Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quinta-feira, 20 de março de 2014

Bom dia! veja as manchetes dos jornais desta quinta-feira, 20 de março. Começa hoje Encontro Nacional Mangalarga Marchador em Campos.

A décima sétima edição do ENMERJ (Encontro Nacional de Mangalarga Marchador do Estado do Rio de Janeiro) acontece até o dia 22, na Fundação Rural de Campos(RJ). Participam cerca de 200 cavalos de vários estados brasileiros. O evento deve movimentar em torno de R$2 milhões em negócios, ativando a economia do município.
De acordo com criadores e especialistas em Mangalarga Machador, a partir de R$3 mil, é possível adquirir potros da raça. Dependendo do desempenho do animal, alguns cavalos premiados alcançam a soma R$2 milhões. Este setor no Brasil cresce a cada ano. A equicultura supera a agropecuária em algumas regiões do país.
O Mangalarga Marchador é considerado um cavalo versátil, ágil, rentável e comercialmente viável. Em Campos dos Goytacazes, o setor de equicultura reúne 40 criadores que geram em média 160 empregos diretos e outras centenas de empregos indiretos com a prestação de serviços de fornecedores de equipamentos, alimentos, produtos de beleza e medicações, por exemplo.
Segundo dados da Associação Brasileira de Criadores de Mangalarga Marchador, o estado do Rio de Janeiro reúne cerca de 800 criadores e é o maior do país em número de investidores. O estado de Minas Gerais possui a  maior manada. Em todo o país, há cerca de um milhão de cavalos dessa raça que lidera o ranking das Américas. 
O ENMERJ é uma importante etapa classificatória para o Campeonato Nacional realizado em Belo Horizonte (MG) no mês de julho.  A seletiva em Campos vai avaliar e julgar 16 categorias diferentes. A morfologia (estrutura e beleza),marcha e desempenho dos cavalos serão analisados criteriosamente por uma equipe especializada de juízes. 
 O ENMERJ vai distribuir prêmios em dinheiro e sortear motocicletas para expositores, criadores e peões. Os vencedores de cada categoria vão receber troféus, medalhas e certificados. O Parque de Exposições da Fundação Rural de Campos fica no bairro Pecuária. O público que quiser acompanhar as competições tem acesso livre, já que a entrada é franca.


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Satélites avistam objetos que podem ser de avião sumido

O primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbot, disse nesta quinta-feira (20) que satélites avistaram no sul do Oceano Índico dois objetos que podem estar relacionados ao Boeing da Malaysia Airlines, cujo voo MH-370 desapareceu em 8 de março, com 239 a bordo, no trajeto entre Kuala Lumpr, na Malásia, e Pequim, na China."A Autoridade Australiana de Segurança Marítima recebeu informações baseadas em dados de satélites, sobre objetos que poderiam estar relacionados com a busca", disse Abbot no Parlamento.De acordo com o primeiro-ministro, os objetos estariam ao sul do Ocenao Índico, a cerca de 2.300 km da costa da cidade de Perth. “Ao analisarmos as imagens de satélite identificamos dois objetos possivelmente relacionados com as buscas”, disse.Ao menos quatro aeronaves australiana foram para região apontadas pelos satélites. O premiê afirmou que vem informando China e Malásia sobre os passos da operação.

Financiamento com FGTS ganha portabilidade

Os tomadores de financiamentos habitacionais com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) poderão transferir a operação de um banco para outra instituição financeira que oferecer juros e taxas de administração mais baixos. A medida foi aprovada nesta quarta-feira em reunião do conselho curador do FGTS, que reúne representantes do governo, dos patrões e dos empregados.A portabilidade de crédito já tinha sido regulamentada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), mas as normas não consideram as condições específicas dos financiamentos com recursos do FGTS. A Caixa Econômica Federal, banco operador do fundo, ficou responsável por regulamentar a medida. O banco deve concluir as mudanças legais sobre o tema nos próximos dois meses. Só então a medida terá efeito prático e entrará em vigor para os mutuários.

