Chuva obriga Justiça do Rio a cancelar audiências e prorrogar prazos processuais

Douglas Corrêa 
Da Agência Brasil, no Rio
Em razão dos transtornos provocados pelo temporal que atingiu a capital do Rio e municípios da Baixada Fluminense, a presidência do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ) decidiu suspender os expedientes interno e externo no Fórum Trabalhista de São João de Meriti, nesta quarta-feira (11). A medida considerou solicitação feita pelo juiz diretor do fórum da cidade.


Os prazos judiciais relativos aos processos em trâmite nas Varas do Trabalho localizadas em São João de Meriti ficam prorrogados para o primeiro dia útil subsequente, conforme dispõe o Parágrafo 1º do Artigo 184 do Código de Processo Civil.
A presidenta do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargadora Leila Mariano, também em virtude das fortes chuvas, suspendeu os prazos processuais em todo o estado do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (11) e no dia anterior, terça-feira (10), em virtude do temporal que atingiu o Rio de Janeiro nas últimas horas.
A magistrada considerou que o forte temporal dificultou o deslocamento da população. A desembargadora também dispensou a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) de apresentar os presos para as audiências nos fóruns do estado do Rio.
E também devido ao temporal, foi adiada a inauguração da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos. O motivo é a ausência do governador Sérgio Cabral Filho, que chegaria à cidade de helicóptero às 19h, mas cancelou a viagem por conta da chuva que atinge o Rio de Janeiro. A inauguração foi remarcada para a próxima quarta-feira (18).
0