Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Feliz Natal! Veja as manchetes dos principais jornais desta quarta-feira, 25 de dezembro. Aeroporto Internacional de Cabo Frio amplia linhas de voos comerciais. Cidade é um dos destinos preferidos de paulistas e mineiros. Cerca de 88 voos estão previstos até o dia 31 de janeiro.

Do G1 Região dos Lagos
O Aeroporto Internacional de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, vai ficar mais movimentado no verão 2014. Com a chegada da alta temporada, companhias aéreas estão tentando colocar a cidade em suas rotas. O município é um dos preferidos dos paulistas e mineiros. A previsão é que, até o fim de janeiro, o aeroporto deve receber 88 voos comerciais.
Destes, 18 são voos regulares e 60 serão de linhas extras. Na baixa temporada, o aeroporto de Cabo Frio recebe, principalmente, voos de cargas e funcionários do setor petroleiro. Mas, com a chegada da alta temporada, novas linhas serão iniciadas partindo de Campinas, no estado de São Paulo, e de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.
Segundo a empresa de aviação responsável pelos voos, mais de 10 mil passageiros devem embarcar e desembarcar na alta temporada. Mas a Superintendência de Turismo de Cabo Frio afirma que o objeitvo é aumentar o número de voos regulares também fora do verão.


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Jornais nacionais
Folha de S.Paulo
Agora S.Paulo
O Estado de S.Paulo

IPI de carro sobe e arrecadação pode crescer R$ 950 milhões
Correio Braziliense

Votos por um Brasil melhor: O presente de Natal que eleitores do DF querem dos políticos
Estado de Minas

Uma família de presente
*
Jornais internacionais
The New York Times (EUA)
Período de inscrição para programa de saúde é novamente estendido
The Washington Post (EUA)
ONU irá incrementar força de paz no Sudão do Sul
Le Monde (França)
Católicos franceses sob o feitiço do papa Francisco
El País (Espanha)
Rei apoia "atualização" dos "acordos de convivência"
--------------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: IPI de carro sobe e arrecadação pode crescer R$ 950 milhões
Fazenda crê que pacto com a indústria evitará aumento de preço além do repasse, que setor estima em 2,2%.

O governo anunciou ontem aumento para a recomposição de alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de automóveis. A taxação varia de acordo com a cilindrada e o tipo de veículo. Com isso, o governo de Dilma Rousseff começa a retirar as medidas adotadas para amenizar o impacto da crise internacional sobre a economia doméstica. A elevação do IPI deve trazer um reforço na arrecadação de R$ 950 milhões no primeiro semestre. Junto com a alta do IPI para móveis, a estimativa de receita adicional vai a R$ 1,1 bilhão. O Ministério da Fazenda acredita que não haverá impacto sobre a inflação nem demissões em razão de pacto fechado com a indústria. As montadoras, porém, já estimam repasse de até 2,2% para os preços. A partir de janeiro, a alíquota para carros com motor 1.0 passará de 2% para 3% e, em julho, para 7%, a mesma que vigorava no início de 2012.

