Prisão de sete condenados no mensalão pode ocorrer ainda nesta segunda-feira

Na lista está o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), que não pode mais apresentar recurso que reverta a condenação
O Dia
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, pode decidir a partir desta segunda-feira pela execução da sentença de outros dez condenados do mensalão. Desses, sete podem ter a prisão decretada, entre eles estão o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), que não pode mais apresentar recursos que revertam a condenação.
José Dirceu se entregou à Polícia Federal em São Paulo
Foto:  Estadão Conteúdo
Estão na lista os deputados Valdemar Costa Neto (PR-SP), Pedro Henry (PP-MT), Pedro Corrêa (PP-PE) e Bispo Rodrigues (PL-RJ), o ex-dirigente do Banco Rural Vinícius Samarane, e o advogado Rogério Tolentino. Há ainda três condenados que vão cumprir penas alternativas, como multa e prestação de serviços à comunidade, mas que ainda não tiveram suas penas executadas.
Advogados tentarão transferência
Advogados de alguns réus que já cumprem pena em Brasília em decorrência das condenações do mensalão vão argumentar ilegalidades e arbitrariedades nas prisões ocorridas durante o final de semana para pedir a transferência dos presos para seus Estados de origem.
Nove condenados estão encarcerados em regime fechado na Penitenciária da Papuda, entre eles o ex-ministro chefe da Casa Civil José Dirceu, o deputado federal José Genoino e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. Os três têm direito ao regime semiaberto. Já as duas mulheres, Kátia Rabello (ex-presidente do Banco Rural) e Simone Vasconcelos (ex-funcionária de Marcos Valério), eram mantidas na Superintendência da Polícia Federal.
As defesas de Dirceu e Genoino foram as únicas que apresentaram já no domingo petições ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a transferência para São Paulo. No caso de Genoino, seus advogados também pediram que ele recebesse o benefício da prisão domiciliar, em decorrência dos problemas de saúde que vem enfrentando. O petista, que se recupera de uma cirurgia cardíaca, passou mal tanto durante o voo que o levou para Brasília como na primeira noite em que ficou na Papuda.
A partir desta segunda-feira (18), advogados de réus como Marcos Valério (publicitário operador do mensalão), Cristiano Paz (ex-sócio de Valério), Kátia Rabelo (ex-presidente do Banco Rural) e José Roberto Salgado (ex-executivo da instituição) também devem ingressar com petições requerendo a transferência para Minas Gerais. Mas eles argumentam que, antes mesmo de preparar qualquer documento, precisam ter em mãos cópias das cartas de sentença de cada réu.
0