Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quarta-feira, 7 de maio de 2014

Cabo Frio participa da II Mobilização Nacional de Vereadores em Brasília


Exibindo Emanoel_Braz_Celso.jpg

Termina amanhã, no Auditório Petrônio Portela, no Senado Federal, em Brasília, a II Mobilização Nacional dos Vereadores, organizada pela Associação Brasileira de Câmaras Municipais (ABRACAM), com o objetivo de discutir vários temas de interesse das Câmaras e dos legisladores municipais. Segundo Rogério Rodrigues da Silva, presidente da Associação Brasileira de Câmaras Municipais (ABRACAM), cerca de 500 vereadores de todo o país participam do evento, entre eles os vereadores Emanoel Fernandes (PROS), Bráz Benedito Arcanjo e Celso Campista, ambos de Cabo Frio.


O evento foi aberto na terça-feira (dia 6) e até amanhã serão discutidos temas como Orçamento Impositivo, Políticas Públicas, Reforma Tributária, Transparência na Gestão Pública, Emendas Individuais de Vereadores e propostas de Emendas Constitucionais.
- Embora este seja nosso segundo mandato, acredito que sempre temos algo novo para aprender. Está sendo um evento bastante proveitoso, que tenho certeza vai acrescentar muito em nosso trabalho como legislador – comentou Emanoel Fernandes, que mesmo em viagem, não paralisou suas atividades na Câmara Municipal de Cabo Frio, deixando protocolados dois Projetos de Lei que foram apresentados na sessão de ontem, e já estão na Comissão de Constituição e Justiça.
O primeiro dispõe sobre a criação da Ouvidoria da Saúde nas unidades da rede municipal de saúde e o segundo torna obrigatória a afixação, em local visível ao público, do nome do responsável técnico pelo setor hospitalar onde se encontre o paciente nas unidades de saúde públicas e privadas de Cabo Frio.
- Sabemos que os problema enfrentados pela população que necessita de atendimento médico e laboratorial, sobretudo dos mais carentes que não dispõem de recursos para tratamentos particulares ou para pagar planos de saúde, são inúmeros. De outra parte, é fato que a maioria destes problemas sequer chega ao conhecimento dos agentes incumbidos da execução dos serviços públicos de saúde por falta de um meio de comunicação entre os pacientes e a Secretaria Municipal de Saúde. A criação da Ouvidoria da Saúde tem por finalidade proporcionar aos cidadãos beneficiários do sistema de saúde municipal um canal de comunicação com o Executivo, especialmente no que se refere aos percalços que se apresentem na prestação do serviço de saúde pela Administração no dia a dia dos munícipes – explicou Emanoel. Já sobre o outro projeto o vereador informou que “a população que utiliza os serviços públicos e privados de saúde, muitas vezes, sofre com a má ou mesmo total falta de informação relativa às condições clínicas dos pacientes, deixando os familiares sem orientação em um momento que costuma ser de grande abalo emocional para as famílias. Desse modo, se espera que um procedimento simples, a afixação em local visível ao público do nome do responsável pelo Setor Hospitalar onde se encontre o paciente das Unidades de Saúde Públicas e Privadas no Município de Cabo Frio, preencha essa lacuna e a população possa saber a quem se dirigir e, assim, poder obter informações a respeito do quadro de saúde dos seus familiares”.


Att,

Cristiane Zotich | Assessora de Imprensa
Gabinete do vereador Emanoel Fernandes (PROS)
Avenida Assunção, 760 - Centro - Cabo Frio / RJ

Contatos:
(22) 9 9211-9030 
(22) 7814-2261
88*24936
Postar um comentário