Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Veja as manchetes dos principais jornais desta sexta-feira, 17 de janeiro. Previsão indica chuva no fim de semana na Região dos Lagos. Temperaturas ficam em queda e poderá chover a qualquer momento. Não há previsão de vento forte ou ressaca no litoral.

o G1 Região dos Lagos
Apesar do sol e do calor durante toda a semana, a previsão do tempo indica a possibilidade de chuva a partir desta sexta-feira (17) na Região dos Lagos. Até domingo (19), as temperaturas ficam em queda e poderá chover a qualquer momento dos três dias.
Segundo o Instituto Climatempo, nesta sexta a temperatura deve ficar entre 22º e 28º. No sábado (18), pode diminuir um pouco, ficando entre 21º e 27º. E no domingo, a mínima prevista é de 20º e a máxima de 26º. Nos três dias a possibilidade de chuva é de 80% e o céu deverá ficar nublado na maior parte do tempo.
Não há previsão de vento forte ou ressaca no litoral. Ainda de acordo com o Climatempo, a temperatura deve voltar a subir na segunda-feira (20), quando o céu deverá ficar aberto e apenas pancadas de chuva no fim da tarde estão previstas.



-------------------------------------------------------------------------------------------
Jornais nacionais
---------------------------------------------------------------------------------------
--------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S.Paulo
Agora S.Paulo
O Estado de S.Paulo

Kassab recebeu dinheiro da Controlar, acusa testemunha
Valor Econômico
image
Emergentes captam US$ 36 bi em quinze dias
Correio Braziliense

Igreja faz mea-culpa inédito sobre pedofilia
Estado de Minas

Corporação fará levantamento da violência na região para orientar policiamento: PM admite reforçar segurança na Savassi
Zero Hora

Reforço aéreo na Copa - 1.973 voos para frear preços
*
Jornais internacionais
The New York Times (EUA)
Ataque Benghazi chamado evitável em relatório do Senado
The Guardian (Reino Unido)
Revelado: NSA reúne 200 milhões de textos por dia
El País (Espanha)
Parlamento catalão abre um beco sem saída para a consulta 
------------------------------------------------------------------------------------


O Estado de S. Paulo

Manchete: Kassab recebeu dinheiro da Controlar, acusa testemunha
Afirmação está no processo que investiga máfia do ISS; para ex-prefeito, depoimento é ‘falso e fantasioso’

Uma testemunha afirmou em depoimento ao Ministério Público Estadual (MPE) que o então prefeito Gilberto Kassab (PSD) recebeu “uma verdadeira fortuna” da Controlar, responsável pela inspeção veicular na capital, e o dinheiro ficou guardado em seu apartamento até a empresa começar a ser investigada pelo MPE, informam Artur Rodrigues, Bruno Ribeiro e Fabio Leite. Segundo a testemunha, Kassab pediu ajuda ao empresário Marco Aurélio Garcia, irmão do atual secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Garcia, para levar o dinheiro, de avião, a uma fazenda no Mato Grosso. O depoimento consta do processo que apura a ação da máfia do ISS, esquema que teria causado prejuízo de cerca de RS 500 milhões aos cofres da cidade. O ex-prefeito diz que as acusações são “falsas” e “fantasiosas”. O contrato da Prefeitura com a Controlar é questionado pelo MPE. (Págs. 1 e Metrópole A10)

R$ 5 milhões

é quanto os vereadores Antônio Donato (PT) e Aurélio Miguel (PR) teriam pedido para arquivar CPI. (Págs. 1 e A11)
Ex-diretor da CPTM depõe sobre propina e é demitido
Benedito Dantas Chiaradia, que foi diretor da Companhia Paulista de Transportes Metropolitanos entre 1999 e 2002, afirmou à PF ter ouvido de pessoas que trabalham na área metroferroviária que o lobista Arthur Teixeira intermediava a formação de cartéis e viabilizava pagamento de propina a servidores da CPTM e do Metrô. Chiaradia foi demitido em dezembro do governo Alckmin após o depoimento. (Págs. 1 e Política A4)

