Veja as manchetes dos principais jornais desta quarta-feira, 18 de dezembro. Búzios decreta situação de emergência. Chuva forte alagou pelo menos quatro bairros. Bombeiros tiveram que retirar famílias ilhadas.

Principal acesso à cidade está interrompido devido ao volume de água
  • Moradores fazem protesto na manhã desta quarta-feira

  • Homem usa bote para se locomover em rua alagada no bairro de Manguinhos, em Búzios Foto: Foto da leitora Thainá Barreto / Twitter
    Homem usa bote para se locomover em rua alagada no bairro de Manguinhos, em Búzios Foto da leitora Thainá Barreto / Twitte
    PAULO ROBERTO ARAÚJO/O Globo
    A forte chuva que atingiu Armação dos Búzios, na Região dos Lagos, deixou o município isolado na madrugada desta quarta-feira. Foram cerca de duas horas de chuva, o suficiente para deixar alguns bairros completamente alagados. A Avenida José Bento Ribeiro Dantas, principal acesso a Búzios, está interrompida por causa de um grande alagamento na altura de Manguinhos. Também há problemas graves de inundação nos bairros da Rasa, Cem Braças, Manguinhos e no Trevo do Barbuda.7


    -----------------------------------------------------------------------------------------
    Jornais nacionais
    Folha de S.Paulo
    Agora S.Paulo
    O Estado de S.Paulo

    Governo recua e mantém prazo para ABS e airbag
    O Globo

    Tensão no presídio - Risco de rebelião na Papuda leva a reforço na segurança
    Valor Econômico
    image
    Governo inicia reforma mineral sem o Congresso
    Correio Braziliense

    Governo recua e mantém carros com air bag e ABS
    Estado de Minas

    BH na contramão
    Zero Hora

    Governo recua e exige airbag a partir de 2014
    *
    Jornais internacionais
    The New York Times (EUA)
    Senado pede à CIA para compartilhar estudo sobre detenções
    The Guardian (Reino Unido)
    A repressão de Cameron a migrantes
    El País (Espanha)
    Blesa, o filho mais velho de Aznar: "Caja Madrid não é a minha fazenda"
    ------------------------------------------------------------------------------------------------
    O Globo

    Manchete: Tensão no presídio - Risco de rebelião na Papuda leva a reforço na segurança
    Governo do Distrito Federal vai ampliar efetivo de policiais e fazer revistas nas celas

    Cadeia onde estão os condenados pelo mensalão terá visitas monitoradas às vésperas do Natal, após denúncia de juízes da Vara de Execuções de que fuga está sendo organizada numa unidade do complexo penitenciário

    A Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal anunciou que vai ampliar a segurança no complexo penitenciário da Papuda, com mais policiais militares, civis, bombeiros e agentes do Detran. Foi uma reação à denúncia de juízes da Vara de Execuções Penais de que estão sendo planejadas uma rebelião e uma fuga na próxima terça-feira, véspera de Natal. Um dos motivos da tensão no presídio, segundo os juízes, é o caos provocado pela concessão de regalias aos condenados do mensalão, como visitas especiais às sextas-feiras. Agentes prisionais vão revistar as celas, em busca de túneis para fuga e armas. (Págs. 1 e 7)

    PF reduziu operações

    Relatório da Federação Nacional de Policiais Federais aponta redução de investigações de corrupção de 2007 a 2013. (Págs. 1 e 9)
    Eleições
    Críticas e mudança

    Ao lançar as diretrizes tucanas para 2014, Aécio Neves criticou o PT e disse que o PSDB é o partido da mudança. O governador Geraldo Alckmin defendeu a candidatura de José Serra ao Senado. (Págs. 1, 3, 4 e Merval Pereira)