Promotoria denuncia empresários que pagavam propina

O Ministério Público do Estado de São Paulo denunciou à Justiça nesta quarta feira, 19, um grupo de 16 empresários, lobistas e servidores públicos envolvidos em cartel para fraudes a licitação no setor de fornecimento de uniformes escolares.A investigação comprovou que o cartel das empresas fraudou licitações nos municípios de Ibitinga, Osasco, Paranaguá, Jaguariúna, Bertioga, Itapevi, Guarujá, Sumaré, Vinhedo, Itupeva e Registo.Os contratos sob suspeita somam R$ 18,5 milhões. Segundo o Ministério Público, os preços praticados foram entre 15% e 20% mais altos que os de mercado. De acordo com a investigação, o pagamento de propina a agentes públicos era feito com dinheiro acondicionado em caixas de uísque ou de sapatos.A denúncia é subscrita por quatro promotores do Grupo Especial de Delitos Econômicos (Gedec), braço do Ministério Público que investiga carteis.

Operário fica quase 1h pendurado por corda em prédio

Um operário ficou quase uma hora pendurado por uma corda na altura do 7º andar de um prédio em Águas Claras, na tarde desta quarta-feira (19/3).De acordo com a Central de Atendimento e Despacho (Ciade) dos bombeiros, os primeiros socorros chegaram ao local uma hora após a central receber o primeiro chamado. Apesar do susto, o homem passa bem e foi retirado sem ferimentos. O edifício fica na rua 31 Sul.Durante todo o momento o operário ficou sento em uma cadeira de rapel, preso pelo cinto de seguança. Os bombeiros informaram que a demora no socorro ocorreu porque a primeira viatura enviada não tinha a escada no tamanho apropriado para o resgate. Dessa forma, um segundo veículo teve que ser descolado para o local para realizar o salvamento.

Situação no setor elétrico tem ´sinal amarelo´

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, disse nesta quarta-feira que, diante do efeito da seca sobre os reservatórios das hidrelétricas, foi disparado o “sinal amarelo” no setor elétrico. “Estamos com o sinal amarelo, mas monitorando este quadro com forma técnica e com a experiência que temos”, afirmou em audiência pública na Câmara dos Deputados.Apesar da situação de alerta, Zimmermann garantiu que o setor está suficientemente estruturado para enfrentar as dificuldades deste ano. “Podemos discutir com qualquer técnico do setor se estamos equilibrados estruturalmente, pois de fato estamos”, disse o secretário.

Aécio Neves chama compra de refinaria de 'negociata'

O senador e pré-candidato à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB), pediu nesta quarta-feira, durante pronunciamento no plenário do Senado, que a compra pela Petrobrás da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), em 2006, seja investigada. Em um discurso duro, o tucano afirmou que a presidente Dilma faz uma “gestão temerária” da estatal e que a transação se tratou de uma “negociata” além de ser a mais “ruinosa e mais lesiva operação feita pela empresa”. Ele ainda afirmou que durante os últimos anos, a empresa, juntamente com a Eletrobrás, perdeu mais de U$ 100 bilhões. Ainda segundo o senador, Dilma e os outros integrantes do conselho administrativo devem dar explicações sobre o negócio. “A resposta dada pela presidente não é suficiente, não permite que os brasileiros conheçam as motivações dessa negociata”, criticou.

MPF denuncia envolvidos no caso do lixo hospitalar

O Ministério Público Federal denunciou à Justiça Federal os envolvidos na importação de lençóis hospitalares usados dos EUA para servirem de matéria-prima para confecções no Agreste de Pernambuco. O caso ocorreu em 2011.Foram denunciadas as empresas Na Intimidade, com sedes em Santa Cruz do Capibaribe e Caruaru, e Império do Forro de Bolso, de Toritama, além de seus responsáveis - Altair Teixeira de Moura, Maria Neide de Moura e Lorena de Moura Pinto - são acusados pelo MPF de exportar, importar, processar e comercializar produtos perigosos e nocivos à saúde humana e ao meio ambiente.Também é réu na ação o comerciante Cid Alcântara Ribeiro, responsável pela empresa Texport, situada nos Estados Unidos, que exportou a carga irregular.

