Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







segunda-feira, 2 de junho de 2014

TRE-RJ mantém mandato do prefeito de Duque de Caxias

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro considerou, na sessão desta segunda-feira (2), que o prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Aguiar Cardoso (sem partido), desfiliou-se do Partido Socialista Brasileiro por justa causa. No final do ano passado, ele deixou o partido após se desentender com o deputado federal Romário (PSB) e também discordar do lançamento da candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República. Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral.

A ação de perda do mandato eletivo foi ajuizada pelo Partido Socialista Brasileiro, mas, numa eventual cassação de Cardoso, o cargo seria assumido pelo vice Laury de Souza Villar (PDT), cujo partido apoia a reeleição de Dilma Roussef. O relator do processo, corregedor regional eleitoral Alexandre Mesquita, argumentou que "a justa causa era evidente" porque havia provas de que, caso o prefeito Alexandre Cardoso não tivesse se desfiliado, ele seria expulso por se opor à candidatura do PSB à Presidência.


Processo relacionado: PET 26781



Siga o TRE-RJ no Twitter
Postar um comentário