    Afagos e recados

    Dilma e o governador Eduardo Campos trocaram elogios e recados. Ele disse que talvez seja a última vez que a recebe; Dilma, diante das críticas ao baixo crescimento, afirmou: “O Brasil é do tamanho que quisermos." (Págs. 1 e 3)
    Em ano eleitoral, mais verba para social
    Orçamentos de Educação, Saúde e Desenvolvimento Social serão os de maior crescimento em 2014. (Págs. 1 e 6)
    Governo recua: Airbag e freio ABS serão obrigatórios
    Após críticas de especialistas, o governo desistiu de adiar a exigência de freios ABS e airbags para veículos fabricados no país. Com isso, a nova regra entra em vigor em janeiro. Para compensar as montadoras, que ameaçaram demitir, o governo pode reduzir impostos. (Págs. 1 e 25)
    Mais dinheiro no bolso: Tarifa de gás cairá até 66% no Rio
    A tarifa de gás cairá de 6% a 66% em janeiro, beneficiando consumidores residenciais, indústrias e comércio do Rio. Já a mudança na conta de luz foi adiada para 2015. (Págs. 1 e 27)
    Municípios em alta: Petróleo turbina cidades do estado
    Com o petróleo, 5 municípios médios do Rio (Campos, Macaé, Cabo Frio, Rio das Ostras e Angra) dobraram a fatia no PEB do país em 13 anos. As capitais perderam espaço. (Págs. 1 e 23)
    Votação polêmica: Receita de royalty pode cobrir rombo
    Se Alerj aprovar projeto hoje, governo do estado ficará autorizado a antecipar R$ 4,8 bilhões para cobrir rombo no Rio Previdência. (Págs. 1 e 12)
    Extra de R$ 4.700: Juízes querem auxílio-moradia
    O Tribunal de Justiça do Rio quer pagar auxílio-moradia a 841 juízes, ao custo total de R$ 46 milhões por ano. Alerj vota proposta hoje. (Págs. 1 e 13)
    Colunistas
    Elio Gaspari: A síndrome de Virgínia Lane e a Comissão da Verdade. (Págs. 1 e 20)

    Zuenir Ventura: Rio precisa de pacto anticaos das chuvas. (Págs. 1 e 21)

    Roberto DaMatta: O importante debate sobre doações em eleição. (Págs. 1 e 21)
    ------------------------------------------------------------------------------------
    O Estado de S. Paulo

    Manchete: Governo recua e mantém prazo para ABS e airbag
    Obrigatoriedade dos itens de segurança nos carros novos entra em vigor dia 1º; Kombi pode ser exceção

    Diante da repercussão negativa, o ministro Guido Mantega (Fazenda) recuou e informou que será mantida a exigência de que todos os carros fabricados no País a partir de 1º de janeiro contenham airbag e freios ABS. O ministro, que alegava estar preocupado com inflação e demissões, disse ontem que a inclusão dos itens de segurança resultará em aumento de 4% a 8% no preço ao consumidor, mas acertou com as montadoras que os trabalhadores manterão o emprego. A regra que prevê a instalação dos equipamentos é de 2009. A exceção pode ser a Kombi, cujo fim foi anunciado pela Volkswagen, já que o veículo não comporta a instalação dos equipamentos. Existe a possibilidade de que o utilitário seja produzido por mais dois ou três anos, sem os itens. Segundo Mantega, nenhum concorrente se opôs. Modelos como Celta, Gol G4 e o Uno Mille devem ser extintos. (Págs. 1 e Economia B4)

    Sem IPI reduzido

    Guido Mantega afirmou que não serão mantidas as atuais alíquotas reduzidas do IPI para os automóveis. O imposto subirá gradativamente a partir de janeiro. (Págs. 1 e B4)
    Snowden diz que pode ajudar País a investigar espionagem
    O ex-agente americano Edward Snowden divulgou uma “carta aberta ao povo do Brasil”, agradecendo pela pressão contra a NSA e se dispondo a ajudar nas investigações sobre o roubo de informações no País. A interpretação de que a mensagem representasse um pedido de asilo desencadeou intenso debate em Brasília. Mas o jornalista Glenn Greenwald disse que Snowden não solicitou nenhum asilo. (Págs. 1 e Internacional A14)
    Fotolegenda: 'Desafiantes' vão às ruas
    Prováveis adversários de Dilma Rousseff em 2014, Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB) indicaram como deve ser a campanha. Campos (na foto, com a presidente em PE) quer manter pontes com o lulismo. Aécio fala em “oposição em adjetivos". (Págs. 1 e Política A4)
    Juízes relatam clima tenso na prisão da Papuda
    O TJ do DF negou pedido de juízes que atuam na Vara de Execuções Penais em Brasília e queriam deixar de atuar em casos relacionados à Papuda. O presídio, onde estão condenados do mensalão, tem ameaças de rebelião. (Págs. 1 e Política A9)
    Eletropaulo terá de devolver R$ 626 milhões
    A Aneel constatou inexistência de grande quantidade de fiação declarada e determinou que a AES Eletropaulo devolva R$ 626,052 milhões aos consumidores. Com isso, os reajustes de energia de algumas cidades paulistas devem ser menores. (Págs. 1 e Economia B1)
    Protesto de 26 horas
    O índio Urutau Guajajara é retirado da árvore onde resistia à desocupação do Museu do Índio, no Rio. (Págs. 1 e Metrópole A18)
    Gasolina mais cara preocupa venezuelanos (Págs. 1 e Internacional A10)

