Bom dia. veja as manchetes dos principais jornais desta quinta-feira, 23 de janeiro. Projeto "Informatizando para se Conectar" chega a Tamoios, segundo distrito de Cabo Frio. Cursos de informática gratuitos serão oferecidos aos inscritos no núcleo do Idoso.


Exibindo 24.01 - Wanderson do Samburá.JPG
Texto e foto: Katyuscia Chaparral 

Foram abertas no Núcleo do Idoso do Distrito de Tamoios as inscrições para o projeto “Informatizando para se Conectar”, que tem como objetivo oferecer cursos de informática, totalmente gratuitos, para as pessoas cadastradas no Núcleo. 
Segundo o superintendente do Núcleo do Idoso, Wanderson do Samburá, o projeto será realizado dentro de um ônibus, totalmente equipado, oferecendo cursos com duração de três meses, com aulas duas vezes por semana para cada turma. 
As inscrições podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8 às 12h, na sala 3 do térreo na subprefeitura de Tamoios, sendo necessária apenas a apresentação da xerox da identidade, do CPF e do comprovante de residência, além de um comprovante do cadastro no núcleo. 
Wanderson lembra que o curso é exclusivo para a melhor idade, sendo necessário que os interessados tenham, no mínimo, 60 anos.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Barbosa ataca colegas que não decretaram prisão de João Paulo

Correio Braziliense

Depois de duas tragédias em três meses, o governo interditou o viaduto da QNN 5/7, em Ceilândia

Estado de Minas
Notícias de um país surreal

Jornal do Commercio

Feras contam os minutos: Será divulgado, hoje, às 11h, o listão com o nome dos 6.607 alunos aprovados no vestibular da UFPE

Zero Hora

14 mil na fila por consulta com ortopedista na Capital

Brasil Econômico

Refeição fora de casa ainda vai pressionar a inflação
Radiobras


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Barbosa ataca colegas que não decretaram prisão de João Paulo
Presidente do STF diz que tomaria decisão mesmo se estivesse interinamente no cargo

Sem citar nomes, o presidente do STF, Joaquim Barbosa, criticou, em Paris, os ministros Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski, que o sucederam no comando interino do Supremo, por não terem assinado o mandado de prisão do deputado e ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha (PT-SP), condenado no processo do mensalão. Barbosa está em férias desde o dia 7. “Se eu estivesse como substituto jamais hesitaria em tomar essa decisão”, disse. Sobre Cármen Lúcia, ele afirmou: “Não sei qual foi a motivação. Ela não me telefonou, não falou comigo”. Para Barbosa, a decisão de prender o deputado poderia ter sido tomada por quem o substituísse: “O que está havendo é uma tremenda personalização de decisões que são coletivas, mas que querem transformar em decisões de Joaquim Barbosa”. Até 21h30, Cármen Lúcia e Lewandowski não haviam comentado as declarações. (Págs. 1 e Política A4)
60% dos novos médicos de SP são reprovados em exame
Quase 60% dos recém-formados em escolas de Medicina de São Paulo não atingiram o critério mínimo no exame do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), realizado em novembro. Dos 2.843 participantes que fizeram a prova, 1.684 acertaram menos de 72 das 120 questões. O resultado foi considerado “ridículo” pelo coordenador do exame, Bráulio Luna Filho. (Págs. 1 e Metrópole A14)
Minha Casa entregou menos para pobres
Programa vitrine do governo PT, o Minha Casa Minha Vida, em sua segunda fase, vem entregando em ritmo mais lento as moradias destinadas à população de baixa renda, onde se concentra o déficit habitacional. O programa conseguiu entregar, até o fim de 2013, 75% das moradias contratadas às famílias de classe média e 15% às com renda de até R$ 1,6 mil. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)
Fotolegenda: Protesto por moradias
Manifestantes, liderados pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, reúnem-se ao lado do Estádio do Morumbi para pedir mais moradias. O governo prometeu fazer análise topográfica, necessária para a construção de casas, na ocupação Nova Palestina. (Págs. 1 e Metrópole A20)
Venezuela muda política cambial
A Venezuela anunciou ontem uma nova política cambial, que representa, na verdade, uma desvalorização disfarçada do bolívar, segundo economistas. (Págs. 1 e Internacional A12)
Trens param e Rio vive caos no transporte (Págs. 1 e Metrópole A19)

Fifa cobrará de Dilma segurança na Copa (Págs. 1 e Esportes A22)