Leite adulterado pode ter chegado a supermercados

O Ministério Público Estadual (MPE) fez nesta quarta-feira um alerta para que a população verifique se tem em casa leite da marca Parmalat fabricado entre os dias 13 e 14 de fevereiro em Guaratinguetá (SP). O produto pode fazer parte dos lotes produzidos a partir de matéria-prima adulterada com formol.As investigações da quarta etapa da Operação Leite Compen$ado, deflagrada na última sexta-feira, indicam que a empresa LBR enviou do Rio Grande do Sul para duas unidades em São Paulo e Paraná cerca de 300 mil litros de leite que foram processados e colocados no mercado com as marcas Parmalat e Líder.As informações indicavam que o leite produzido em Guaratinguetá teria sido distribuído apenas no mercado paulista. Na terça-feira, porém, um consumidor da Capital levou ao MP produto fabricado no interior de São Paulo dia 13 de fevereiro e adquirido em um supermercado de Porto Alegre. Suspeito, portanto, de estar contaminado.

Compra de refinaria pela Petrobras tinha parecer errado

O governo reconheceu nesta quarta-feira, por meio de nota da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, que a compra pela Petrobras da Refinaria de Pasadena, no Texas, em 2006, foi embasada em um parecer técnico "falho".Em reportagem publicada hoje, o jornal O Estado de S. Paulo afirma que a compra da refinaria teve o aval da presidenta Dilma Rousseff, que na época era ministra-chefe da Casa Civil e presidente do Conselho de Administração da Petrobras."A aquisição pela Petrobras de 50% das ações da Refinaria de Pasadena foi autorizada pelo Conselho de Administração, em 3 de fevereiro de 2006, com base em Resumo Executivo elaborado pelo diretor da Área Internacional. 

Nas correntezas da discórdia

Um rio de problemas. O pedido do governador Geraldo Alckmin ao governo federal para bombear água potável no Rio Paraíba do Sul e levá-la para abastecer São Paulo pode esvaziar o Rio de Janeiro e uma parte de Minas Gerais. Literalmente. Se o projeto for aprovado pela Agência Nacional de Águas (ANA), os ambientalistas apostam que, além de não resolver o desabastecimento paulista, vai reduzir o volume de água que chega às torneiras dos cariocas. Bem mais: pode influenciar no desenvolvimento econômico do Vale do Paraíba, onde o rio serve não só para captar água, mas também para gerar energia e alimentar as indústrias instaladas na região.São Paulo vive hoje a maior crise de abastecimento. O sistema Cantareira — que leva água a 15 milhões de pessoas — está com reservatórios praticamente secos. 

Justiça confirma correção maior de atrasados do INSS

O CJF (Conselho da Justiça Federal) confirmou que os aposentados que ganharam uma ação contra o INSS têm o direito a atrasados maiores, com a correção da inflação.O INSS tentou reduzir a correção dos atrasados, mas não conseguiu convencer a Justiça a voltar a usar a TR (Taxa Referencial), e não a inflação medida pelo IPCA-E (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo Especial).A notícia é boa para os aposentados, já que a TR, também usada na correção monetária da poupança, vem perdendo para a inflação desde 1999.Os pedidos foram apresentados pela AGU (Advocacia-Geral da União), que representa o INSS na Justiça.

MP liberta PMs presos por arrastar mulher

Apesar de toda a comoção causada pela morte da auxiliar de serviços gerais Cláudia Silva Ferreira, de 38 anos, o Ministério Público aceitou o pedido de liberdade feito pela defesa dos três policiais que estavam no carro que a arrastou por cerca de 350 metros após ela ter sido baleada na manhã do último domingo, no Morro da Congonha. Os subtenentes Rodney Miguel Archanjo e Adir Serrano Machado e o sargento Alex Sandro da Silva Alves estão presos desde segunda-feira. Nesta quarta, eles prestaram depoimento na 29ª DP (Madureira). De acordo com o promotor Paulo Roberto Mello Cunha, da Auditoria da Justiça Militar Estadual, ainda não há elementos suficientes para fazer uma denúncia que mantenha os acusados na cadeia. Caberá agora ao juízo da Auditoria Militar dar a palavra final.
Postar um comentário