Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







segunda-feira, 16 de junho de 2014

Defeso da sardinha começou domingo e vai até 31 de julho Espécie é a mais capturada por pescadores da Região dos Lagos do Rio. Em Cabo Frio, a sardinha corresponde a cerca de 50% de toda a produção.

Do G1 Região dos Lagos
Sardinha apreendida é distribuída a moradores do Alemão (Foto: Glauco Araújo/G1)Defeso da sardinha vai de 15 de junho a 31 de
julho (Foto: Glauco Araújo/G1)
Começou ontem (15) o defeso da sardinha em parte do litoral brasileiro. Na Região dos Lagos do Rio, a espécie corresponde a quase metade de tudo o que é pescado. De acordo com o Ibama, a pesca da espécie fica proibida até o dia 31 de julho. A pena para quem for pego exercendo a pesca da sardinha é de multa ou até detenção de um a três anos.
O defeso da sardinha na Região dos Lagos é dividido em dois períodos. No verão, começa no dia 1º de novembro e tem como objetivo permitir a reprodução da espécie. Já o defeso atual, durante o inverno, é feito para possibilitar o crescimento do pescado até o tamanho ideal para captura.


A sardinha é a espécie de peixe mais capturada no Brasil. Em Cabo Frio, um dos maiores polos pesqueiros do interior do Rio, 70 pescadores vivem exclusivamente da pesca da sardinha trabalhando em 14 embarcações, segundo dados da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj). Em 2013, ainda de acordo com a Fiperj, foram capturadas 8,8 toneladas de sardinha em Cabo Frio, o que correspondeu a 55,28% da produção total de pescado da cidade.
Para quem depende exclusivamente da pesca, o Ministério do Trabalho oferece o Auxílio Defeso no valor de um salário mínimo (R$ 724) durante o período da proibição. O cadastramento é feito pelas associações e colônias onde os pescadores profissionais são cadastrados.
Postar um comentário