Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Bom dia! Veja as manchetes dos principais jornais desta quarta-feira, 8 de janeiro. Prefeitura de Cabo Frio divulga nova data para show do Jota Quest. Apresentação acontecerá no próximo domingo (12), na Praia do Forte. Divulgação mostrava que show seria no dia 11, sábado.

Do G1 Região dos Lagos
Rogério Flausino (Foto: Egi Santana/ G1)Rogério Flausino promete animar Praia do Forte no
próximo domingo (12)(Foto: Egi Santana/ G1)
A Prefeitura de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio de Janeiro, divulgou que a nova data para a apresentação da banda Jota Quest na cidade, será no próximo domingo (12). O show estava marcado para sábado (11). A prefeitura disse que houve um erro na divulgação da apresentação que, agora, foi corrigido. O horário permanece o mesmo, às 22h. 
A programação na Praia do Forte começou na última sexta-feira (27), com a apresentação do SPC, que em 2013 celebrou 25 anos de carreira. Depois, um show por dia, até 5 de janeiro: Paula Fernandes; Daniel; Araketu; Thiaguinho, que se apresentou logo depois da meia-noite de 31 de dezembro para 1º de janeiro, marcando o show da virada; Munhoz & Mariano; Sambô; Michel Teló; O Rappa; e Anitta. Na segunda-feira, dia 6, foi a vez da programação gospel, com mais de 20 artistas evangélicos, na Maratona de Adoração.


------------------------------------------------------------------------------------------
Jornais nacionais
O Estado de S.Paulo
Prisão de João Paulo atrasa; pressão por renúncia aumenta
Valor Econômico
Mercado prevê expansão tímida do investimento
Correio Braziliense
Comissionados lotam administrações do DF
Estado de Minas
Tirar carteira de motorista empacou
Zero Hora
Poupança rende mais e bate recorde em 2013
*
Jornais internacionais
The New York Times (EUA)
EUA e Irã enfrentam inimigos comuns no Oriente Médio
The Guardian (Reino Unido)
Regime de prestações enfrenta mais atrasos após racha
El País (Espanha)
A fraude fiscal perto da Infanta


---------------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Prisão de João Paulo atrasa; pressão por renúncia aumenta
Joaquim Barbosa sai de férias sem expedir mandado; Câmara vai analisar cassação.

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, saiu de férias ontem sem expedir o mandado de prisão do deputado e ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha (PT-SP). A decisão é agora da ministra de plantão na Corte, Cármen Lúcia. Com o risco iminente de prisão de João Paulo, a base do governo no Congresso e até membros do PT aumentam a pressão para que ele renuncie ao mandato, indicando que a cassação deverá mesmo ocorrer. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), decidiu convocar para 4 de fevereiro uma reunião da Mesa Diretora da Casa com o objetivo de analisar o caso do petista. O líder do PDT, André Figueiredo (CE), disse que, uma vez que haja a sentença, a cassação é “inevitável”. Próximo a João Paulo, Cândido Vaccarezza (PT-SP) saiu em defesa do colega: “Existe uma visão generalizada de que Joaquim Barbosa passou dos limites”, disse. (Págs. 1 e Política A4)
Vaquinha virtual
Parentes de José Genoino lançaram site para arrecadar dinheiro para pagar a multa de R$ 468 mil, parte da condenação pelo mensalão. (Págs. 1 e A4)
Dilma aprova repasses para obras de ONG de saúde
A presidente Dilma Rousseff sancionou na LDO regra que permite repasse de recursos para entidades privadas sem fins lucrativos da área de saúde, inclusive ONGs, fazerem obras. A medida foi vetada pela presidente em 2012.0 governo diz que o objetivo é assegurar a prestação de serviço pelo SUS. No domingo, o Estado mostrou que vetos de Dilma na LDO abriram brecha para afrouxar controles de custos. (Págs. 1 e Política A5)

