Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







segunda-feira, 12 de maio de 2014

Prefeito Alair Corrêa fala da segurança da cidade: Cabo Frio não perderá essa batalha para o crime



Nossa cidade tem vivido um dos piores momentos em relação à segurança publica. Todos os dias, estamos vendo pessoas morrerem em nossa cidade, algumas, inocentes. A venda de drogas jamais foi tão combatida e com tanta disposição como após a chegada do novo comandante do Batalhão de Polícia Militar, e há quem diga que esse pode ser o motivo.
O argumento para o surgimento de tantas mortes é de que, com a implantação das UPPs na CAPITAL, os perigosos contraventores, traficantes e bandidos se esconderam em nossos bairros travando entre si uma guerra por espaço, uma vez que perderam o que tinham no Rio. Com isto, estariam levando o terror às nossas famílias.
Um segundo argumento é de que, nas gestões anteriores do comando da PM na cidade, os traficantes tinham maior liberdade para as suas vendas, o que lhes permitia aumentar facilmente o NÚMERO DE JOVENS NA DISTRIBUIÇÃO DAS DROGAS, pela falta de uma polícia mais efetiva que os combatessem. Com isto, o número de homicídios era bem menor do que o atual, levando o nosso povo a imaginar que estava tudo bem em nossa cidade, o que na verdade jamais esteve nos últimos anos.
Como a PM, com seu novo comando, resolveu combatê-los, apreendendo drogas e chefes do tráfico dentro dos bairros onde se infiltraram, diminuindo seu espaço para a distribuição das drogas, essa repressão causou nos criminosos uma revolta, levando-os a enfrentarem a polícia. Com o confronto, lamentavelmente, inocentes morreram. E pressionadas, essas quadrilhas tentam invadir outros bairros onde promoveram confrontos armados entre facções.
É hora de perguntarmos o que é melhor para nós, sociedade: uma polícia apenas observadora, que não moleste os traficantes? Ou uma policia corajosa, disposta a enfrentar e prender esses bandidos, que tem estimulado os nossos jovens ao uso de drogas – e pior, transformando centenas deles em soldados do tráfico?
A PROXIMIDADE COM O RIO DE JANEIRO, que foi no passado nossa alegria por facilitar a vinda de mais turistas, hoje com o cerco nas comunidades do Rio, já nos faz lamentar estarmos tão próximos da capital e termos que sofrer a mudança desses perigosos bandidos pra nossa cidade.
Eu sou o prefeito e não posso utilizar a demagogia para me posicionar ou querer fazer média com a sociedade como certos políticos, que até o mês passado elogiavam os responsáveis pelo trágico momento que estamos vivendo e hoje já escrevem e discursam , como se só agora estivessem morrendo seres humanos por causa do tráfico de drogas e estivessem preocupados com a situação. POR QUE NÃO TOMARAM PROVIDÊNCIAS ANTES, SE NOS ÚLTIMOS ANOS ESTIVERAM TÃO LIGADOS A QUEM PODERIA TER EVITADO ESSAS MORTES DE INOCENTES?
A situação é polêmica é dramática, mas não posso agir como os que querem aparecer se aproveitando a dor das famílias enlutadas. 
Mas agora, não são só inocentes mortos durante a guerra contra o tráfico;FAMÍLIAS, QUE ESTÃO TENDO SEUS FILHOS MORTOS POR BANDIDOS após transforma-los em escudos na luta contra a Lei. E o pior é que esses bandidos matam nossos filhos duas vezes: primeiro quando os afastam das suas famílias e lhes vendem drogas; depois, quando os transformam em seus "soldados", os aviões do tráfico, naqueles jovens que fazem a distribuição das drogas e acabam morrendo outra vez.
QUEM NOS LEVOU A ESSA SITUAÇÃO? Foi a criação das UPPs que fez os bandidos fugirem ao enfrentamento de lá, VINDO PARA CABO FRIO? Ou foi a implacável perseguição aos bandidos no projeto de segurança publica do novo comandante do Batalhão de Polícia Militar? O QUE NÓS QUEREMOS PARA NOSSA CIDADE ALÉM DA PRESENÇA DO GOVERNO DO ESTADO, COM MAIS POLICIAIS, E DE MAIS EQUIPAMENTOS? Que a polícia volte a ser como a de antes, apenas conservadora e observadora, quando os moradores dos nossos bairros antes pareciam que tinham mais tranquilidade? Ou queremos que o projeto atual de perseguição e prisão aos traficantes continue? Não devemos esquecer que a primeira situação permitirá ao longo do tempo uma ampla ENTRADA DE MAIS JOVENS NAS DROGAS E NO TRÁFICO, nos mantendo na ilusão de que temos uma tranquilidade, mas que repito, é mentirosa e perversa. No segundo cenário, no primeiro momento, a insegurança pode ser maior, é verdade, mas muitos bandidos serão presos e o exército de jovens usuários certamente não crescerá como vem ocorrendo ultimamente.
Encerrando, devo lembrar o seguinte: TODOS OS GOVERNOS SÃO CONSTITUÍDOS POR DEUS! Sendo assim, afirmo com toda segurança, CABO FRIO NÃO PERDERÁ ESSA BATALHA PARA O CRIME, o que precisamos é confiar em Deus e como sociedade, acreditar e ajudar a Policia Militar a nos trazer a plena paz para o nosso povo, nossa cidade e nossa região .
Alair Corrêa


Postar um comentário