Vendas devem cair

A volta do IPI pega o setor automobilístico em fase de redução de vendas. A associação de revendedores estima em até 1,7% a queda em 2013 em relação a 2012. (Págs. 1 e economia B1)
Dilma sobrevoa área devastada
A presidente Dilma Rousseff sobrevoou ontem as áreas mais afetadas pelas chuvas no Espírito Santo, onde o número de mortos subiu ontem para 14. Dos 78 municípios capixabas, 48 estão sob estado de emergência. (Págs. 1 e metrópole A11)
Homicídios caem em São Paulo; roubos aumentam
A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo anunciou a maior queda na taxa de homicídios do ano: 101 casos na capital em novembro, redução de 29,9% em relação ao mesmo mês de 2012 (144 casos), quando facções criminosas promoveram uma onda de ataques a policiais. No entanto, casos de roubo de carros subiram 38,8% na capital e 324% no Estado. (Págs. 1 e metrópole A12)
Bolsa Família cresce em SP, mas índice ainda é baixo
São Paulo é proporcionalmente a capital com o segundo menor número de cadastrados no Bolsa Família, apesar do aumento de quase 50% no total de famílias inscritas no programa no primeiro ano de governo de Fernando Haddad. (Págs.1 e política A4)
Haddad proíbe som sem fone em ônibus
Decreto do prefeito Fernando Haddad proíbe desde ontem o uso de qualquer tipo de aparelho sonoro sem o uso de fone de ouvido nos ônibus da cidade de São Paulo. A restrição também se aplica a “veículos sobre trilhos”. (Págs. 1 e metrópole A11)
Ameaça ao meio ambiente
A expansão do Porto de São Sebastião foi contestada pelos Ministérios Público Federal e Estadual, que enviaram ao Ibama pedido de suspensão da licença. (Págs. 1 e metrópole A10)
ONU investiga indício de massacre no Sudão do Sul
A ONU encontrou ontem uma vala com 34 corpos de cidadãos da etnia dinka na cidade de Bentiu, no Sudão do Sul. Outras duas sepulturas, com número não determinados de corpos, foram encontradas na capital, Juba. (Págs. 1 e internacional A8)
Alessandra Gotti e Priscila Cruz: Educação sem retrocessos
Uma boa gestão pública e monitoramento constante dos resultados são fundamentais. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)
Celso Ming: Pressões do salário mínimo
Os reajustes abriram rombos nas contas públicas que têm de ser cobertos por arrecadação de impostos que, por sua vez, tirarão renda do consumidor. (Págs. 1 e Economia B2)
Notas & Informações: O teste da América Latina
Antigo sinônimo de instabilidade econômica, a região foi uma das melhores surpresas. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Votos por um Brasil melhor: O presente de Natal que eleitores do DF querem dos políticos
O Correio Braziliense percorreu o centro da cidade pedindo a cidadãos que depositassem numa urna votos de Natal para os políticos em 2014. O resultado coincide com as cobranças expressadas pelos brasileiros nas manifestações de junho. “Tenham vergonha na cara”, cobrou o estoquista Arthur Evans, 26 anos. “Espero que parem de roubar”, indignou-se o ajudante-geral Gonçalo Vieira do Nascimento, 68. São aspirações que vão perseguir os candidatos no ano que vem, analisa o cientista político João Paulo Peixoto, da UnB. “A insatisfação é latente e muito grande”, observou. Resta saber se essa indignação popular se refletirá de forma decisiva nas eleições de 2014. (Págs. 1, 2 e 3)
Jovens juízes nos tribunais
Homens e mulheres com menos de 30 anos vestem a toga e assumem e renovam a Justiça brasileira. (Págs. 1 e 22)
Alta gradual no IPI de veículos
Imposto de carro popular será aumentado a partir de janeiro. A alíquota subirá de 2% para 3% já no primeiro dia do ano. (Págs. 1 e 10)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Uma família de presente
Eles ficaram órfãos, foram abandonados ou tomados pela Justiça dos pais biológicos que não tinham condições de criá-los. E estavam em abrigos. Mas agora vivem um renascimento, simbolizado pelo menino Jesus, e ganharam novos pais, cheios de amor e carinho. Será o primeiro Natal para dezenas dessas crianças em um novo lar. Samuel é uma delas. Adotado pela supervisora de atendimento Flávia Ribeiro Batista e pelo dentista José Guilherme Pace, ele tem o futuro a lhe sorrir. "Amo o Samuel desde a hora em que o vi. É um amor diferente, sublime", diz a mãe. Em média, 200 meninos e meninas têm sido adotados por ano em Minas. Mais de 600, porém, ainda estão esperando. Que todos possam um dia receber o melhor dos presentes: uma família. (Págs. 1, 15 e 16)
Choque de poderes: STF julgará se Congresso foi omisso com homofobia (Págs. 1 e 2) 

Tributação: IPI sobre carro popular subirá um ponto em janeiro (Págs. 1 e 11)

------------------------------------------------------------------------------------
EBC Serviços

Postar um comentário