Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Veja as manchetes dos principais jornais desta terça-feira, 17 de dezembro. ADDP vence Tamoyo e conquista Municipal Adulto de Futsal. Em jogo tenso, vitória por 4 a 3 deu o sétimo título à ADDP em nove temporadas. Clube se despede da Liga com três títulos em 2013


Exibindo addp sub17.jpg
A ADDP venceu o Tamoyo por 4 a 3 e conquistou o título do Campeonato Municipal Adulto de Futsal na noite desta segunda-feira (16). Foi o encerramento de uma campanha perfeita, com oito jogos e oito vitórias na competição.
Marcando com intensidade no início da partida, a ADDP fez 1 a 0 com William, aos 2'07. O time ampliou a vantagem com Caio, aos 15' e Lucas Tardelli, aos 15'46. Porém, permitiu a reação do Tamoyo, que com dois gols de Thiago Campos e um de Gabriel, empatou o jogo no primeiro minuto do segundo tempo.
Com uma arbitragem muito confusa, que irritou os jogadores das duas equipes, o jogo seguiu tenso por todo o segundo tempo. O empate levaria o jogo para a prorrogação, mas aos 37'48, depois de uma tabela com Caio, Lucas Tardelli fez o gol que daria o título à ADDP. 
O Tamoyo ainda tentou a estratégia do gol-linha para achar um gol que levaria a partida para a prorrogação, mas sem sucesso. Final, ADDP 4 a 3. 
A ADDP chegou à sua oitava decisão no municipal adulto em nove temporadas disputadas. Apenas no primeiro ano de vida, em 2005, o time não decidiu o título: participou do quadrangular final, mas acabou em terceiro lugar. De 2006 a 2011, foram seis títulos consecutivos; e no ano passado, a ADDP foi vice-campeã, perdendo os dois jogos da final para o Tamoyo. 
Dos sete títulos da ADDP, esta foi a terceira vez que o clube se consagra campeão invicto (já havia acontecido em 2009 e 2001). Pela segunda vez, a ADDP foi campeã ganhando todos os jogos do Municipal Adulto – a primeira vez foi em 2010 
A ADDP jogou e venceu com Mike; João Tardelli, Lucas Tardelli, William e Caio. Entraram Higor, Marcelinho, Renatinho, Kojack, Ewerton, Matheus Quintanilha, Jeferson e Rodriguinho. Matheus Duarte também foi relacionado. 


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Jornais nacionais
Folha de S.Paulo
Agora S.Paulo
O Estado de S.Paulo

Governo contesta decisão do TCU que barra leilão de porto
O Globo

Tensão no presídio: Juízes denunciam ameaça de rebelião na Papuda
Valor Econômico
image
Governo inicia reforma mineral sem o Congresso
Correio Braziliense

Carros roubados no DF circulam livres no Piauí
Estado de Minas

Multas a taxistas aceleram
Zero Hora

De volta para o verão, hermanos devem R$ 20 milhões em multas
*
Jornais internacionais
The New York Times (EUA)
Juiz questiona legalidade das gravações telefônicas da N.S.A.
The Washington Post (EUA)
Juiz diz que gravações da N.S.A. são provavelmente ilegais
The Guardian (Reino Unido)
Juiz condena NSA por transporte de dados
El País (Espanha)
Bruxelas aperta grandes clubes da Liga por receber auxílio estatal ilegal
---------------------------------------------------------------------------------------


O Globo

Manchete: Tensão no presídio: Juízes denunciam ameaça de rebelião na Papuda
Eles dizem que sistema prisional ‘está um caos’ desde a chegada dos mensaleiros.

Em documento enviado ao TJ-DF, magistrados também pedem sua remoção de cargos na VEP.

Em documento oficial enviado à Vice-Presidência do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, três juízes da Vara de Execuções Penais de Brasília denunciaram que há o risco de ocorrer uma rebelião e uma tentativa de fuga no complexo penitenciário da Papuda na próxima terça-feira, véspera de Natal. Eles pediram para ser removidos dos cargos e denunciaram a existência de uma suposta sabotagem por parte de agentes penitenciários com o objetivo de prejudicar a VEP, em razão dos conflitos surgidos desde a chegada dos mensaleiros à Papuda. Foram esses juízes que acabaram com a regalia das visitas em dias especiais. (Págs. 1 e 3)
Dia de apito antes do decreto
Um dia antes de o governo do estado publicar decreto criando um centro de referência da cultura indígena no antigo Museu do índio, ativistas entraram em confronto com a polícia e 25 pessoas foram detidas. (Págs. 1 e 12)
Esportes: Fluminense 5x0 Portuguesa, no tribunal
Clube paulista perde quatro pontos no STJ D, e tricolor volta à primeira divisão. Fla também é punido. (Págs. 1 e 32 a 34)
Colunistas: José Casado: Congresso prepara reação caso STF proíba doações de empresas em eleição (Págs. 1 e 19)

