Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







sexta-feira, 4 de julho de 2014

Falta de médicos e remédios afeta população de São Pedro da Aldeia. Postos de saúde foram percorridos pelo G1 com um câmera escondida. Funcionários relataram o descaso com a saúde na cidade do interior do RJ.

Heitor Moreira
Do G1 Região dos Lagos
 Alguns postos de saúde em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, estão lidando com o descaso. Com uma câmera escondida, a reportagem do G1 ouviu funcionários das unidades de saúde ontem (3). Eles relataram a falta de estrutura para trabalhar. Nos dois postos de saúde do bairro São João faltavam remédios, materiais para limpeza, álcool 70 e gaze. Em um deles a médica que deveria estar de plantão, não apareceu. As imagens mostram também uma funcionária do posto de saúde do bairro Colina, dizendo que remédios estão em falta há um mês.


Os problemas na saúde de São Pedro da Aldeia vão além das unidades nos bairros. O Pronto Socorro Municipal, que atende moradores de toda a cidade, está com falta de médicos. A moradora Cleonice Gonçalves, de 59 anos, disse que está esperando há meses para conseguir fazer uma cirurgia.
''Fui nas quatro consultas que o médico marcou 'pra' mim no pronto socorro e ele não estava. Hoje (quinta-feira), descobri onde ele estava trabalhando e fui atrás dele para saber o que estava acontecendo. Ele me disse que não estava atendendo porque a prefeitura não efetuou o pagamento do salário dele.'', declarou a manicure.
Ainda com a câmera escondida, a reportagem do G1 foi atrás do médico que, segundo a moradora, deveria ter feito a operação. Segundo ele, a ordem de suspender os atendimentos é da Secretaria de Saúde de São Pedro da Aldeia.
Prefeitura disse que vai resolver problemas
Em resposta, a assessoria de comunicação da prefeitura reclarou que, foi uma falta de postura ética do profissional, disse ainda que o pagamento sai nesta sexta-feira (4) e que vai ser efetuado dentro dos cinco dias úteis com manda a lei.  Em relação a cirurgia da moradora Cleonice Gonçalves, uma consulta para resolver o problema da paciente foi marcada também para sexta-feira (4),  com um outro especialista.
Segundo a secretária de saúde Isaura Maria, todos postos de saúde do município são abastecidos com materiais de acordo com a demanda de cada um. Declarou ainda que os postos citados na reportagem irão receber os materiais em falta amanhã. 
Quanto a falta de médico em um dos postos do bairro São João, a assessoria respondeu que o profissional entrou de férias, no dia 1º de julho, e um outro irá substituí-lo na semana que vem.
Postar um comentário