R$ 1,08 bilhão foi o quanto o Ministério da Saúde transferiu para entidades em 2013
Agência S&P diz que pode rebaixar rating do Brasil
O diretor responsável por Ratings Soberanos da Standard & Poor’s, Joydeep Mukherjí, afirmou que a agência de classificação de risco pode rebaixar o rating soberano do Brasil em um nível este ano, mesmo antes das eleições de outubro. “Não vamos atar nossas mãos porque tem uma eleição geral”, disse. A Fitch Ratings informou que o rating do País poderá ser mantido. Anteontem, a Moody’s dissera que também pode manter sua nota. (Págs. 1 e Economia B1)
Captação recorde 
Em 2013, os depósitos em caderneta de poupança superaram os saques em R$ 71 bilhões, um recorde. (Págs. B6)
Medo no Maranhão: Drama dos dois lados da cela
O Estado entrou no Complexo de Pedrinhas, de onde partem as ordens para queimar ônibus e atacar policiais em São Luís. Na entrada, mulheres se aglomeram para saber se seus maridos e filhos estão vivos, pois temem que eles virem um dos corpos exibidos em carnificinas filmadas com celular por presos, informa Artur Rodrigues. Em 13 anos, o número de homicídios na capital cresceu 460% - foram 807 só em 2013. (Págs. 1 e Metrópole PÁGS. A9 e A10)
Índios dizem que vão reabrir pedágios no AM
índios de aldeias no sul do Amazonas informaram ao Exército que vão reabrir em 1.° de fevereiro os pedágios na Transamazônica, em Humaitá, informa José Maria Tomazela, enviado especial. A cobrança será retomada apesar da ameaça de novo ataque dos moradores da cidade. Em 26 de dezembro, eles atearam fogo aos postos instalados em reserva indígena após o desaparecimento de três homens. (Págs. 1 e Política A6)
Produção de veículos cresce 9,9% em 2013 (Págs. 1 e economia B9)

Síria inicia retirada de armamento químico (Págs. 1 e internacional A8)

Bolsa-aluguel tem mais 15% de beneficiados
O número de famílias beneficiadas com algum tipo de auxílio para moradia na capital cresceu 15,5% no primeiro ano da gestão de Fernando Haddad (PT). Em 2013, a Prefeitura concedeu ao menos 31,2 mil bolsas a sem-teto, atendendo a uma média de 125 mil pessoas. No ano anterior, foram cerca de 27 mil benefícios. A alta é resultado de uma série de reintegrações de posse. (págs. 1 e metrópole A12)
Celso Ming: Revolução ignorada
Em seis anos, a revolução energética deverá tomar os EUA não apenas autossuficientes em petróleo e gás, mas fortes exportadores em potencial. (Págs. 1 e economia B2)
Mark Mazzetti: Os ladrões do FBI
Há quase 43 anos, gatunos entraram num escritório do FBI, na Filadélfia, e levaram os documentos que ali se encontravam. Eles nunca foram presos. (Págs. 1 e visão global A8)
Notas & Informações: Entre os votos e a nota de risco
A agência Moody´s deu uma boa notícia à presidente Dilma Rousseff neste início de ano. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Comissionados lotam administrações do DF
Levantamento feito pelo Correio mostra que 84% dos cargos de confiança nas 31 regiões administrativas são ocupados por funcionários que não prestaram concurso e foram indicados, principalmente, por deputados distritais. A situação contraria a Lei Orgânica do Distrito Federal, que determina a destinação de, pelo menos, 50% dessas vagas para servidores do quadro efetivo. Segundo o GDF, o percentual de não concursados comissionados em todo o governo caiu de 54,8% para 48,2% em 2013. (Págs. 1 e 19)
Invasão – Vizinhos das embaixadas 
Em ritmo acelerado, dois homens erguiam ontem um muro em volta de uma casa de alvenaria na 813 Sul. No terreno, localizado em área nobre e reservada às representações diplomáticas —a da República Popular da China fica ao lado —, já existem cerca de 50 casas. Os invasores reconhecem que a ocupação é irregular. “Perdi as contas de quantas vezes falaram que iam derrubar as casas daqui. Nunca conseguiram, porque entramos na Justiça”, desafiou um dos moradores. (Págs. 1 e 25)
Poupança fecha 2013 com recorde
Os depósitos na aplicação financeira mais popular do país superaram os saques em R$ 71,047 bilhões. A alta dos juros básicos da economia explica, em parte, esse resultado. Mas há outra razão: o brasileiro está poupando mais. O valor médio investido pelo brasiliense, por exemplo, chegou a R$ 3.408,16 em dezembro. (Págs. 1 e 9)
Supersalário é liberado
STF concede liminar em favor de um servidor da Câmara dos Deputados que ganha acima do teto, de R$ 29,4 mil. (Págs. 1 e 9)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Tirar carteira de motorista empacou 
Falta de simuladores de direção, agora exigidos, trava o processo de habilitação.

