Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







domingo, 10 de novembro de 2013

Em protesto, russo prega genitais no chão da Praça Vermelha

Em 2012, Piotr Pavlenski costurou os lábios, desafiando Vladimir Putin

Artista russo Pyotr Pavlensky pregou seus testículos em uma rua de paralelepípedos na Praça Vermelha, durante um protesto em frente ao muro do Kremlin no centro de Moscou
Artista russo Pyotr Pavlensky pregou seus testículos em uma rua de paralelepípedos na Praça Vermelha, durante um protesto em frente ao muro do Kremlin no centro de Moscou (Maxim Zmeyev/Reuters)


Completamente nu, o pintor russo Piotr Pavlenski prendeu, neste domingo, seus genitais nas pedras do pavimento da praça Vermelha, em Moscou, nas proximidades do mausoléu de Lênin, em protesto contra a "indiferença política" da sociedade russa. Ele foi levado a um hospital e, em seguida, à delegacia. Em 2012, ele havia costurado os lábios em sinal de apoio à banda russa Pussy Riot, cujas integrantes cumprem pena de prisão por terem feito uma "prece punk" contra o presidente Vladimir Putin na catedral do Cristo Salvador.
Sob chuva fina, Pavlenski se despiu e prendeu um prego através de seus genitais. Ele, então, ficou sentado olhando para o chão até a chegada da polícia, que o cobriu com um lençol e afastou os curiosos.

Em 2012, Pyotr Pavlensky costurou os lábios em protesto contra a prisão de integrantes da banda punk feminina Pussy Riot
Originário de São Petersburgo (noroeste da Rússia), Pavlenski foi conduzido rapidamente ao hospital antes de ser levado a uma delegacia de polícia, segundo a agência de notícias russa Ria Novosti.
Neste domingo, o site de notícias Grani.ru publicou uma declaração de Pavlenski explicando que sua ação — chamada de "fixação" e organizada em razão da Jornada Anual da Polícia na Rússia — "poderia ser considerada uma metáfora de apatia, da indiferença política e do fatalismo da sociedade russa moderna".
(com agência France-Presse)
Postar um comentário