Bom dia! Veja as manchetes dos jornais desta segunda-feira, 17 de fevereiro Concursos públicos têm 17 mil vagas com salários de até R$ 22.797



Os principais concursos públicos oferecem 17.369 vagas em várias regiões do país. Existem oportunidades em diversos cargos, destinados a candidatos de todos os níveis escolares. As remunerações iniciais podem chegar a R$ 22.797, dependendo da função desejada.

CONFIRA OS PRINCIPAIS CONCURSOS:

ÓrgãoVagasEscolaridadeSalárioInscrição 
Ministério Público (MG)50Nível superiorR$ 22.797Até 5/3Edital
Tribunal de Justiça (MG)37Nível superiorR$ 21.711,74Até 26/2Edital
Ministério da Agricultura796Todos os níveisR$ 2.818 a R$ 12.539Até 6/3Edital
Tribunal de Contas (DF)69Níveis médio e superiorR$ 7.426 a R$ 12.401,38Até 18/3Edital
Fiocruz400Níveis médio e superiorR$ 3.224 a R$ 12.237Até 24/2Edital
Prefeitura de Almenara (MG)195Todos os níveisR$ 724 a R$ 12 milAté 18/2Edital
Alvorada de Minas (MG)238Todos os níveisR$ 724 a R$ 11 milAté 10/4Edital
MCTI75Nível superiorR$ 5.841,33 a R$ 10.716,04Até 17/3Edital
Itapejara D'Oeste (PR)31Todos os níveisR$ 724 a R$ 9.990,90Até 17/2Edital
Ibama20Nível superiorR$ 8.300Até 6/3Edital
Fundação Universidade do Amazonas (AM)46Nível superiorR$ 2.066,93 a R$ 8.049,77Até 17/2Edital
Itacarambi (MG)144Todos os níveisR$ 711,48 a R$ 8.000Até 20/2Edital
EBSERH (AM)282Níveis médio e superiorR$ 1.630 a R$ 7.774Até 17/2Edital
Polícia Civil (SP)140Nível superiorR$ 7.51624/2 a 26/3Edital
Emgepron31Todos os níveisR$ 898 a R$ 7.388Até 9/3Edital
Rioprevidência85Níveis médio e superiorR$ 2.602 a R$ 7.319Até 9/3Edital
Ipanema (MG)177Todos os níveisR$ 678 a R$ 7.20020/2 a 21/3Edital
Metrô (DF)232Níveis médio e superiorR$ 2.916 a R$ 7.020Até 26/2Edital
CAU (RJ)23Níveis médio e superiorR$ 2.100 a R$ 6.516Até 25/2Edital
Maraã (AM)336Todos os níveisR$ 781 a R$ 5.550Até 27/2Edital
Fortaleza (CE)2.998Todos os níveisR$ 725 a R$ 5.000Até 5/3Edital
Santos (SP)426Todos os níveisR$ 1.313 a R$ 5.377Até 27/2Edital
Sobrália (MG)188Todos os níveisR$ 678 a R$ 5.31327/2 a 27/3Edital
Empaer (MT)225Níveis médio e superiorR$ 2.188 a R$ 4.376Até 10/3Edital
Suzano (SP)123Todos os níveisR$ 1.061 a R$ 4.167Até 25/2Edital
IFBA379Todos os níveisR$ 2.013,43 a R$ 3.765,42Até 24/2Edital
Hospital das Clínicas de Botucatu (SP)226Níveis médio e superiorR$ 842 e R$ 3.711,79Até 26/2Edital
Cefet (RJ)67Todos os níveisR$ 1.547 a R$ 3.318,70Até 21/2Edital
Polícia Civil (SP)55Nível médioR$ 3.25631/3 a 6/5Edital
Polícia Civil (SP)145Nível médioR$ 3.2565/5 a 6/6Edital
Polícia Civil (SP)120Nível médioR$ 3.25624/3 a 25/4Edital
IFSP (SP)217Todos os níveisR$ 1.562 a R$ 3.230Até 12/3Edital
Unirio (RJ)79Níveis médio e superiorR$ 1.562,23 a R$ 3.230,8811/3 a 28/3Edital
Unifesp (SP)102Todos os níveisR$ 1.473,58 a R$ 2.989,33Até 19/2Edital
Amazul280Níveis fundamental e médio/técnicoR$ 1.300 a R$ 2.868Até 23/2Edital
Secretaria de Defesa Social (MG)4.355Nível médioR$ 2.655Até 10/3Edital
Polícia Civil (SP)89Nível fundamentalR$ 2.63526/5 a 30/6Edital
Itaguara (MG)125Todos os níveisR$ 678 a R$ 2.199,40Até 6/3Edital
Barreiras (BA)1.142Níveis fundamental e médioR$ 725 a R$ 1.842Até 25/2Edital
Curitiba (PR)365Níveis médio e superiorR$ 1.531 a R$ 1.839Até 17/2Edital
Carandaí (MG)212Todos os níveisR$ 678 a R$ 1.513,68Até 27/2Edital
Marinha1.860Nível fundamentalR$ 590 a R$ 1.435Até 27/2Edital
Jaboatão dos Guararapes (PE)100Nível médioR$ 1.300,1620/2 a 8/4Edital
Polícia Civil (SP)84Nível médioR$ 1.178Até 28/2Edital
--------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: O racismo envergonha Brasília: 11 casos ao mês
Os dois episódios de preconceito racial acontecidos na sexta-feira passada na capital são apenas a superfície visível de uma grave ferida brasileira, a discriminação de seres humanos pela cor da pele. Em menos de um ano, o serviço de denúncias por telefone recebeu 8 mil ligações, das quais 126 foram classificadas como racismo, uma média de 11 casos por mês, sem contar os registros de injúria. Menos de 24 horas depois de ter sido presa por insultos racistas a funcionárias de um salão de beleza na Asa Sul, a australiana Louise Stephanie saiu da cadeia por decisão da Justiça. Já a autora das agressões contra a cobradora Claudinei Gomes, xingada de “negra ordinária e preta safada" dentro de um ônibus, ainda não foi identificada. (Págs. 1 e 19)
Câmara aumenta os gastos em 22%
A bolada que os distritais devem gastar neste ano eleitoral é de R$ 404,5 milhões, dinheirama que será destinada principalmente ao pagamento dos salários dos funcionários, dos benefícios dos deputados e à manutenção da sede do Legislativo. (Págs. 1 e 17)
Fiscalização: MEC visitará todos os cursos de direito
A vigilância faz parte da estratégia montada com a OAB para frear a expansão de graduações sem qualidade. (Págs. 1 e 6)
Segurança: Polícia Federal discute se vai atuar na Copa
Instituição está dividida entre os que defendem a participação no Mundial e os que alegam desvio da função investigativa. (Págs. 1 e 2)
Fora da Copa?
Exclusão de Curitiba pode dar prejuízo de R$ 50 milhões. (Págs. 1 e Superesportes, 5)
Concursos: armadilhas em série
Falta de regulamentação força aprovados a recorrer à Justiça. Deficientes preteridos, demora na nomeação e questões esdrúxulas são algumas das reclamações. (Págs. 1, 7 e 8)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Procuram-se alunos
Nove universidades federais de Minas ainda têm 5.029 vagas em aberto para este semestre