Desafio

Advogados dos acusados de terem recebido propina no cartel dos trens desafiaram Chiaradia a provar as acusações. (Págs. 1 e A4)
Brasil e Suíça investigam conta secreta de Pizzolato
Autoridades brasileiras e da Suíça investigam conta secreta operada por Henrique Pizzolato, ex-diretor do BB que fugiu do País após ter prisão decretada pelo STF pela condenação no mensalão, informam Andreza Matais, Felipe Recondo e Jamil Chade. A conta em banco suíço, com saldo de quase € 2 milhões, foi movimentada após a fuga, mas ainda mantém saldo positivo, segundo investigadores. (Págs. 1 e Política A5)
Haddad congela 20% do orçamento
O prefeito Fernando Haddad (PT) congelará cerca de R$ 10 bilhões, 20% do orçamento deste ano, e obras de corredores de ônibus, creches e moradias populares estão ameaçadas. (Págs. 1 e Metrópole A11)
Fotolegenda: "Rolezinho"; vetado
Membros do MTS protestam por terem sido impedidos de entrar no Shopping Jardim Sul para promover um "rolezão popular". Membros do governo Dilma tentaram usar politicamente os “rolezinhos” e saíram em defesa dos jovens que participam dos encontros. (Págs. 1 e Metrópole A 14)
Governo segurou repasse do SUS para fazer superávit
Dados obtidos pelo Estado mostram que o governo reduziu os repasses financeiros do SUS a Estados e municípios na virada do ano. A “poupança” de R$ 2,66 bilhões em dezembro ajudou a cumprir a meta de superávit primário, economia feita para pagar juros da dívida pública. (Págs. 1 e Economia B1)
ONU acusa Vaticano de ocultar pedofilia (Págs. 1 e Metrópole A13)

Dilma e Blatter tentam pôr fim a mal-estar (Págs. 1 e Esportes A17)

Egípcios aprovam nova Constituição
Egípcios votaram em massa em favor da nova Constituição. O referendo virou teste de legitimidade do golpe que derrubou o presidente Mohamed Morsi. (Págs. 1 e Internacional A7)
Fernando Gabeira
Memórias do Maranhão

A sensação que tive ao voltar a São Luís é a de que, ao menos na capital, há um desejo de romper com o domínio dos Sarneys. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)
Dora Kramer 
Casamento de fachada

A insatisfação sempre foi nítida. Mas agora, após quase oito anos de convivência forçada, nada mais une o PT ao PMDB. (Págs. 1 e Política A6)
Celso Ming
Bactéria mais resistente

O Banco Central aumentou mais os juros, pois ficou claro que a dose anterior do remédio não foi suficiente para conter a inflação. (Págs. 1 e Economia B2)
Notas & Informações
E o País que se lixe

O objetivo da reforma ministerial de Dilma é ter tempo à farta no horário eleitoral. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Igreja faz mea-culpa inédito sobre pedofilia
Pela primeira vez, o Vaticano se expõe a um questionamento público e direto sobre as denúncias de abusos sexuais cometidos por integrantes do clero. Em audiência no Comitê das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança, em Genebra, uma comissão de Roma admitiu a ocorrência dos crimes e ressaltou os esforços para evitar novos casos. Apesar de reconhecer avanços, os comissários da ONU condenaram as punições brandas a pedófilos. Em homilia, o papa Francisco classificou os escândalos como uma “vergonha para a Igreja". (Págs. 1 e 14)
Aeroportos: Prepare-se: na Copa, só vai melhorar 1%
A Agência Nacional de Aviação Civil aprovou integralmente os 1.973 pedidos de ampliação da malha aérea. Esse número, no entanto, corresponde a 1% do total de voos em operação atualmente.

“É muito pouco. Parece brincadeira", critica o especialista Paulo Fleury. Em Brasília (foto), obras permitirão mais 288 rotas para o Aeroporto JK na Copa. (Págs. 1 e 11 e superesportes 2)
Juros: As armadilhas dos cartões
A taxa média anual cobrada pelos bancos no crédito rotativo é de 280,82%. Mas algumas instituições embutem encargos que podem elevar esse índice a 705,61%. (Págs. 1 e 9)
Suspeita de dinheiro sujo
Investigação na Suíça aponta a existência de contas supostamente mantidas pelo mensalão do DEM. Defesa de José Roberto Arruda nega envolvimento. (Págs. 1 e 24)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Corporação fará levantamento da violência na região para orientar policiamento: PM admite reforçar segurança na Savassi
Comerciantes e moradores se queixam do aumento dos furtos e assaltos e da ausência de policiais. “Nunca me senti tão inseguro na Savassi”, relata o dono de uma lotérica, assaltado recentemente sob ameaça de um revólver. “A insegurança aumentou muito. Há poucos policiais”, reforça a gerente de um restaurante, também vítima de assalto à mão armada. Como mostrou o Estado de Minas ontem, cresceu na Savassi o número de moradores de rua, entre os quais, segundo a PM, há muitos criminosos. O comandante do 1° Batalhão da corporação, tenente-coronel Helbert Figueiró de Lourdes, determinou um levantamento das queixas e disse que pode aumentar o número de policiais na região. Para piorar, parte das câmeras de segurança do Olho Vivo está quebrada e não há prazo para que voltem a operar. (Págs. 1 e 17)
De volta ao caixa: União repatria US$ 7 milhões da corrupção
Montante recorde recuperado em 2013 tinha sido enviado ao exterior ilegalmente em crimes contra os cofres públicos. Ainda estão bloqueados fora do país outros US$200 milhões. (Págs. 1 e 2)
Mensalão: Justiça autoriza Delúbio trabalhar para a CUT (Págs. 1 e 2)

Na vanguarda: Brasil é destaque mundial no combate ao tabagismo (Págs. 1 e 24)

