maioria desses domicílios está no centro expandido ou em bairros nobres da cidade. O melhor distrito é a Consolação, onde a nota média é 97. (Págs. 1 e Metrópole A12)
Estado de SP terceiriza atendimento a viciado (Págs. 1 e Metrópole A14)


Lúcia Guimarães 
Covarde e ousado

Ao contratar um veterano do Exército para a Amazon, Jeff Bezos descreveu-se: “Fisicamente sou um covarde, mentalmente sou ousado”. (Págs. 1 e Caderno 2, C10)

José Roberto de Toledo 
Jogo dos Tronos

O próximo ano está despontando como um Jogo dos Tronos na política brasileira. Mudanças são o desejo de dois em cada três eleitores. (Págs. 1 e Política A6)

Notas & Informações
As metas da Justiça

Presidentes dos 90 tribunais brasileiros fixaram metas de produtividade para 2014. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Terror no hospital
Em uma falha gravíssima de segurança, condenados da Papuda tomam arma de agente penitenciário, trocam tiros e mantêm uma criança recém-operada e o pai como reféns durante quatro horas no Paranoá. (Págs. 1 e 17)
Judiciário: Barbosa põe juiz substituto no comando do mensalão
Bruno André Silva Ribeiro, substituto da Vara de Execuções Penais, assinou ontem o primeiro ato na Ação 470, concedendo prisão domiciliar a José Genoino, como determinou o Supremo. O magistrado mantém um bom relacionamento com Joaquim Barbosa, que, após um embate com o titular da VEP, isolou Ademar Silva de Vasconcelos. (Págs. 1 e 2)
Poupança: Ex-autoridades econômicas fazem pressão no STF
Uma carta assinada por ex-ministros da Fazenda e ex-presidentes do Banco Central será entregue ao Supremo esta semana. O documento expõe supostos riscos à economia brasileira caso seja reconhecido que poupadores foram lesados pelos planos Bresser, Verão e Collor I e II. (Págs. 1 e 7)
Irã aceita limitar programa nuclear
O chanceler Javad Zarif e o secretário de Estado John Kerry selam acordo. Em troca, sanções econômicas serão reduzidas. (Págs. 1 e 12)
Lobby alivia pena a quem deve pensão
Proposta que altera a punição para os homens inadimplentes é incluída na discussão do novo Código de Processo Civil e provoca revolta da bancada feminina. Prisão passaria de regime fechado para semiaberto. (Págs. 1 e 6)
Educação
Enade testa o conhecimento de 196 mil universitários prestes a se formarem. Resultado sai em 2014. (Págs. 1 e 6)
Brasileiros criam prótese mais barata contra a incontinência urinária
Pág. 1 e 15
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: A caixa-preta das emendas parlamentares
A pergunta é: onde foram parar R$ 8,9 bilhões das emendas parlamentares que deputados e senadores destinam aos seus redutos eleitorais? Embora as denúncias de desvio sejam constantes, o cidadão não tem como vigiar a aplicação de tanto dinheiro, porque nem os portais de transparência, tanto do governo quanto do Congresso, trazem informações sobre o uso dos recursos públicos. Essa situação possibilita a ocorrência de alguns escândalos políticos, como o caso dos Anões do Orçamento e a Máfia dos Sanguessugas, entre outros. A maioria das emendas é genérica e não especifica para onde vão as verbas. Um exemplo delas: “Projetos de desenvolvimento sustentável local integrado em municípios no estado de Minas Gerais”. Só para o Orçamento da União deste ano, cada um dos 513 parlamentares e 81 senadores teve direito a indicar R$ 15 milhões. (Págs. 1 e 4)
Genoino deixa hospital e Barbosa afasta juiz de execuções
O presidente do STF, Joaquim Barbosa, excluiu juiz que ele achava estar atrapalhando e escolheu um mais discreto, Bruno André Silva Ribeiro, que concedeu prisão domiciliar a Genoino. (Págs. 1 e 3)
Pensão alimentícia: Projeto pode amenizar pena de pais devedores (Págs. 1 e 9)


Assembleia: Deputados querem orçamento impositivo (Págs. 1 e 8)


------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Nos braços do povo (Págs. 1 e Esportes 1 a 12)
Chegada dos heróis da classificação do Sport à Série A antecipou o Carnaval do Recife. Veja cobertura especial da conquista do Leão. Santa empatou com o Sampaio em 0x0, pela decisão da Série C. Náutico tomou de 6x1 do Atlético-PR. (Págs. 1 e Esportes 1 a 12
Juiz é trocado após pressão de Barbosa (Pág. 1)
Magistrado visto como mais rígido substitui responsável pela execução das penas do mensalão. José Genoino teve alta e espera resultado de laudo médico na casa da filha. (Págs. 1 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Uso de veneno cresce três vezes mais do que lavoura
Em cinco anos, área plantada aumentou 6%, enquanto venda de agrotóxicos subiu 22% no país. Gaúchos utilizam quase o dobro da média nacional. (Págs. 1, 26 e 27)
Sem foco: No Congresso, “prioridades” ficam de lado 
Com o fim dos trabalhos daqui a quatro semanas, projetos importantes serão deixados para 2014. (Págs. 1 e 8)
Acordo histórico: Irã vai limitar programa nuclear
Potências mundiais fazem pacto de seis meses com o país, em troca de alívio a sanções. (Págs. 1 e 28)
Autorização judicial: Central pode voltar a receber condenados
Falta de vagas em cadeias faz Susepe pedir a desinterdição provisória de presídio. (Págs. 1 e 42)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: "A oposição cria uma espécie de terrorismo econômico"
O deputado Rui Falcão, eleito para mais quatro anos na presidência do PT, acredita que Dilma Rousseff tem excelentes chances de reeleição, uma vez que a conjuntura econômica está amplamente favorável. O que atrapalha, diz ele, é o pessimismo. “A principal crítica que faço à oposição é a de alimentar uma expectativa inflacionária e de criar no exterior uma ideia de economia instável que não existe”. Mas para ele nada disso contará na eleição de 2014, pois o voto vai espelhar a situação do país. Além disso, ele ressalta que o partido tem um trunfo a mais no esforço para reeleger a presidenta. “Agora temos o Lula leve, livre e solto”. (Págs. 1 e 4 a 7)
Empreendedores: Novo perfil de brasileiros no Vale do Silício
Pequenos empresários vão aos EUA para aprender na prática a criar e desenvolver novos negócios. (Págs. 1, 18 e 19)
Energia: Empresas pedem leilão por fontes
Estudo mostra que mudança para venda por fonte geradora e região pode incentivar alternativa ao petróleo. (Págs. 1 e 8)
Informe NY: As artimanhas no mercado de câmbio de grandes bancos sob investigação (Págs. 1 e 29)


Mosaico: Beneficência Portuguesa de SP condenada por cobrança de pacientes do SUS (Págs. 1 e 2)


Mobilidade: Os impactos da redução das tarifas após manifestações começam a aparecer (Págs. 1 e 10)


------------------------------------------------------------------------------------
EBC Serviços
Postar um comentário