Nova mancha amarela aparece no mar de Búzios, no litoral do RJ

Moradores e turistas viram mancha na altura da Orla Bardot, no Centro.
Secretário do Meio Ambiente disse que motivo é coloração de algas.
Heitor Moreira

Do G1 Região dos Lagos

Amostras foram coletadas no último domingo (9) para saber o que formou mancha (Foto: Zilma Cabral/Folha de Búzios)Amostras foram coletadas no domingo (9) para saber o que formou mancha (Foto: Zilma Cabral/Folha de Búzios)
Um nova mancha amarela apareceu no mar de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Segundo o secretário municipal do Meio Ambiente, Carlos Alberto Muniz, a mancha apareceu no último domingo (9) na altura da Orla Bardot, entre as praia dos Ossos, Canto, Tartaruga e Manguinho. Com um barco, o secretário, com uma equipe do Meio Ambiente, passou pelas praias onde a mancha estava e recolheu amostras. Segundo Carlos Muniz, não é nenhum produto químico, já que não houve relato de pessoas intoxicadas. Ele acredita que a coloração na água seja por causa das algas.
Mancha foi vista em várias praia do balneário.  (Foto: Zilma Cabral/Folha de Búzios)Mancha foi vista por moradores e turistas em várias
praias (Foto: Zilma Cabral/Folha de Búzios)
''Alguns pescadores aqui da cidade já me afirmaram que as algas podem ter formado essa coloração diferenciada. De qualquer forma, coletei amostras e encaminhei para o laboratório do Instituo Estadual do Ambiente (Inea)'', declarou o secretário, que também ocupa o cargo de vice-prefeito da cidade. 
Nesta segunda-feira (10), a mancha não estava mais nas praias. Alguns banhistas disseram que a situação estava pior no sábado (8), quando era possível ver uma coloração preta na água.
''Ver o nosso mar assim, depois do que aconteceu, me deixa um pouco aflita. A gente não sabe mais se é só alga ou se tem algum produto químico. Uma pena conviver com tanta destruição, e ninguém faz nada'', disse a moradora Kássia Lemos, de 52 anos. 


''No sábado, a água estava com uma cor preta. Não entrei no mar porque fiquei com medo de acontecer alguma coisa comigo, já que recentemente um monte de gente foi parar no hospital'', disse uma turista que preferiu não se identificar. 
O resultado do laudo das amostras da água que foram coletados no último domingo (9) devem ficar prontos na próxima sexta-feira (14), segundo o secretário Carlos Alberto Muniz. 
  •  
No mês passado, mais de 60 pessoas foram hospitalizadas com sintomas como enjoo, queimação nas vias respiratórias e ardência nos olhos após mergulharem na praia da Tartaruga, em Búzios. O caso ficou teve repercussão nacional.
O secretário estadual do Meio Ambiente, Indio da Costa, fez um sobrevôo no local e constatou uma mancha amarela perto de um transatlântico. Após cinco dias de espera, o laudo emitido pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) não chegou a nenhuma conclusão sobre as causas da intoxicação de banhistas.
0