Bom dia! Veja as manchetes dos jornais desta quarta-feira, 26 de março. Em Cabo Frio, prefeito Alair Corrêa adota aplicativo como nova ferramenta de comunicação Equipe de secretários, gestores e prefeito estão conectados pelo Whatsapp em tempo real durante 24h.

Exibindo 25.03 - alair e os secretários.jpg
 Foto: Walmor Freitas/W2Imagens
Manter as ações do governo e equipe de secretários em sintonia durante 24h. Este é um dos principais objetivos do anúncio feito pelo prefeito Alair Corrêa na tarde desta terça-feira (25/3) a toda equipe de secretários e gestores da prefeitura de Cabo Frio. A partir desta quarta-feira (26/3), o prefeito Alair Corrêa vai se comunicar com secretários por meio de um dos aplicativos de comunicação mais utilizados pelos usuários de dispositivos móveis, como tablets e smartphones: o Whatsapp Messenger, ou simplesmente, Whatsapp. 
– Nosso governo investe muito em melhorias na cidade e precisa estar conectado dia e noite. Por isso usamos o que há de mais moderno como o Whatsapp – disse, durante encontro no auditório da prefeitura.  
Para o prefeito da maior cidade da região, com a comunicação em tempo real, será mais fácil todos os secretários que fazem parte do grupo de trabalho se ajudarem mutuamente, para mostrar transparência nas ações. 
Alair Corrêa lembrou que sempre foi usuário fervoroso das redes sociais na internet e chegou a ter oito páginas pessoais no Orkut. Depois migrou para o microblog Twitter e para o Facebook onde mantém mais de 15 mil seguidores; além de seguir publicando em seu blog pessoal. 
– Com a comunicação instantânea entre nossa equipe, teremos um governo forte, vigoroso, como a Internet – disse o prefeito, ressaltando que o aplicativo, um dos mais utilizados no mundo empresarial, vai mantê-lo em constante reunião de trabalho com a equipe de gestores. O prefeito já criou um grupo de trabalho no Whatsapp e alertou que ninguém pode desligar os aparelhos, inclusive aos finais de semana. 
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Tempo melhora e busca por avião da Malásia é retomada

A busca pelo avião da Malásia que desapareceu há 18 dias foi retomada na quarta-feira (horário local, terça-feira dia 25 de Brasília) no sul do Oceano Índico para encontrar destroços que possam desvendar o mistério de por que o avião caiu em águas tão distantes de sua rota original.Uma dúzia de aeronaves da Austrália, Estados Unidos, China, Japão e Coreia do Sul irá vasculhar o mar cerca de 2.500 quilômetros a sudoeste de Perth, disse a Autoridade de Segurança Marítima Australiana. O mau tempo nesta terça-feira obrigou a suspensão da operação.O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, confirmou nesta semana que o voo MH370 operado pela Malaysia Airlines, que desapareceu enquanto voava de Kuala Lumpur para Pequim em 8 de março, havia caído no sul do Oceano Índico.Citando análises de dados de satélite da empresa britânica Inmarsat, ele disse que não havia dúvida de que o Boeing 777 caiu em um dos lugares mais remotos da Terra, admitindo implicitamente que todas as 239 pessoas a bordo morreram.

Eletropaulo condenada a pagar indenização por apagões

A Eletropaulo foi condenada pela Justiça Federal em São Paulo a pagar a indenização de R$ 2 milhões em danos morais coletivos por conta de apagões ocorridos em 2009, 2010 e 2011. A empresa, responsável pelo abastecimento de 24 municípios da Região Metropolitana de São Paulo, incluindo a capital paulista, foi alvo de uma ação conjunta do Estado de São Paulo e do Procon.“É notório que a interrupção no fornecimento de energia elétrica por longo período e reiterada vezes, acarreta inúmeros prejuízos à população, especialmente pelo reflexo ocasionado na prestação dos serviços públicos considerados essenciais, tais como o fornecimento de água, transporte público, atendimento nos hospitais, etc”, afirmou o juiz federal Djalma Moreira Gomes em sua decisão.O dinheiro da indenização imposta à companhia será revertido ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos, que financia ações de recuperação ambiental, promoção cultural, dentre outros.