Eleições 2014: Aécio lança ações como contraponto às do PT
Já com a possível desistência de José Serra, que ontem defendeu a formalização da candidatura de Aécio Neves à Presidência pelo PSDB "sem demora", o mineiro lança hoje 12 diretrizes que orientarão o programa de governo tucano. O texto faz um contraponto às políticas do PT. (Págs. 1 e 5 e Merval Pereira)
Dinheiro público: Verba do social vai para o STJ
Para reforçar o plano de saúde do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Congresso retirou R$ 22,5 milhões que atenderiam políticas sociais e de infraestrutura. (Págs. 1 e 7)
Natal gordo na Câmara
A Câmara de Vereadores do Rio pagará R$ 868 a cada servidor para ceia de Natal, ao custo de R$ 1,9 milhão. (Págs. 1 e 1)
Doações de campanha: Alves reclama de atitude ‘invasiva’
O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, disse que o STF invadirá prerrogativa do Legislativo se proibir doações de empresas nas campanhas eleitorais. (Págs. 1 e 4)
Golpe no Grande Irmão: Juiz condena NSA por espionagem
Um juiz federal ordenou que a NSA pare a coleta de dados de 2 cidadãos, alegando indícios de inconstitucionalidade. Porém, ele suspendeu sua liminar até o governo recorrer. (Págs. 1 e 28)
Segundo caderno: Gente boa: Lula e o “bigode grosso”
Ex-presidente vira atração em casamento no Rio. Cleo Guimarães. (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Governo contesta decisão do TCU que barra leilão de porto
Gleisi Hoffmann diz ao ‘Estado’ que, ao questionar editais, tribunal ameaça criar novo gargalo de infraestrutura.

Com as concessões em áreas de portos paralisadas pelo TCU, o governo questionará pontos do acórdão que aponta falhas nos estudos que embasam os editais, informa Lu Aiko Otta. Para o Planalto, o voto elaborado pela ministra Ana Arraes, mãe do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), contém erro conceituai, ameaça criar novo gargalo de infraestrutura e pode gerar tabelamento de preços no setor. Aprovado pelos demais ministros, o voto de Ana Arraes condiciona a publicação dos editais de áreas nos portos de Santos (SP) e no Estado do Pará ao cumprimento de 19 condições. “Vamos terminar o ano sem ter como marcar data de leilão”, disse ao Estado a ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil). Ana Arraes disse que “os autos contêm a visão do TCU no processo”. (Págs. 1 e economia B1)
Licitação da BR-163
O governo leiloará hoje mais um trecho da BR-163. Serão 847,2 km de rodovia em Mato Grosso do Sul. Seis grupos se habilitaram. (Págs. 1 e B3)
Arrecadação federal bate recorde em novembro
Turbinada pelo ingresso de R$ 20,3 bilhões de receitas dos parcelamentos de débitos antigos, os Refis, a arrecadação federal de novembro alcançou R$ 112,52 bilhões e ultrapassou a marca de R$ 1 trilhão no ano. Foi um resultado recorde para o mês e a terceira melhor arrecadação mensal da história. O resultado deu um alívio temporário para as contas públicas. (Págs. 1 e economia B6)
Sem-teto e taxistas contra Haddad
Taxistas e sem-teto protestam no Viaduto do Chá, em SP, contra o prefeito Fernando Haddad (PT). Ele adiou para 2014 a decisão sobre a permanência dos táxis nos corredores de ônibus. Haddad também disse que a ocupação do antigo Cine Marrocos é insegura. (Págs. 1 e metrópole A16)
Dilma amplia gastos com programas sociais em 2014
O projeto de lei orçamentária para 2014 que deve ser apreciado hoje pelo Congresso aponta que as áreas sociais são as prioridades da presidente Dilma Rousseff para seu último ano de governo. Programas como Mais Médicos, Minha Casa Minha Vida e Bolsa Família são destinatários de grande volume de recursos. As verbas do Mais Médicos passarão de R$ 540 milhões neste ano para R$ 1,51 bilhão. O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) receberá R$ 61,79 bilhões - em 2013 recebeu R$ 51,75 bilhões. (Págs. 1 e política A4)