Copa do mundo: Voos extras para conter preços altos
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou ontem 1.973 pedidos de novos voos em 25 terminais brasileiros entre junho e julho, durante o Mundial. O valor das passagens, que começam a ser vendidas hoje, será monitorado a cada 15 dias pelo governo, que promete intervir em caso de abusos. (Págs. 1 e 10)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Choque de ordem na praia
Prefeitura, Superintendência de Patrimônio da União e barraqueiros começam a implantar amanhã projeto piloto em 1,3 quilômetro da orla. Comerciantes poderão usar uma faixa da areia de 12 metros de largura e armar 120 cadeiras. (Págs. 1 e Cidades 1)
Medicamento similar vai virar genérico
Mudança vai a consulta pública pela Anvisa. Remédio terá que passar por todos os testes de eficácia. Medida visa reduzir preços. (Págs. 1 e Economia 1)
Copa terá 2 mil voos extras 
De 6 de junho a 20 de julho, Anac autorizou empresas aéreas a incluírem 1.973 novas frequências para atender o Mundial. Segundo a agência, só 4% dos assentos já foram vendidos. (Págs. 1 e Economia 4)
Manifestação fecha BR-232 em Pesqueira 
Cerca de mil produtores protestaram contra regras do Programa do Leite do governo federal. Cada um só pode vender até 13 litros/dia. (Págs. 1 e Economia 3)
Gasto dos pais com material escolar em 2014 é 10,4% maior (Págs. 1 e Economia 5)

Venezuela congela valor do dólar durante todo o ano (Págs. 1 e Capa Dois)

Doméstica brasileira encontrada morta em casa, em Madri (Págs. 1 e 10)

Inscrições nas federais começa hoje (Págs. 1 e Capa Dois)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Reforço aéreo na Copa - 1.973 voos para frear preços
Anac autoriza novos horários nas 12 cidades-sede do Mundial e em outros 13 aeroportos. (Págs. 1, 6 e 7)
São Paulo: Ministro critica ação policial em “rolezinhos”
Gilberto Carvalho disse que concentração de jovens em shoppings revela carência de diversão e lazer nas cidades. (Págs. 1 e 34)
No Estado 386 foi a BR que mais matou em 2013
Rodovia federal que corta o norte gaúcho tem só 18% de sua extensão duplicada e somou 84 vítimas no ano passado. (Págs. 1, 10, 32 e 33)
Safra de empregos
Bom momento do agronegócio faz crescer procura por profissionais em funções especializadas. (Págs. 1 e Campo & Lavoura)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Juro a 10,5% não atrai investidores nem reduz inflação
A análise é feita por economistas e especialistas do mercado que apontam a necessidade de medidas complementares. Para eles, a alta de juros reforçou a credibilidade do BC no combate à inflação, mas é preciso que o governo demonstre mais firmemente o controle das contas públicas. Além disso, a inflação é alimentada pelo crédito farto. (Págs. 1, 16 e 17)
De carona nas montadoras
A estratégia principal da fábrica de pneus do grupo japonês Sumitomo, com sua planta instalada no Paraná, é fornecer material para os produtores de automóveis no Brasil. A ideia é ganhar espaço no mercado de reposição de pneus. “O brasileiro troca, em média, dois pneus por ano e tende a buscar a marca original”, diz Renato Baroli, gerente da Dunlop. (Págs. 1 e 12)
Copa: Anac libera 1.973 voos extras
A Agência Nacional de Aviação Civil acolheu todos os pedidos das companhias, adequando as solicitações à realidade dos aeroportos brasileiros. Os novos voos podem começar a ser vendidos na próxima semana. (Págs. 1 e 13)
Banco Mundial: Brasil mantém liderança regional
A projeção é de Derek Chen, economista do Banco, para quem o país, ao lado de Angola, China e Índia, deve manter influência no crescimento global. Chen alerta para o risco da desvalorização do real frente ao dólar. (Págs. 1 e 5)
Comércio: Ano de 2013 foi o pior da década
Pesquisa da CNC mostra que as vendas subiram 0,7% em novembro, e a estimativa é de crescimento de 4,5% no ano passado. A inflação é apontada como o principal fator para o fraco desempenho, sobretudo no setor de supermercados. (Págs. 1 e 6)
Ferrovias: Estrangeiros terão pouca participação
A expectativa do governo é que os investidores do exterior entrem, no máximo, como minoritários em parcerias. Além do modelo novo, o risco de custos extras durante a construção afasta candidatos. (Págs. 1 e 4)
Hotéis: Governo negocia com rede hoteleira transparência para preços na Copa (Págs. 1 e 13)

Educação: Federalização de universidades privadas esbarra na Constituição (Págs. 1 e 9)

Tecnologia: Descoberta de pragas virtuais bateu recorde no ano passado (Págs. 1 e 10)

------------------------------------------------------------------------------------
EBC Serviços

Postar um comentário