Empresários da Região dos Lagos lançam projeto para fortalecer turismo durante a Copa. Primeira ação prevê atrair visitantes com descontos em hotéis e pousada, além de promoções

O projeto Copa na Praia foi lançado, esta semana, por empresários da Região dos Lagos. O objetivo é fortalecer o turismo e incentivar a permanência do turista por mais tempo em Arraial do Cabo, Búzios e Cabo Frio durante a o período dos jogos da Copa do Mundo. O lançamento ocorreu na Praia do Forte, em Cabo Frio, e reuniu cerca de 80 pessoas entre empresários do setor turístico, donos de bares e restaurantes, agências de viagens, prestadores de serviços e outras entidades.


De acordo com a presidente do Cabo Frio Convention Bureau, Maria Inês Oliveros, a iniciativa é inédita em formatar um projeto turístico para as três cidades somente com empresários. De olho nos mineiros, que já costumam frequentar a região, o presidente da Associação de Hotéis de Cabo Frio, Carlos Cunha, destacou que esse momento é importante para atrair cariocas e mineiros que pretendem viajar no período dos jogos.
— Todas as ações serão divulgadas por mídias sociais pelos participantes do Grupo ABC do SOL formado pelas três cidades. São descontos, prêmios e brindes para conquistar os visitantes — explicou.
O projeto Copa na Praia já começou a ser trabalhado pelas empresas que aderiram ao projeto, como as concessionárias Prolagos, Via Lagos e o Aeroporto Internacional de Cabo Frio. O Shopping Park Lagos também confirmou a parceira como forma de aumentar a visibilidade da iniciativa.
Para aderir ao projeto o empresário, comerciante ou prestador de serviço deve entrar em contato com a central do Copa na Praia pelo tel (22) 2646-7313.


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/empresarios-da-regiao-dos-lagos-lancam-projeto-para-fortalecer-turismo-durante-copa-12518779#ixzz31yYuC6mn 
© 1996 - 2014. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 
0