    CCR vence concessão de trecho da BR-163 em MS (Págs. 1 e Economia B5)

    Bovespa deve ter o pior resultado do G-20 (Págs. 1 e Economia B12)

    José Néumanne
    Doar para partidos

    A Justiça tem de ser ágil, certeira e impiedosa para pôr fim à prática indecente do caixa 2 somente pelos partidos. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)
    Dora Kramer
    Abre-alas

    Na nota em que Serra defende a formalização da candidatura de Aécio não há palavra sobre desistência ou persistência dele na corrida presidencial. (Págs. 1 e Política A6)
    Roberto DaMatta
    Doações e presentes

    O tema das doações das empresas abre o debate sobre os níveis de influência a que estamos implícita ou explicitamente sujeitos. (Págs. 1 e Caderno 2, C10)
    Notas & Informações
    O previsível caos aéreo

    O setor aeroportuário enfrenta um atraso que envergonha o País e não vai melhorar com remendos. (Págs. 1 e A3)
    ------------------------------------------------------------------------------------
    Correio Braziliense

    Manchete: Governo recua e mantém carros com air bag e ABS
    A determinação para que todos os veículos produzidos no país saiam de fábrica equipados com air bags e freios ABS começa a valer mesmo a partir de janeiro de 2014. Na semana passada, o ministro Guido Mantega chegou a anunciar a decisão do governo de adiar a exigência da instalação dos itens de segurança. Havia o temor de desgaste eleitoral devido a possíveis alta de preço e demissões no ABC Paulista, reduto histórico do PT. Mas a forte repercussão negativa obrigou o Planalto a desistir do adiamento. Com isso, as linhas de montagem da Kombi, da Volkswagen, e do Une Mille, da Fiat — que não teriam condições de receber airbags nem ABS —, seriam desativadas. No entanto, a montadora alemã ainda negocia uma alternativa para a Kombi. Uma reunião, na segunda-feira, pode decidir pela manutenção do modelo no mercado por mais dois anos. (Págs. 1 e 8)
    Eleições
    Aécio mostra propostas e critica o PT

    Depois de elogiar José Serra, que desistiu da disputa interna, o senador do PSDB lançou cartilha com ideias para o país. “Propostas do Brasil real, que se contrapõem ao Brasil virtual da propaganda oficial,” provocou. (Págs. 1 e 5)

    Clima estranho em Pernambuco

    Candidatos à Presidência, Dilma e Eduardo Campos trocaram elogios ontem. Mas também houve saia justa no encontro. (Págs. 1 e 5)
    Mensalão adia início do SUS para os presos
    Prevista para novembro, a ampliação no atendimento de saúde nos presídios foi suspensa pelo governo, Havia o temor de que as regalias dadas no caso de José Genoino provocassem repercussão negativa. (Págs. 1 e 2)
    Congresso cria 94 cargos para novos partidos (Págs. 1 e 4)

    Espionagem: Brasil dirá não a Edward Snowden
    Suposto pedido de asilo para o norte-americano que expôs a violação de comunicações já é debatido no Congresso. Mas há expectativa de que o Planalto negue o benefício. (Págs. 1 e 14)
    Câmara do DF: Salários passam de R$ 51 mil 
    Lento para aplicar a lei que determina transparência na folha salarial, o legislativo local paga altos vencimentos. Há servidores que ganham mais que os distritais. (Págs. 1 e Coluna Eixo Capital, 25)
    ------------------------------------------------------------------------------------
    Estado de Minas

    Manchete: BH na contramão
    Transporte coletivo encolhe e o individual aumenta, abarrotando ruas e avenidas de veículos

    Moradores da Grande BH estão trocando o ônibus e metrô por carros e motos, o que ajuda a explicar a piora no trânsito. O percentual da população que usava os meios de massa em seus deslocamentos caiu de 44,2% em 2002 para 31,4% em 2012. Na mesma comparação, o uso de transporte individual saltou de 18,2% para 30,8%. O resultado é que, com as ruas mais congestionadas, o tempo médio de viagem aumentou, no caso dos meios individuais, de 23 para 32 minutos, e nos coletivos, de 42 para 62 minutos, ou seja, mais de uma hora. Os dados são da Pesquisa Origem Destino, apresentada ontem pela Secretaria de Estado de Gestão Metropolitana.

    Não motorizados

    O percentual daqueles que não usavam veículos a motor para se deslocar variou pouco: de 37,4% para 37,7%.

    Gente X Veículos

    Enquanto a população da RMBH cresceu 10%, a frota mais do que dobrou, chegando a 2,45 milhões de veículos.

