Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







domingo, 20 de julho de 2014

Bom dia! Confira as manchetes dos jornais deste domingo, 20 de julho. Demolições das casas em Búzios são interrompidas Trabalhos começaram ontem (29), mas as máquinas tiveram que parar durante a tarde. Demolições continuam hoje (20)

Defesa Civil do Estado vai acompanhar demolição em Búzios (Foto: Zilma Cabral/Folha de Búzios)
Mansões são avaliadas em R$3 milhões, cada uma
(Foto: Zilma Cabral/Folha de Búzios)

Iniciaram ontem (19) as demolições das construções que ficam próximas às casas que estão com risco de desabar, em Armação dos Búzios, Região dos Lagos do Rio de Janeiro. O primeiro imóvel a ser derrubado foi uma loja, o que deixou ainda mais visível a vulnerabilidade da encosta, mas as máquinas tiveram que parar durante a tarde para a compra de material e melhora da estrutura.  A Defesa Civil monitora 24 horas o local e os trabalhos continuam durante este domingo (20). Segundo a engenheira responsável para o serviço, Rosângela Gomes, vão ser necessárias mais terra e pedra para conter o peso do terreno onde as mansões foram construídas. Os engenheiros também analisam a possibilidade de demolir mais um destes imóveis da Orla Bardot, uma forma de abrir mais espaço para as máquinas trabalharem. Ainda segundo a engenheira, a expectativa é de que as demolições dos imóveis de luxo terminem em dois dias e que o terreno esteja limpo em uma semana. Até lá as interdições estão mantidas.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O Globo
Bombeiros localizam as quatro vítimas do desabamento de prédio em Aracaju

Folha de São Paulo
Escritor Rubem Alves morre aos 80 anos

O Estado de São Paulo
Em meio à crise hídrica, SP lança ofensiva para barrar furto de água

Correio Braziliense
Adolescente é suspeito de matar o pai a facadas no condomínio Sol Nascente

Estado de Minas
Viúva de auditor fiscal será indiciada por tramar assassinato do marido em BH

Jornal do Commercio
Pesquisa mostra Dilma com 31,6%, Aécio com 21,1% e Campos com 7,2%

Zero Hora
Governo federal anuncia R$ 40 milhões para estradas no Estado



Força Nacional ajuda no resgate de família soterrada em prédio de Aracaju


Integrantes da Força Nacional se uniram ao Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de Sergipe, na noite deste sábado, para continuar o trabalho de resgate de uma família vítima do desabamento de um prédio residencial em construção. O edifício de quatro andares, localizado na área nobre da capital, caiu por volta das 2h30m deste sábado. As quatro pessoas soterradas seriam um funcionário da obra, sua mulher e dois filhos: uma criança de 6 anos e um bebê.De acordo com informações dos bombeiros, a família está reunida em um mesmo pavimento, e o trabalho é lento para manter a viga que os protege intacta. Uma parede estaria dificultando o trabalho de resgate. A equipe está abrindo passagens laterais para evitar deslizamento, e também conversam com a família para acalmá-los. O contato verbal é mantido a todo instante, e o pai é quem passa as informações. 

CBF escolhe técnico e Dunga deve ser anunciado na terça


O comando da CBF já definiu o novo treinador da seleção brasileira. Neste sábado, a entidade confirmou que o presidente José Maria Marin fará o anúncio na terça-feira, às 11h, no Rio. O nome do escolhido para substituir Felipão é mantido em sigilo, mas Dunga deve ser oficializado no cargo.O retorno do gaúcho à seleção seria uma indicação do novo diretor de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, que assumiu o cargo na última quinta-feira. Os dois são amigos, jogaram no Internacional e estiveram juntos na campanha do tetracampeonato mundial, em 1994.De acordo com a rádio Jovem Pan, a negociação já foi concluída e o contrato, assinado. Se confirmado o retorno de Dunga à seleção, a escola de futebol do Sul terá emplacado cinco dos últimos seis treinadores do Brasil: Felipão (2001/02), Dunga (2006/10), Mano Menezes (2010/12), Felipão (2012/14) e agora Dunga novamente. A única exceção é Carlos Alberto Parreira, que treinou a equipe de 2002 a 2006.

