Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







domingo, 1 de junho de 2014

Atleta de Cabo Frio é convidado para atuar em time do beach soccer italiano

A convite de Bruno Xavier, jogador da seleção brasileira de futebol de areia, Henrique
Pádua arruma as malas e parte em breve para realizar seu sonho: "Vi que era Deus"
Por 
Cabo Frio, RJ
Henrique Pádua vai jogar beach soccer na Itália (Foto: Léo Borges/NaJogada)Henrique viaja para a Itália no início de junho (Foto: Léo Borges/NaJogada)
Do anonimato à Primeira Divisão do campeonato italiano de beach soccer. O trajeto de Henrique Pádua, atleta de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, será basicamente esse. Formado em Educação Física e dono de um espaço onde ensina os primeiros passos do futevôlei, ele foi indicado por ninguém menos que Bruno Xavier, jogador da seleção brasileira de futebol de areia, para atuar no Catanzaro, da Itália.


O convite surgiu no ano passado. Henrique e Bruno atuaram na mesma equipe no Fest Verão, um evento que reúne algumas modalidades esportivas no município de São Pedro da Aldeia. Embora tenha recusado outras oportunidades em ocasiões anteriores, ele decidiu aceitar desta vez.
- Sempre fui muito caseiro, o Neném e o Bruno sempre me chamaram pra jogar fora do país, mas preferi estudar e estar atuando profissionalmente na minha área. Mas, da forma como aconteceu desta vez vi que era de Deus e quando Ele está no negócio não tem como dar errado. Era um sonho que eu tinha também e fico feliz de poder ter essa oportunidade. No fundo, isso era o meu sonho - revela o jogador.
O Catanzaro é uma equipe de tradição da liga italiana. Por ele, já atuaram os brasileiros Neném e Jorginho, além de Bruno Xavier. A princípio, ele viajaria para a Itália no fim deste mês. Porém, o atraso com alguns documentos o fez adiar a viagem para o início de junho.
Henrique Pádua vai jogar beach soccer na Itália (Foto: Léo Borges/NaJogada)Ele conta que já havia recebido outros convites, mas dessa vez resolveu aceitar (Foto: Léo Borges/NaJogada)

Além de atuar em uma das mais fortes competições de beach soccer do mundo, Henrique adianta que dará sequência a sua outra paixão na Itália: o futevôlei. 
- Vou estar jogando beach soccer, mas já ficou acertado que vou também para desenvolver o futevôlei. Lá é lugar de praia e praia é uma das minhas paixões. Vai dar pra fazer uma escolinha e poder estar ensinando e difundindo a modalidade também na Europa - concluiu.
Postar um comentário