Por CPI da Petrobrás, Aécio e Campos repetem tática

A estratégia conjunta de não-agressão na campanha eleitoral firmada entre os pré-candidatos a presidente da República, senador Aécio Neves (PSDB), e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), foi transformada nesta terça-feira, 24, em uma outra aliança, desta vez no Congresso, para viabilizar a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar irregularidades na Petrobrás.Ao final desta terça, a oposição já tinha as 27 assinaturas de senadores necessárias para instalar a comissão mista, com trabalho conjunto entre Senado e Câmara. Além dos 11 senadores do PSDB, os quatro do PSB, quatro do DEM, um do SDD e um do PSOL, só foi possível obter o número mínimo após a adesão de senadores da base, como Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), Pedro Simon (PMDB-RS), Pedro Taques (PDT-MT), Ana Amélia (PP-RS), Cristovam Buarque (PDT-DF) e Sérgio Petecão (PSD-AC).

Acidente de ônibus deixa 12 pessoas feridas no DF

Uma colisão entre dois ônibus deixou 12 feridos na DF-140, próximo ao condomínio Alphaville, em São Sebastião. O acidente ocorreu na noite desta terça-feira (25/3). Os bombeiros levaram as vítimas, todas com ferimentos leves, para os hospitais da região.O trânsito no local estava engarrafado por conta de um acidente anterior, em que um motociclista havia atropelado uma vaca. O motorista do ônibus da Viação Grande Brasília, que vinha na frente, contou que ficou com medo de não conseguir parar, jogou o veículo para a contramão e então parou. Foi quando o coletivo que vinha atrás, da Anapolina, também fez o mesmo movimento, mas não conseguiu frear e bateu na traseira.Duas pessoas, em atendimento na ambulância, disseram que o motorista do segundo ônibus pareceu ter perdido o freio. O motorista da Viação Anapolina não quis dar entrevista.

S&P espera alguns ajustes na política fiscal no Brasil

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) espera ver alguns pequenos ajustes na política fiscal brasileira após as eleições, mas não uma reversão rápida na tendência de deterioração das contas públicas.Durante teleconferência realizada nesta terça-feira, Lisa Schineller, analista da S&P responsável pelo Brasil, afirmou que esses riscos fiscais já estão embutidos no rating e perspectivas atuais. Ela reafirmou também que o Brasil é consistente com o grau de investimento. Ontem, a agência rebaixou a nota soberana brasileira para “BBB-”, com perspectiva estável.A analista voltou a repetir que os sinais da política econômica são "mistos" e, por isso, a agência trabalha com uma perspectiva de crescimento fraca. 

Matou marido a marretadas e enterrou corpo no quintal

Um crime passional chocou moradores do Bairro Cruzeiro do Sul, em Juiz de Fora, na Região da Zona da Mata. Uma mulher matou o marido de 50 anos a marretadas enquanto ele dormia. Para tentar esconder o crime, ela enterrou o corpo da vítima no quintal da casa. O crime foi descoberto por vizinhos que acionaram a Polícia Militar (PM). A suspeita foi presa e confessou o assassinato. Os filhos do casal, de 4 e 9 anos, podem ter presenciado o homicídio.De acordo com a Polícia Militar (PM), a mulher contou que esperou o marido dormir, na madrugada desta terça-feira, e pegou uma marreta. Em seguida, deu vários golpes na cabeça de Marcos Augusto Marcato Teodoro, que morreu na hora. Depois disso, ela pegou o corpo e enterrou no quintal da casa.A polícia foi acionada por um militar que passava pela Rua Aurora Torres e notou um tumulto provocado pelos vizinhos da mulher, que diziam ter acontecido um homicídio na residência. 

Dnit enfatiza decisão técnica na suspensão de arco

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) divulgou nesta terça-feira (25) nota oficial em que esclarece parcialmente a suspensão da licitação do Arco Metropolitano. A tônica da nota é a ênfase no lado técnico da decisão, inclusive isentando nominalmente o ministro dos Transportes, César Borges, de qualquer responsabilidade quanto à interrupção da concorrência pública.Mais conhecido por seus efeitos econômicos, o Arco é uma obra fundamental para a mobilidade de todo o Grande Recife, por ter como objetivo criar um contorno metropolitano, uma rodovia de 77 quilômetros, que vai absorver o transporte de cargas e aliviar o caótico trânsito no trecho urbano da BR-101. De acordo com o Dnit, a licitação, que já havia sido adiada, foi suspensa por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Assembleia aprova projeto para estruturas temporárias

