Com mar transparente, Arraial do Cabo é considerada a capital estadual do mergulho

Reserva Extrativista Marinha tem cerca de 20 pontos de mergulho

Insturtor durante o mergulho na Reserva Estrativista Marinha de Arraial do Cabo
Foto: Hudson Pontes / Agência O Globo
Insturtor durante o mergulho na Reserva Estrativista Marinha de Arraial do Cabo Hudson Pontes / Agência O Globo
O Globo
Região dos Lagos - Um mar de impressionante transparência faz de Arraial do Cabo, distante apenas 140 quilômetros do Rio, a capital estadual do mergulho. Na semana passada, a equipe do Caderno Praias experimentou um “batismo” sob a tutela de um instrutor capacitado na orla da cidade, que, a cada ano, vê crescer a procura pelo esporte.



Mas vale um alerta: é preciso respeitar as regras da reserva extrativista e não tocar em nada, sob pena de ser obrigado a sair da água e ser proibido de mergulhar na reserva.Mergulhar em Arraial do Cabo é uma experiência semelhante à vista em documentários sobre o mar produzidos pelo Discovery Channel. Durante cerca de 20 minutos naquelas águas geladas, pode-se ver dezenas de espécies de corais, arraias e quem sabe até tubarões, segundo os guias. Sortudo, o fotógrafo Hudson Pontes nadou ao lado de uma tartaruga. No local onde mergulhei ( a reserva conta com 20 destes pontos) a visibilidade não estava muito boa e só vi muitos cardumes de peixe cão, uma espécie de tom avermelhado.
As regras são rígidas. Os barcos das 13 operadoras de mergulho autorizadas a trabalhar adotaram há dois anos algumas práticas sustentáveis e são obrigadas a separar o lixo orgânico e seco. As operadoras também não podem transportar material descartável, como copos plástico, talheres e pratos.
Para os interessados em fazer um batismo, as empresas cobram cerca de R$ 180 pela primeira experiência debaixo d’água. Há também opção de fazer cursos de formação, mas os preços variam muito, de acordo com a quantidade de mergulhos que podem ser feitos.
Os jornalistas mergulharam a convite da Operadora Sand’Mar Naútica ( www.sandmar.com.br).
0