Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quarta-feira, 12 de março de 2014

Inquérito é aberto após flagrante de lixo hospitalar em Arraial do Cabo

Prefeitura disse que caso foi isolado e que vai punir responsáveis.
Denúncia foi parar na Câmara de Vereadores da cidade.

Heitor MoreiraDo G1 Região dos Lagos
Utensílios hospitalares foram encontrados com lixos domésticos (Foto: Reprodução/ Arquivo Sergio Carvalho)Utensílios hospitalares foram encontrados com lixos
domésticos(Foto:Reprodução/Arquivo Sergio Carvalho)
A prefeitura de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, abriu inquérito para investigar uma denúncia de descarte irregular de lixo hospitalar na cidade. O caso, que aconteceu no dia 21 de fevereiro deste ano, ganhou força nas redes sociais e foi parar nas mãos de um vereador da cidade, que oficializou a denúncia na Câmara de Vereadores. Um morador fez fotos do material sendo descartado. 
Segundo o vereador Sergio Carvalho, o morador que prefere não se identificar relatou que o flagrante foi feito em frente ao posto de saúde do bairro de Figueira. Ele estava passando pelo local quando viu que dentro do caminhão que faz a coleta de lixo em Arraial do Cabo estavam várias sacolas de lixo com utensílios hospitalares.


A Secretaria de Saúde informou por nota ao G1 que este procedimento é absolutamente irregular. Disse ainda que o lixo deve ser acondicionado em sacos brancos com identificação de lixo biológico e em caixas amarelas onde ficam os materiais perfuro-cortantes. A prefeitura acredita que esse seja um caso pontual, e abriu um inquérito administrativo para identificar os responsáveis. Além das punições previstas, será realizada uma requalificação do pessoal de forma que todos entendam a gravidade da situação.
Caminhão estava estacionado na frente de posto de saúde (Foto: Reprodução/ Arquivo Sergio Carvalho)Caminhão estava estacionado na frente de posto de
saúde (Foto: Reprodução/ Arquivo Sergio Carvalho)
Na cidade, o assunto teve repercussão. Graziela Medeiros, de 25 anos, ficou impressionada quando soube da informação. A jovem é estudante de Biologia e lamentou o descarte irregular.
''Fui duas vezes até o posto de saúde de Figueira. Conheço minha cidade porque cresci aqui. É triste ver esse descaso. Esse lixo deve ter parado no lixão ou em qualquer terreno, junto com outros lixos domésticos'', disse. 
''Isso deve acontecer em várias cidades. Que bom que conseguiram flagrar. Não querem nem saber do meio ambiente. A prefeitura precisa tomar alguma atitude para punir os responsáveis e mudar a forma de coleta. Precisa ter mais fiscalização'', declarou Felipe Mendes, de 28 anos, vendedor e morador em Arraial do Cabo.
Postar um comentário