A Assembleia Legislativa aprovou, na noite desta terça-feira, o projeto de lei que prevê isenção fiscal de até R$ 25 milhões para empresas que bancarem as estruturas temporárias para a Copa do Mundo em Porto Alegre. Foram mais de duas horas de discursos no plenário da Casa.O projeto agora parte para sanção do governador Tarso Genro e para a regulamentação da lei, o que deve ocorrer até o meio da semana que vem, conforme o secretário do Planejamento do Estado, João Motta. Após, o Inter terá de ficar à frente da captação de empresas interessadas em investir nas estruturas temporárias em troca da isenção de ICMS. A proposta era considerada pelos governos estadual, municipal, Inter e Comitê Organizador Local (COL) como a última alternativa para garantir a realização da competição na cidade.

Corte de nota Brasil não afetou procura por títulos públicos

O rebaixamento do Brasil pela agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) não afetou a procura por títulos públicos do país, disse nesta terça-feira o coordenador-geral de Operações da Dívida Pública, Fernando Garrido. Ao comentar o resultado da Dívida Pública Federal (DPF) em fevereiro, ele disse que a demanda pelos papéis do governo brasileiro continua expressiva e com juros mais baixos do que os registrados na última segunda-feira."A gente continua observando o mercado bastante positivo em relação à demanda por títulos. Hoje, o Tesouro realizou um leilão de NTN-B [títulos públicos vinculados à inflação]. As taxas ficaram até 5 pontos-base abaixo do fechamento de ontem. Hoje, o mercado continua em uma dinâmica positiva em demanda por títulos", declarou Garrido.

Crueldade nos porões

Em depoimento à Comissão Nacional da Verdade, o coronel reformado do Exército Paulo Malhães, 76 anos, admitiu ontem que torturou e matou militantes nas prisões clandestinas da repressão, como a Casa da Morte de Petrópolis.“Quando o senhor vai se desfazer de um corpo, quais são as partes que podem determinar quem é a pessoa? Arcada dentária, digitais e só”, respondeu ele aos questionamentos de José Carlos Dias, membro da CNV. “Quebrava os dentes. As mãos, não (eram cortadas). Cortavam-se os dedos. E aí se desfazia do corpo… Eu não era tão especialista assim, existia gente mais especialista do que eu”, disse.Os guerrilheiros assassinados eram aqueles que, após serem presos, não concordavam em trabalhar para o Exército como agentes infiltrados em suas organizações de esquerda. Malhães também explicou que as mutilações nos corpos eram feitas em quartinhos das prisões clandestinas.

Veja como fica o benefício com a nova revisão do INSS

Os aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que pediram o benefício até abril de 2004 podem ter direito a uma nova revisão que aumenta a aposentadoria.O Agora mostra hoje como ficam os benefícios se houver vitória na Justiça.Quem se aposentou até junho de 1999 consegue um aumento de 4,07%.Já quem se aposentou entre os meses de julho de 1999 e abril de 2004 pode ter 1,75% de aumento.Quem teve o benefício concedido de maio de 2004 em diante não tem direito.Quem pediu a aposentadoria até junho de 1999 e tem um benefício no valor de R$ 1.500 poderá ganhar um aumento de R$ 61.Se o pedido foi feito entre julho de 1999 e abril de 2004, o benefício passa a R$ 1.526.

Após acordo, deputados aprovam marco civil da internet

Após meses de impasse, a Câmara aprovou na noite desta terça-feira o projeto que cria o marco civil da internet no Brasil com a ajuda de partidos que, até a semana passada, ameaçavam derrotar a proposta. Para entrar em vigor, o marco civil ainda precisa tramitar e ser aprovado pelo Senado e, depois, sancionado pela presidente Dilma Rousseff.A votação foi simbólica (em que os deputados apenas erguem os braços para manifestar sua posição, sem registrar voto no painel eletrônico do plenário), por isso não se tem uma lista do voto de cada deputado. Os partidos, no entanto, revelaram qual orientação dariam às suas bancadas. Apenas o PPS orientou a bancada a votar contra a proposta. Mesmo o PSDB e o DEM, de oposição, orientaram a votação a favor da aprovação do projeto. Segundo o líder do PPS, Rubens Bueno (PR), o projeto do Marco Civil representa uma interferência do Estado na cidadania.
0