    Ricos X Pobres

    O uso de meios individuais sobe junto com a renda, chegando amais de 80% na faixa acima de 20 salários mínimos. (Págs. 1, 17 e 18)
    Aécio lança propostas e alfineta o governo PT
    O senador mineiro Aécio Neves (PSDB) apresentou ontem cartilha com 12 ações da legenda para a disputa eleitoral do ano que vem e defendeu uma “mudança de verdade” no Brasil. Segundo ele, o país está no momento de “começar um novo ciclo”. Em discurso, Aécio elogiou a decisão de José Serra de desistir da escolha interna à candidatura ao Palácio do Planalto. (Págs. 1 e 3)
    Assembleia: Deputados aprovam o fim do auxílio-moradia
    Projeto de lei que acaba como pagamento da verba de R$ 2.850 para parlamentares que têm imóvel na capital ou na Grande BH foi aprovado em primeiro turno. (Págs. 1 e 5)
    Carros novos: Airbag e ABS passam a ser obrigatórios em janeiro (Págs. 1 e 11)

    ------------------------------------------------------------------------------------
    Jornal do Commercio

    Manchete: Dilma anuncia recursos para obras de mobilidade
    Presidente promete investir R$ 2,9 bilhões em projetos como o Arco Metropolitano, que facilitará o acesso às cidades do Complexo de Suape. No Recife, há previsão de obras do VLT, corredores de ônibus e navegabilidade do Rio Capibaribe.

    Tratamento frio

    Apesar do desconcerto entre Dilma e Eduardo, que deve se lançar candidato de oposição à presidência, diplomacia marcou visita, primeira após rompimento.

    Tuitada

    Depois de participar de evento ao lado do governador, Dilma Rousseff disse no microblog Twitter: “Pernambuco merece mais”.

    Governador

    Na visita ao estaleiro, Eduardo disse que aquele devia ser o último evento, como governador, ao lado da petista. (Págs. 1 e 3 a 5)
    Governo recua e vai exigir airbag em carros novos
    Adiamento da medida foi cogitado porque fabricantes ameaçaram com demissões em massa. Veículos terão que incluir itens de segurança já em 2014. (Págs. 1 e Economia 3)
    Brasileiras refugiadas em embaixada na Noruega são liberadas (Págs. 1 e 12)

    ------------------------------------------------------------------------------------
    Zero Hora

    Manchete: Governo recua e exige airbag a partir de 2014
    Depois de criar expectativa de adiamento, Planalto confirma exigência de itens de segurança em carros que saírem de fábrica,além de manter aumento do IPI. (Págs. 1 e 20)
    Cidades: Caxias passa Canoas entre as mais ricas
    Melhor desempenho no campo provocou troca de posições no ranking do PIB municipal. (Págs. 1 e 18)
    Pedal na tomada
    Contran encerra polêmica e diz que bicicleta elétrica como a de Maria é... bicicleta. (Págs. 1 e 32)
    Caso Snowden: ONU vota hoje projeto contra a espionagem
    Documento foi elaborado por Brasil e Alemanha, que se sentiram lesados por agência dos EUA. (Págs. 1 e 28)
    ------------------------------------------------------------------------------------
    Brasil Econômico

    Manchete: Diretores de banco no país têm salário de presidente
    Os profissionais de bancos de investimento são os mais bem remunerados do país, com vencimentos de até R$ 3 milhões ao ano, entre salário e remuneração variável, mostra pesquisa. As instituições estão adotando cada vez mais a prática dos EUA e da Europa de pagar bônus em ações, que só podem ser vendidas após três anos de desligamento da empresa. (Págs. 1, 18 e 19)
    Airbag e ABS: Mantega recua e mantém exigência
    Os itens entrarão em todos os automóveis produzidos a partir de 2014. “Estávamos preocupados com o impacto no emprego e aumento de custos”, disse o ministro da Fazenda. Neste caso, a segurança falou mais alto. (Págs. 1, 7 e 17)
    Brinquedos: Estrela se associa ao inimigo
    Os fabricantes chineses agora respondem por 35% da produção da empresa brasileira, que vai antecipar lançamentos de 2014 para driblar a perspectiva de vendas fracas no primeiro semestre devido à Copa. (Págs. 1 e 11)
    Aécio Neves: ‘Petrobras e o BNDES viraram instrumentos de projeto de poder’ (Págs. 1 e 3)

    Rodovia: CCR vence leilão da BR-163/MS, com deságio de 52,74% (Págs. 1 e 5)

    PIB: Capitais perdem ainda mais importância na geração de renda (Págs. 1 e 6)

    ------------------------------------------------------------------------------------
    EBC Serviços

    0