Receita arrecada R$ 1,14 trilhão
Com recursos extraordinários, a Receita Federal atingiu o recorde de R$ 1,14 trilhão em arrecadação de tributos. A desoneração custou aos cofres do governo R$ 77 bilhões. (Págs. 1 e Economia B4)
Eugenio Bucci 
Rolezinho e roleta-russa

Os rolezinhos serão instrumentalizados. Vem complicação por aí, sobretudo porque teremos uma recidiva das manifestações de junho. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)
Thomas L. Friedman 
WikiLeaks, seca e Síria

Telegrama do WikiLeaks antecipou brilhantemente como as tensões ambientais, como a estiagem, alimentariam a insurgência na Síria. (Págs. 1 e Visão Global A11)
Notas & Informações
A lógica da infidelidade

Dilma Rousseff vai escancarar as portas do governo para “aliados” que garantirão o PT no poder. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: O milagre
As cenas do atropelamento chocaram o Brasil. Mas João Pedro, 5 anos, e a avó, Vilma, 56, saíram debaixo do carro com ferimentos leves. “Foi Deus que colocou a mão", diz Vilma. 0 menino, atingido duas vezes pelo veículo, já até brincou de bola. A polícia de Anápolis investiga se o motorista estava em alta velocidade. (Págs. 1 e 24)


O descaso

Depois de duas tragédias em três meses, o governo interditou o viaduto da QNN 5/7, em Ceilândia. O alagamento causou a morte de Manoel Júnior, 20 anos, na terça-feira. Mas o problema era conhecido desde outubro, quando Geovana Oliveira, 3, faleceu no local. GDF reconhece que houve demora nas obras. (Págs. 1 e 22 e visão do correio, 14)


O abuso

Crime de trânsito, dano ao patrimônio público e corrupção de menores. Na cadeia, sem direito à fiança, Jonathan Saboia pode pegar até 11 anos de prisão pela noite de irresponsabilidades. Bêbado, ele capotou o carro na Esplanada e quebrou uma vidraça do Congresso. Ainda levava um rapaz de 17 anos no veículo. (Págs. 1 e 25)
Dilma lança manual de repressão padrão Fifa
O governo federal elaborou uma cartilha para controlar protestos e manifestações nos próximos meses. O documento, ainda a ser publicado, autoriza o uso de armas não letais e cria Centros de Comando longe das áreas de conflito. Especialistas veem medidas com ressalvas. Em outra frente, Planalto designou ministros para atuar no imbróglio dos rolezinhos. (Págs. 1 e 7, 8, Tereza Cruvinel, 4 e superesportes)
Óleo no Paranoá provoca cizânia
O GDF responsabiliza as caldeiras do Palácio do Planalto pelo vazamento de 3,2 mil litros de substância poluente no lago. Após a Secretaria da Presidência responder que a afirmação é precipitada, autoridades locais vão aguardar resultados definitivos. Multa pode chegar a R$ 50 mil. (Págs. 1 e 21)
Ministério vale o adeus à consultoria
Investigado por ser sócio de uma empresa que teve contrato com prefeituras petistas, conforme antecipou o Correio na terça-feira, Artur Chioro deixará os negócios para assumir a Saúde. (Págs. 1 e 2)
Mal-estar à francesa no Supremo
De Paris, o presidente do STF, Joaquim Barbosa, criticou os colegas por não assinarem o mandado de prisão do deputado João Paulo Cunha (PT-SP). As declarações foram mal recebidas por integrantes do Supremo e pela defesa do petista. (Págs. 1 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Notícias de um país surreal
Não pague. Comunidades virtuais foram criadas no Facebook para denunciar preços de arrepiar até os bigodes do mestre do surrealismo, Salvador Dalí. A onda começou no Rio, pedindo boicote a coco vendido a R$ 6 e misto quente de R$ 20 nas praias. Logo chegou a outras capitais. A BH $urreal – não pague surgiu domingo e já atraiu 7,8 mil seguidores. Casa de show cobrando R$ 5 por água mineral e bar vendendo 300g de batata frita por R$ 21,90 estão entre os repudiados. A ideia é simples: deixar de comprar até os preços voltarem a ser reais. Abra o olho!

Daqui

Em BH, o assombro não vem apenas dos preços exorbitantes. A Polícia Militar parou de prender flanelinhas irregulares por exercício ilegal da profissão, mesmo a lei determinando multa e cadeia para os que não têm autorização do poder público. O curioso é que a PM se ampara em sentença do Supremo Tribunal Federal, que considerou a questão menor, sujeita a penas administrativas. Se está difícil para quem usa carro, complicou também para passageiros de avião. Dois pousos foram abortados no aeroporto da Pampulha devido à presença na pista de capivaras, que se multiplicam sem controle na lagoa. E os fatos inusitados não pipocam só na capital. Em Paraguaçu, no Sul de Minas, os vereadores interromperam as férias por um dia. Motivo: votar aumento de salário para eles mesmos, para o prefeito e para os secretários. Depois voltaram para o “merecido descanso”.