O treinamento de pelo menos cinco horas nos equipamentos, depois das aulas teóricas e antes do aprendizado final nas ruas, passou a ser obrigatório no dia 1° deste mês. Mas as estimativas são de que apenas 1% das 1.798 autoescolas mineiras, 271 delas em BH, já tenha os aparelhos. A imensa maioria dos estabelecimentos só estão encomendando os simuladores agora e os quatro únicos fabricantes no país pedem prazo de pelo menos 90 dias para a entrega. Por causa disso, o chefe da Divisão de Habilitação do Detran-MG, Anderson França Menezes, prevê que o número de habilitações expedidas no estado caia a 10% das cerca de 180 mil mensais a partir de março. Para amenizar o problema, foi firmado um acordo verbal dos Detrans com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para que os candidatos possam fazer aulas de rua antes do simulador, o que contraria a resolução que obrigou o uso das máquinas. (Págs. 1 e 16)
Minha casa, minha vida: Briga por conjunto na capital está perto do fim (Págs. 1 e 6) 

Aposta segura: Poupança capta R$ 71 bi em 2013 e bate recorde (Págs. 1 e 13)

Mensalão: Barbosa sai de férias sem assinar ordem de prisão 
Sem a assinatura dele ou de um presidente interino do STF, a Polícia Federal não pode prender o deputado João Paulo Cunha (PT-SP). (Págs. 1 e 2 e 3)
ENEM/SISU: Concorrência mais acirrada é para UFMG
Balanço do MEC divulgado no fim da manhã de ontem apontava 39,66 candidatos para cada uma das 3.353 vagas disponíveis para o primeiro semestre. O curso mais disputado é o de medicina e na primeira parcial das notas de corte exigia 803,04 pontos. (Págs. 1 e 20)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Semana pré terá regras
Blocos que desfilam no Recife na semana anterior ou posterior ao Carnaval terão que cumprir exigências como desligar o som às 19h, evitar os principais corredores viários e disponibilizar ambulância e equipe médica para cada trio. (Págs. 1 e Cidades 4)
Carteira de motorista fica mais cara
Custo da habilitação categoria B (carros de passeio) subirá até R$ 250 em maio com a exigência de simuladores nas autoescolas. (Págs. 1 e Cidades 1)
UFRPE tem concorrência alta no Sisu
Rural é terceira na relação candidato/vaga: 27,8. Entre os cursos, medicina lidera concorrência, com 60,47 candidatos por vaga. (Págs. 1 e 9)
PT x Eduardo: Página petista no Facebook ataca governador acusando-o de “vender a alma à oposição” (Págs. 1 e 3)

Pedro Corrêa: Ex-deputado deverá cumprir pena no Centro de Ressocialização do Agreste, em Canhotinho (Págs. 1 e 4)

Os últimos suspiros da Sudene
Série se encerra hoje falando da “profecia” de ACM de que órgão seria extinto. (Págs. 1, 6 e 7)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Poupança rende mais e bate recorde em 2013
Após 15 meses sob novo cálculo, aplicação preferida dos brasileiros pela simplicidade volta à regra anterior e fecha o ano com saldo positivo de R$ 71 bilhões. (Págs. 1 e 17)
Agora é lei: Multa para quem jogar lixo no chão
Campanha de conscientização antecede cobrança de R$ 263 por desrespeito à norma, a partir de abril. (Págs. 1 e 28)
Porto Alegre: Imóvel sobe mais do que a inflação
Valor médio de novos e usados avançou 14% em 2013 ante 5,5% do IGP-M. (Págs. 1 e 16)
Na estrada: Uso do Samu preocupa as prefeituras
Serviços municipais atendem acidentes em rodovias que foram assumidas pela EGR. (Págs. 1 e 6)
Atuação em três estados: Presa quadrilha que roubava caminhões
Bando teria feito 60 ataques a veículos na Região Metropolitana em 2013. (Págs. 1 e 36)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Balança terá efeito do câmbio no 2º semestre
José Augusto de Castro, presidente da AEB, espera que os consumidores internacionais revejam os contratos e incluam os produtos brasileiros em suas compras daqui a seis meses. Para ele, a melhora da economia norte-americana não ajuda o Brasil. (Págs. 1 e 6)
Gasolina: Lei é tímida comparada a países líderes
Petrobras já começou a vender combustível com menos poluentes. Teor de enxofre, porém, ainda é cinco vezes superior ao admitido na Europa, EUA e em parte da Ásia e Américas. E não há previsão de novas reduções. (Págs. 1 e 4)
Resíduos: Mercado do lixo negocia bilhões
O fim dos lixões em curso no país estimula investimentos na área de tratamento de resíduos sólidos. Só em 2012, o volume de recursos movimentados chegou a R$ 23 bilhões. O BNDES tem uma carteira de R$ 1,7 bilhão em financiamentos ao setor. (Págs. 1, 14 e 15)
Automóveis: Indústria está otimista para 2014
Mesmo com o fim da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados, a Anfavea prevê um crescimento moderado para este ano. O setor espera elevar as vendas em 1,1%, contando com aumento de 4% a 5% da oferta de crédito. (Págs. 1 e 5)
Aéreas: Companhias estrangeiras dizem que não conseguem aumentar voos na Copa (Págs. 1 e 17)

------------------------------------------------------------------------------------
EBC Serviços
Postar um comentário