Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Empresa de estacionamento rotativo em Macaé é alvo de denúncias

Vereador recebeu denúncia que diz que a empresa Rek Park está irregular. 
Ofícios foram encaminhados para prefeitura questionando situação.

Heitor MoreiraDo G1 Região dos Lagos
O estacionamento rotativo em Macaé, no interior do Rio, está funcionando desde a última segunda-feira (2). A novidade do novo servliço dividiu opiniões dos motoristas e agora está sendo questionada por um vereador da cidade. Igor Sardinha (PT) declarou na sessão desta quarta-feira (4), na Câmara de Vereadores, que recebeu denúncias de que a empresa Rek Park, responsável pelo estacionamento rotativo, estaria funcionando sem o alvará da prefeitura. 


''Queremos saber se a empresa Rek Parking (responsável pela administração dos serviços) possui alvará de funcionamento, já que, de acordo com alguns relatos e denúncias feitas, a mesma estaria funcionando sem autorização'', disse Igor. 
Além da dúvida sobre o alvará, o vereador disse que enviou outros ofícios para a prefeitura sobre outras irregularidades da empresa. Em um primeiro momento, ele questionou a Secretaria de Mobilidade Urbana sobre a ilegalidade de funcionários da própria empresa de estacionamento aplicarem multas em motoristas que excediam o horário estipulado para ficar estacionado. Multas devem ser aplicadas por agentes de trânsito e não por pessoas de uma empresa particular, segundo o Código de Trânsito Brasileiro.
Outro questionamento que foi feito é em relação ao destino dos valores arrecadados através do pagamento da Tarifa de Regularização, que quando paga evita a formalização da multa. No ofício, ele pergunta se os recursos vão para os cofres da empresa ou da prefeitura. 
G1 entrou em contato com a assessoria da prefeitura para saber a posição das secretarias responsáveis sobre o assunto. Em relação à atuação dos monitores sobre a aplicação de multas em motoristas, a prefeitura informou que eles não notificam os condutores, apenas dão a possibilidade de que o mesmo, em caso de constatada irregularidade, paguem tarifa de pós uso evitando, assim, a multa. Até as 18h30 desta quarta-feira (4) a assessoria não respondeu sobre a existência do alvará, apenas informou que a demanda foi encaminhada para o setor responsável e que a reposta deve sair nesta quinta-feira (5). 
Sobre o posicionamento da empresa Rek Park, a assessoria da prefeitura informou um número de um representante, mas a ligação não completava. Diversas tentativas foram feitas até as 18h15 desta quarta (4), mas o problema persistiu.
Novo estacionamento
O parquímetro começou a funcionar oficialmente na segunda-feira (2). Com o sistema eletrônico, a prefeitura quer disponibilizar mais vagas na região central da cidade. Cerca de 1.200 vagas devem ser regularizadas. São 56 aparelhos espalhados pelas ruas do Centro, e 2.200 motoristas usaram o parquímetro no primeiro dia do estacionamento rotativo.  
Segundo as regras do novo sistema, o parquímetro só aceita moedas e não devolve o troco. De acordo com o valor depositado, a máquina calcula quanto tempo o motorista pode usar a vaga. O valor máximo é de R$ 3 e permite que o motorista deixe o carro estacionado por 2 horas. A partir deste tempo, é precico renovar o ticket e procurar outro lugar para estacionar.
Postar um comentário