Dali

De Brasília chegam mais ocorrências bizarras. O novo ministro da Saúde, Arthur Chioro, antes mesmo de assumir o cargo já é investigado por ter uma consultoria, a Consaúde, que presta serviço a prefeituras. Ele deve deixar a empresa ● No Palácio do Planalto, o vazamento de uma caldeira da cozinha produz mancha de óleo no Lago Paranoá ● E por falar em lago, apesar de as chuvas terem causado destruição e morte Brasil afora, os reservatórios das hidrelétricas estão baixos, obrigando ao uso de termelétricas e com risco de contas mais caras. (Págs. 1, 3, 5, 10, 12, 17 e 18)
Perrellas: Justiça autoriza quebra de sigilos bancário e fiscal
O senador Zezé Perrella e o filho, o deputado estadual Gustavo Perrella, são investigados por improbidade administrativa. Família teve R$ 14,5 milhões em bens bloqueados. (Págs. 1 e 2)
Saúde: Vacinação gratuita contra HPV começa em 10 de março (Págs. 1 e 24)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Feras contam os minutos
Será divulgado, hoje, às 11h, o listão com o nome dos 6.607 alunos aprovados no vestibular da UFPE, o mais disputado do Estado. No site da Covest, estudantes que não entrarem na relação podem saber suas chances de remanejamento. (Págs. 1 e cidades 1)
Dilma inaugura Arena das Dunas
Estádio potiguar é o sétimo a ficar pronto para a Copa. Houve protesto. (Págs. 1 e economia/esportes 8)
Distribuição de gás no Estado será ampliada
Gasoduto de 125 km vai levar o produto de Caruaru até Arcoverde. (Págs. 1 e economia 1)
Prisão nos EUA: Itamaraty não pode ajudar pernambucana acusada de sequestrar a filha. (Págs. 1 e 14)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: 14 mil na fila por consulta com ortopedista na Capital
Estimativa da Secretaria Municipal de Saúde é de que só 1,5 mil pacientes sejam atendidos ao longo deste ano nessa especialidade médica. Para zerar o atendimento, seriam necessários pelo menos 10 anos. (Págs. 1, 38 e 39)
Kiss - um ano: Vazios que a tragédia eternizou
Uma série de retratos mostra como famílias lidam com ausências. (Págs. 1 e 45 a 47)
Campanhas de trânsito: Gastos não acompanham alta na receita do Detran
Órgão arrecadou 47,6% a mais em 2013, mas não investiu proporcionalmente em prevenção. (Págs. 1 e 8)
Decisões contra perdas: Justiça eleva pressão por correção de FGTS
Adoção de índice de inflação para atualizar saldo do fundo começa a ter sentenças favoráveis. (Págs. 1 e 20)
Paz na Síria: Conferência na Suíça tem clima tenso
“Genebra II não produzirá um acordo”, diz analista libanês. (Págs. 1, 36 e 37)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Refeição fora de casa ainda vai pressionar a inflação
Os preços cobrados por restaurantes, bares e lanchonetes devem continuar a subir este ano, seguindo tendência de 2013. Os sindicatos já começaram a negociar com as empresas o reajuste do tíquete alimentação, tendo como referência as elevadas taxas do IPCA e de serviços. A Copa do Mundo também contribuirá para elevar os preços. (Págs. 1 e 4)
Navegando no pré-sal
Reconhecido como um dos mais eficientes construtores navais do Brasil, o Brasfels (antigo Verolme) recebeu na última terça-feira o casco da sonda de perfuração Urca, contratada pela Sete Brasil. Serão seis unidades que prestarão serviços à Petrobras. (Págs. 1 e 8)
Investimento: BNDESPar terá fundo para PME
Braço de participação do BNDES vai utilizar norma da CVM que permite aplicações em empresas, sem atuar na gestão. (Págs. 1 e 18)
Desigualdade: Bilionários no Fórum de Davos esperam ficar mais ricos (Págs. 1 e 24)

Arrecadação: Tributos batem recorde
O total arrecadado pela Receita em 2013 chegou a R$ 1,138 trilhão, resultado de impostos, contribuições e ingressos extras. (Págs. 1 e 6)
------------------------------------------------------------------------------------
EBC Serviços
0