R$ 24,65 bi ou 0,47% do PIB será o valor destinado ao Bolsa Família; em 2013 foi 0,44%.
Prefeitura terá de criar 105 mil vagas em creches
A Justiça de São Paulo condenou a Prefeitura a criar até 2016, fim da gestão de Fernando Haddad (PT), 150 mil novas vagas em educação infantil - sendo 105 mil em creches. Metade das vagas deve ser criada em 18 meses. (Págs. 1 e metrópole A14)
Malha fina do IR retém 711 mil declarações (Págs. 1 e economia B6)

Juiz questiona ação de espionagem da NSA (Págs. 1 e Internacional A13)

Previdência e ensino são metas de Bachelet
Eleita presidente do Chile, a socialista Michelle Bachelet disse que nomeará seu gabinete até o fim de janeiro, informa o enviado especial Guilherme Russo. Universidade gratuita e barateamento da previdência privada são prioridades. (Págs. 1 e internacional A10)
Lusa cai e Flu fica na Série A
Torcedores lamentam: Portuguesa perdeu 4 pontos e caiu para a Série B. Dirigentes dizem que vão à Justiça comum. (Págs. 1 e esportes A20)
José Paulo Kupfer: Fla-Flu no comércio exterior
Quem defende prioridade para acordos multilaterais e o fortalecimento da OMC não se bica com os adeptos dos acordos regionais. (Págs. 1 e Economia B6)
Humberto Dantas: A política passa por São Paulo
No debate de financiamento de campanha, deixamos de considerar a importância da chegada ao poder. Nesse cenário São Paulo é elemento central. (Págs. 1 e espaço aberto A2)
Notas & Informações: Continua a farsa argentina
O governo de Cristina Kirchner vive de expedientes e de remendos e o Brasil paga parte da fatura. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Carros roubados no DF circulam livres no Piauí
Pelo menos 20% dos 80 veículos apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em operação no interior do Piauí, na semana passada, são do Distrito Federal, nove são de Goiás e ainda há 39 sem identificação do estado de origem. Quadrilhas que atacam em Brasília levam esses carros por um trajeto de 1.917 km praticamente sem riscos de serem incomodadas peia polícia. Nos 1.100 km que vão da capital da República a Barreiras (BA), há apenas três postos de fiscalização da PRF e nenhum nos 817 km seguintes até Floriano (PI). Na região, os veículos são vendidos a terceiros por cerca de 20% do preço. A rota preferida das quadrilhas, no entanto, é Bolívia e Paraguai, onde elas trocam os veículos por armas e drogas, segundo a PRE. Mesmo quando alvo de blitz, esses carros dificilmente acabam detidos, porque muitos são adulterados ainda no DF e seguem viagem com placas e documentos falsificados. (Págs. 1 e 8)
Justiça manda parar obras de Belo Monte (Págs. 1 e 13)

Crédito: Empresas do Brasil correm risco de ter nota reduzida
Em relatório, a agência de classificação de risco Fitch avalia que empresas brasileiras podem ter a nota de crédito rebaixada e enfrentar problemas para conseguir financiamento em 2014 "devido às condições econômicas fracas". (Págs. 1 e 11)
Justiça dos EUA ataca a espionagem
Um juiz do Distrito de Columbia considerou inconstitucional o monitoramento da internet e dos telefones feito pela Agência de Segurança Nacional e pode determinar a suspensão dos trabalhos. Além do rastreamento interno, a NSA investigou até dirigentes de outros países, como a presidente Dilma. (Págs. 1 e 16)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Multas a taxistas aceleram 
Infrações crescem 22,6% de 2012 para este ano e a parada em local proibido é a principal.

Levantamento do Estado de Minas na Ouvidoria-Geral do Município, baseado em notificações da BHTrans, mostra que as ocorrências envolvendo táxis subiram de 4.145 entre janeiro e outubro do ano passado para 5.081 no mesmo período de 2013.O percentual de registros que gerou multas saltou de 81% para 91%. Em sentido contrário, as suspensões de motoristas por casos graves caíram de 16% para 10,5%.

