ONU lança publicação para jornalistas investigativos

Apresentada durante a 5ª Sessão da Conferência de Estados-Parte da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, que está sendo realizada esta semana na Cidade do Panamá, o escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) lançou publicação direcionada a jornalistas investigativos. Em oito capítulos, o material reúne aspectos sobre proteção ao anonimato das fontes, direito de acesso à informação e medidas autorregulatórias.
A prévia do documento pode ser lida em inglês. A versão final será disponibilizada no começo de dezembro. De acordo com as informações, a publicação tem como base o artigo 13 da Convenção da ONU contra Corrupção, que pede aos Estados-Parte para respeitar, promover e proteger a liberdade procurar, receber, publicar e disseminar informações e discursos abertos. Para a entidade, "esforços de combate à corrupção florescem melhor com a ajuda de uma cidadania informada".
A Conferência de Estados-Parte reúne aproximadamente 1.500 representantes, parlamentos, organizações inter-governamentais, sociedade civil, setor privado e mídia na Cidade do Panamá. Os debates incluem discussões sobre corrupção, agenda de desenvolvimento pós-2015, recuperação de ativos, análises de países e prevenção em grandes eventos públicos.
0-0-0-onu28Documento completo será disponibilizado em dezembro (Imagem: ONU)
0