Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







terça-feira, 26 de novembro de 2013

Chave de carro salva mulher de tiro no peito em Araruama

Vítima de assalto estava com outras duas mulheres em um carro. 
Elas não resistiram e entregaram tudo; mesmo assim os bandidos atiraram.

Do G1 Região dos Lagos
Chave salva mulher em Araruama (Foto: Victor Pires/Arquivo pessoal)Bala atinge chave de carro e mulher escapa de tiro no peito, em Araruama (Foto: Victor Pires/Arquivo pessoal)
Uma chave pode ter sido a salvação de uma das vítimas de um assalto na madrugada desta terça-feira (26) em Araruama, na Região dos Lagos do Rio, segundo informou a polícia. Por volta da meia-noite, três mulheres que estavam em um carro foram abordadas por dois homens armados no bairro Mataruna. Segundo a Polícia Militar, elas não teriam resistido ao assalto e entregaram as bolsas com todos os pertences. Mesmo assim, os assaltantes atiraram diversas vezes contra elas. Duas foram baleadas, uma com cinco tiros e a outra com dois. As vítimas foram socorridas e permanecem em observação.
 O carro em que elas estavam era dirigido por Adriana Pires, de 36 anos, que é gerente de uma loja de roupas na cidade. Ela dava carona a uma funcionária da loja, Isabela Mastra da Silva, de 22 anos, e à mãe da funcionária, Cláudia Ferraz Mastra, de 45 anos, até a casa delas, na Rua Oscar Clarck. As três estavam paradas em frente à casa quando um outro carro parado na rua deu marcha ré, parou ao lado do carro delas e os dois homens desceram anunciando o assalto.



Com o impacto, a chave ficou grudada com a marca do tiro junto ao corpo de Adriana, mas não entrou no peito dela.
As vítimas entregaram as bolsas com todos os pertences, que foram colocados no capô do carro. Mesmo assim, os criminosos começaram a atirar, segundo a polícia sem qualquer motivo ou reação. Isabela, que estava no banco do carona, levou dois tiros, sendo um de raspão. A mãe dela, que estava no banco de trás, não foi atingida.
Já Adriana, que estava no banco do motoristas, foi atingida com cinco tiros, sendo dois de raspão. Por muita sorte, um dos tiros pegou na chave do carro que estava na mão dela antes de atingir o peito. Com o impacto, a chave ficou grudada com a marca do tiro junto ao corpo de Adriana, mas não entrou no peito dela.
Os criminosos conseguiram fugir levando apenas quatro aparelhos de telefone celular,  deixando o restante dos pertences no local. As vítimas foram encaminhadas para a Unidade de Pronto Atendimiento de Araruama (UPA). Na manhã desta terça-feira, Isabela foi transferida para o Hospital Regional de Araruama para passar por uma cirurgia. O estado de saúde dela ainda não foi atualizado. Isabela, que estava com a chave, será transferida para o mesmo hospital na parte da tarde para fazer uma cirurgia na mão que foi atingida. Ela não corre risco de morrer.
Postar um comentário