Aguardar passageiro em área de parada proibida, como na situação ao lado, respondeu por 1.182 infrações, 23% do total, todas punidas com multa e 51 com a suspensão da permissão. Os condutores reclamam que faltam espaços para embarque e desembarque. Mas, o levantamento também aponta outras ocorrências graves, como o desrespeito a passageiros e embriaguez, que resultaram em punições a 180 taxistas. (Págs. 1 e 17 e 18)
Rio de Janeiro: Protesto de indígenas termina em confusão com a PM e prisões (Págs. 1 e 7)

Pesquisa: Minas tem o sexto melhor sistema judiciário do Brasil (Págs. 1 e 2)

Saúde: ANS acaba com plano da Santa Casa
Decisão da Agência Nacional de Saúde Suplementar obriga a Fundação Santa Casa a transferir, num prazo de 30 dias, todos os 102 mil usuários do plano de Belo Horizonte para outra operadora. Determinação ocorreu após processo que identificou problemas financeiros e administrativos no serviço. (Págs. 1 e 13)
Auxílio-moradia: Deputados votam hoje fim do bônus
Os 77 parlamentares estaduais decidirão se acabam com a ajuda mensal de R$ 2.850, que se soma ao salário de R$ 20.042,35, para todos ou somente para quem tem casa em BH ou na região metropolitana. Segundo a Assembleia, até ontem 25 deputados já haviam aberto mão espontaneamente da verba. (Págs.1 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: PCR usa avião para corrigir o IPTU
Em entrevista à JC News, o secretário de Finanças Roberto Pandolfi revelou que voos fotográficos mapeiam o Recife para atualizar a planta de valores da prefeitura. (Págs. 1 e Economia 1)
É dia de reencontro entre Dilma e Eduardo
Presidente vem ao Estado pela primeira vez desde o rompimento do governador. Ela participa de duas cerimônias em Suape e agenda não prevê pausa para conversa política. (Págs. 1 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: De volta para o verão, hermanos devem R$ 20 milhões em multas
Acumulada nos últimos cinco anos, dívida revela dificuldade de cobrar motoristas de países vizinhos. (Págs. 1 e 26)
Boate Kiss: Polícia Civil vai fazer novos indiciamentos
Estudo de impacto de vizinhança teria fraudes. (Págs. 1 e 3 - Tulio Milman)
Apelo à tolerância
Confusão em voo com o filho Otávio, que é autista, levou Silvia a fazer alerta sobre dificuldade de atendimento a casos como o dele. (Págs. 1 e 30)
IR 2013: O que fazer se você caiu na malha fina (Págs. 1 e 16)

------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Concessão da Ponte Rio-Niterói deve ter novo leilão
Primeira concessão rodoviária do país vence só em 2015, mas a sua renovação já está em plena discussão. O Palácio do Planalto acredita ser possível, em nova licitação, conseguir um pedágio mais baixo, compatível com o resultado dos últimos leilões. A concessionária CCR e o governo do Rio acenam com mais investimentos para manter o contrato de 1995. (Págs. 1 e 6)
Petrobras vai investir US$ 120 bi em cidades fluminenses
Graça Foster, presidente da estatal, informou que as nove unidades de produção entregues este ano vão acrescentar 1 milhão de barris de óleo por dia à capacidade instalada. Desse total, mais de 600 mil sairão de campos do Estado do Rio de Janeiro. (Págs. 1 e 10)
Energia: Eletrobras briga com a União por R$ 12 bilhões
O presidente da estatal, José da Costa Carvalho Neto, diz que depende desta verba para compor investimento total de R$ 150 bilhões. Os recursos são relativos à indenização de concessões antecipadas. (Págs. 1 e 7)
Brasil disputa com o Japão o quarto mercado da Bayer
“Em euros, a posição já é do país”, diz o presidente do Grupo Bayer no Brasil, Theo van der Loo. (Págs. 1 e 12)
Cesar Maia: ‘Dilma é mais contundente do que a oposição’
Pré-candidato do DEM ao governo do Rio de Janeiro, o ex-prefeito também considera a oposição fraca. (Págs. 1 e 3)
Relatório D.C.: Um panorama do que foi e o que será o cenário econômico brasileiro (Págs. 1 e 8)
------------------------------------------------------------------------------------
EBC Serviços
Postar um comentário