Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







terça-feira, 24 de junho de 2014

Aeroporto de Cabo Frio entra na rota de voos para a Copa. Desde o começo da Copa do Mundo, cerca de 60 jatos executivos já desceram no terminal, a maioria vinda dos Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai e França.

Por falta de espaço nos aeroportos Internacional Tom Jobim (Galeão) e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, aeronaves com torcedores e jogadores de outros países estão estacionando no Aeroporto Internacional de Cabo Frio, na Região dos Lagos.
Desde o começo da Copa do Mundo, cerca de 60 jatos executivos já desceram no terminal, a maioria vinda dos Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai e França. As aeronaves das seleções da Holanda, Inglaterra, Chile e Bélgica também já passaram pela cidade. Só no feriado de Corpus Christi, na quinta-feira passada, pousaram no aeroporto dois Boeings 767, um Airbus A-340 da Air Tahiti e dois Boeings 737 da Principal.

Além de acompanhar os duelos, quem chega ao aeroporto aproveita para passear pela região, especialmente em Cabo Frio e Armação dos Búzios, movimentando a economia local. Outros, vão embora logo. “Duas aeronaves com torcedores chilenos estacionaram aqui na quarta-feira à tarde. Eles invadiram o Rio de Janeiro. Viram o jogo da seleção deles e na quinta-feira mesmo já foram para outro estado ou voltaram para o Chile”, disse o gerente de base do Aeroporto de Cabo Frio, Paolino de Montis.
Ele explicou que o movimento deve recuar nos próximos dias. “Com a eliminação das seleções, o movimento nas cidades-sede diminui. Vão ficar só 16 seleções após a primeira fase e, assim, esse número de aeronaves vai cair. Apesar disso, acredito que continuarão vindo algumas, já que a final será no Rio.”

O diretor geral da Libra Aeroportos, Kleber Meira, confirmou que a grande final vai ocasionar uma verdadeira “invasão” no terminal. “Estamos recebendo uma média diária de cinco jatos executivos por dia. No fim de semana da final, dias 12 e 13 de julho, deverão ser quase 50 jatos executivos e 10 aeronaves de grande porte”, destacou. O aeroporto opera três voos semanais, para Belo Horizonte e Campinas, e atende as plataformas da Bacia de Campos, com voos diários de helicópteros.

Clipping da matéria produzida pelo Jornal O Dia 23\6\2014
Telma Flora | Assessora de Imprensa

Secretaria de Turismo de Cabo Frio
Postar um comentário