Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Acusado de disparar rojão contra cinegrafista confessa crime a jornalista da Globo

Ainda na delegacia de polícia em Feira de Santana (BA), onde foi capturado na madrugada desta quarta-feira (12/2), Caio Silva de Souza confessou a uma jornalista da Rede Globo ter acendido o rojão que atingiu e matou o cinegrafista Santiago Andrade durante os protestos do dia 6 de fevereiro no Rio de Janeiro. "Acendi sim", respondeu à pergunta da repórter.

Crédito:Agência Brasil
Jovem disse para repórter da Globo que acendeu o rojão que atingiu o cinegrafista
Segundo O Estado de S.Paulo, Caio disse ainda que não sabia que o artefato se tratava de um rojão e que pensou se tratar de um "cabeção de nego". O artefato referido não alça voo, estourando no mesmo lugar em que é aceso, e possui menor poder de impacto do que um rojão, além de ter um formato diferente.

O acusado informou ainda ao repórter que não se entregou por medo de ser assassinado. Ao ser perguntando quem poderia matá-lo, limitou-se a dizer: "pessoas que estavam na manifestação". Caio ainda não quis prestar declarações a respeito do crime às autoridades.
Postar um comentário