Em meio à crise, governo de SP fiscaliza 300 km de rios para barrar furto d’água


A escassez hídrica em São Paulo levou o governo Geraldo Alckmin (PSDB) a lançar uma ofensiva contra o furto de água na Grande São Paulo e em cidades do interior abastecidas pelo Sistema Cantareira, que passa pela pior estiagem da história. Só na região de Campinas, mais de 300 quilômetros de rios foram sobrevoados em busca de captações clandestinas e uma série de blitze em indústrias e fazendas já resultou em 12 multas e 170 advertências por retirada de água sem autorização e com volume superior ao permitido.O cerco às fraudes em captações diretas nos rios foi intensificado em maio pelo Departamento de Água e Energia Elétrica (DAEE), responsável pela fiscalização, a pedido do secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Mauro Arce. À época, o Cantareira estava com cerca de 9% da capacidade, e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) ainda não havia iniciado a retirada do volume morto do manancial, reserva de água represada abaixo do nível das comportas de captação.

Após fuga, comando reforça segurança em unidades de internação


A segurança na proximidade das unidades de internação do Distrito Federal será reforçada após a fuga de oito internos na sexta-feira (18/7) da unidade de internação de Santa Maria (UISM), informou, em nota, a Secretaria da Criança. Ainda segundo a nota, a fuga ocorreu no momento em que os adolescentes seriam encaminhados para o jantar.A Corregedoria da Secretaria já foi acionada e está apurando a ocorrência de erros nos procedimentos de segurança adotados no plantão. Na fuga, um agente da unidade teria sido agredido por um menor com um rodo. Ele recebeu os cuidados médicos e foi liberado do hospital no mesmo dia.Os menores que fugiram pularam a cerca da UISM e correram. Outros seis menores tentaram fugir, mas foram detidos ainda dentro da unidade. As investigações estão a cargo do 26º Batalhão da Polícia Militar e a busca pelo menores continua em matagais e chácaras das proximidades da Uism e em outros locais, apontados pela Polícia Civil.

Viúva de auditor fiscal será indiciada por tramar assassinato do marido


A policial civil aposentada Alessandra Lúcia Pereira Lima, viúva do auditor fiscal Iorque Leonardo Barbosa Júnior, morto em fevereiro deste ano, será indiciada pelo crime de homicídio. Segundo investigações da Polícia Civil, a vítima foi assassinada a mando de Alessandra, com a ajuda de Flávio de Matos Rodrigues e Otávio de Matos Rodrigues. Os três são acusados de planejar a morte de Barbosa, que foi baleado a 200 metros de casa, no Bairro Padre Eustáquio, enquanto seguia para o trabalho.Segundo a Polícia Civil, o inquérito deve ser concluído na próxima semana. A investigação ainda vai apontar se o policial civil Hernane Moreira Santos, que seria amante de Alessandra, teve participação no assassinato.O inquérito indica que Alessandra planejou a morte do marido para herdar os bens, estimados em aproximadamente R$200 mil. 

Aos 93 anos, morre o empresário Norberto Odebrecht


O fundador da Organização Odebrecht, Norberto Odebrecht, morreu na noite deste sábado, 19, aos 93 anos, no Hospital Cárdio Pulmonar, em Salvador. O empresário tinha problemas cardíacos. O sepultamento será neste domingo, 20, às 11h, no Cemitério Campo Santo. As informações são do Portal A Tarde, de Salvador.Dr. Norberto, como era conhecido, criou um dos maiores grupos empresariais do Brasil, com atuação global. A primeira empresa, fundada há 70 anos, foi a construtora que leva o seu nome.A Odebrecht foi fundada em Salvador e está presente em 23 países, com negócios diversificados e estrutura descentralizada. Atua nos setores de engenharia e construção, indústria e no desenvolvimento e operação de projetos de infraestrutura e energia, criando soluções integradas.