Um mês depois da primeira chamada, cerca de um terço das 15.710 cadeiras oferecidas pelas instituições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que tem por base as notas do Enem, ainda não foram ocupadas. A UFMG é a que tem a maior lista de espera: 35,6 mil candidatos às 947 vagas restantes, correspondentes a 26,8% do total.

A Universidade Federal de Viçosa (UFV) tem o segundo maior número de lugares ainda disponíveis, 910, e a expectativa é de que sejam feitas até 10 chamadas, a última programada para 18 de março. Já a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), onde restam 304 vagas, fará convocações até 2 de abril. (Págs. 1 e 17)

Protestos na Copa: Divisão na PF é o novo problema
Na disputa com o Exército por mais verbas, delegados insatisfeitos incluíram entre os temas para encontro da corporação proposta de não atuar em grandes eventos, alegando desvio da função investigativa. (Págs. 1 e 3)
Direito: MEC vai restringir novos cursos
Devido ao excesso de graduações e alta reprovação na prova da OAB, ministério fará inspeções nas escolas antes de liberar mais vagas. (Págs. 1 e 7)
A longa luta pela terra
Maurício Moreira dos Santos é presidente da Associação Quilombola de Mangueiras, no limite entre BH e Santa Luzia, uma das 184 áreas remanescentes de quilombos em Minas, que esperam pela titulação de suas terras, garantida pela Constituição. No país, 1.281 comunidades estão na fila e só 154 já conseguiram, das quais apenas uma no estado. (Págs. 1 e 4)
Estiagem: Seca leva cada vez mais empresas a reciclar água (Págs. 1 e 10)

Consumidor: Médicos cobram taxa extra para parto normal (Págs. 1 e 13)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Trânsito começa a mudar
Montagem de camarotes do Galo altera o itinerário de 30 linhas de ônibus e mexe no tráfego do Centro. Ontem, destaque para Virgens, em Olinda; Nena e convidados, no Recife Antigo, e o lirismo, na Aurora. (Págs. 1, Capa dois - 8 e 10, Caderno C - 4 e 5 (dia a dia) e 8)
Black blocs mais radicais nas ameaças
Em entrevista ao Estado de S.Paulo, integrante admite até ataques a seleções estrangeiras durante a Copa. (Págs. 1 e 4)
Inglês para Copa: Professores dizem que há tempo de aprender a língua. (Págs. 1 e 6 - Emprego e concurso)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Burocracia e imprevistos
Obras atrasadas em 1.027 escolas

Programa criado para reformar 40% da rede estadual esbarra em falta de projetos, licitações demoradas e problemas na posse de terrenos. Até o final de 2014, só estará concluído em uma instituição. (Págs. 1, 4 e 5)

No Tribunal: Dia de decisão para rodoviários da Capital
Justiça avalia reivindicações da categoria, que fez greve por 15 dias e não descarta novos protestos. (Págs. 1 e 34)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Dilma cedeu ao consenso de Washington, mas não tem oposição
Carlos Lessa avisa que, aos 77 anos, tem o direito garantido de ser irreverente. Como se não tivesse sido a vida toda. Decano do estruturalismo, não poupa críticas ao governo da ex-aluna Dilma Rousseff, que não aproveitou as reservas do período de bonança para aumentar a taxa de investimento. Agora o vento mudou. Ele diz que a presidenta se dobrou às exigências internacionais. Mesmo assim, acredita que ela será reeleita: “Marina não é oposição e os meninos de Pernambuco e Minas também não”. (Págs. 1 e 4 a 7)
Telefonia: TIM desiste de terceirização em área chave
A operadora está contratando funcionários que trabalhavam como terceirizados nos setores de manutenção e operação de rede. A intenção é ganhar mais qualidade. (Págs. 1 e 13)
Bolsa: Mais rigor para ações de centavos
Bovespa estipula prazo de 180 dias para que as empresas que tenham papel negociado por menos de R$ 1, durante 30 dias, busquem uma solução ou serão banidas do pregão. (Págs. 1 e 20)
Plano de negócios: Com lucros nas alturas, empresas de cosmésticos apostam em franquias (Págs. 1 e 19)

------------------------------------------------------------------------------------
Radiobras
0