Casimiro de Abreu realiza 1ª Feira Cultural

A primeira edição da Feira Cultural 2014 acontece no próximo dia 21, na Praça Lúcio André, em frente à Casa de Cultura Estação Casimiro de Abreu, a partir das 8 horas.
            Abrindo a programação do evento, o Trem Cultural recebe turmas das escolas municipais para uma roda de “contação” de histórias. Os meninos e meninas que participam do projeto ‘Trinca Lata’, da Secretaria Municipal de Assistência Social, se apresentam logo após.


           Ás 9 horas será lançada a exposição ‘Artistas Locais’, em parceria com a Associação dos Artistas Plásticos Casimirenses. “São 30 obras utilizando a técnica de óleo sobre tela de diversos temas. São trabalhos belíssimos”, garante a diretora da Casa de Cultura, Soraia Cardoso.
            Além de apreciadores das diferentes modalidades de arte apresentadas, os alunos das escolas do município também poderão mostrar o que desenvolveram no projeto ‘Estação Literária’. “Nesses primeiros meses de aula, os professores e alunos participaram de atividades que contemplaram poetas da nossa cidade. Temos que valorizar isso”, comentou Soraia.
            As Escolas de Música e Dança do município também participarão do evento e, neste dia, as aulas serão públicas, acontecerão no meio da praça. “O que acontece durante o ano na escola vai acontecer na praça. Vamos apresentar as aulas coletivas e as práticas de conjunto”, afirmou a diretora da Escola de Música Eliseu Tinoco Miranda, Rosely Oliveira. A surpresa fica por conta do professor de teatro, Davi Giordani, que ao contar histórias do poeta e dramaturgo inglês, William Shakespeare – tido como um dos mais influentes dramaturgos do mundo – vai convidar os espectadores para fazer parte da narrativa.
            EXIBIÇÃO DE FILMES - A partir das 18 horas, na Sala Popular de Cinema Humberto Mauro, em frente à praça, o projeto BR em Movimento também tem início no município com a exibição do longa-metragem “Brichos”. Este ano, os temas inclusão e meio ambiente são explorados no renomado projeto nos filmes Colegas, de Marcelo Galvão, e Uma História de Amor e Fúria, de Luiz Bolognesi.  Para o diretor do espaço, Lucas Jorge, é muito importante para a população de Casimiro de Abreu receber esse projeto que atingiu 2.679 salas de cinema, em 2013. “Além de filmes extraordinários e com grande capacidade de formar plateia, os temas tem um grande impacto pedagógico para os alunos da rede de ensino, transformando assim a Sala de Cinema em sala de aula”, comentou. 
0