As questões econômicas que pautam Dilma, Aécio e Campos


Os três candidatos mais bem colocados nas pesquisas eleitorais para presidente (juntos, representam dois terços das intenções de voto) têm o diploma de economista. Dilma Rousseff (PT) formou-se pela UFRGS, em 1977; Aécio Neves (PSDB), pela PUC-MG, em 1984; e Eduardo Campos (PSB), pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1985. Cercado de nomes consagrados no meio acadêmico e no mercado, o trio tenta encontrar a fórmula adequada para estimular o crescimento do Brasil e, ao mesmo tempo, reduzir a inflação.Única candidata que trabalhou diretamente na área — Aécio e Campos assumiram cargos no legislativo pouco tempo após a formatura —, Dilma costuma dar pitacos sobre assuntos de responsabilidade do Ministério da Fazenda e do Banco Central. 

Trabalhadores perdem 30 dias por ano para ir ao trabalho e voltar para casa


Pelo menos 1 milhão de pessoas que moram na Região Metropolitana do Rio perdem um mês a cada ano dentro de um transporte no trajeto casa/trabalho/casa. O estudo, elaborado pelo economista Vitor Mihessen, usa dados do Censo 2010 e integra a primeira reportagem da parceria entre O DIA e a Casa Fluminense — ONG que pesquisa os problemas metropolitanos do estado.“Tudo isso?”, espanta-se o autônomo João Tadeu Damacena, de 53 anos. Técnico em manutenção, João mora no bairro Santa Lúcia, em Duque de Caxias, na Baixada, e gasta três horas por dia para ir e voltar ao Rio, de segunda a sexta-feira. “Se eu tivesse essas horas, faria cursos de aperfeiçoamento”, sonha o trabalhador, que na década de 80 desistiu do 3º ano do Ensino Médio por dormir nas aulas. “Não aguentava.Mas há quem perca mais tempo ainda: 227.931 fluminenses responderam ao Censo que ficam 4h30 numa condução, diariamente. 

Confira o benefício de quem tem o maior desconto do INSS


A expectativa do trabalhador que sempre teve o desconto máximo do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é ganhar uma aposentadoria alta e, preferencialmente igual ao teto, que é o maior valor pago pela Previdência Social.Neste ano, o teto é de R$ 4.390,24.Além do fator previdenciário, índice obrigatoriamente aplicado nas aposentadorias por tempo de contribuição, o segurado enfrenta uma defasagem na média salarial, que é o valor que o INSS usará para calcular o benefício.Se, por um lado, o fator é o vilão para a maioria dos aposentados, por outro, ele é a única chance de o trabalhador que sempre teve o maior desconto do INSS em seu salário ganhar uma aposentadoria igual ao teto.

Fim do embargo chinês à carne bovina brasileira pode aumentar o preço do produto entre 5% e 30%


O fim do embargo da China à carne bovina brasileira pode resultar num aumento entre 5% e 30% no preço do produto para o consumidor nacional. Caso se consolide a demanda do país mais populoso do mundo — com 1,3 bilhão de habitantes —, há possibilidade de uma redução da oferta nos supermercados brasileiros.— É possível que tenha algum reajuste, que pode ficar na casa dos 5% ou 6%, mas não chegará a 10% — disse Aylton Fornari, presidente da Associação dos Supermercados do Rio de Janeiro.Fontes ligadas ao mercado, porém, estimam um aumento maior, que poderá chegar a 30%, caso os chineses comprem muita carne brasileira. As transações poderão ser feitas num prazo de 30 dias, após quase dois anos de embargo.Há, no entanto, quem não acredite em reajuste, como o Ministério da Agricultura. José de Sousa, presidente da Bolsa de Gêneros Alimentícios (BGA), também aposta que os preços não mudarão com a entrada da China na lista de compradores da carne nacional.
http://jornalsportnews.blogspot.com.br/
Postar um comentário