Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quinta-feira, 3 de julho de 2014

Postos de Saúde de Cabo Frio são informatizados e interligados às Centrais de Marcação de Consulta. Atendimento ganha agilidade com clínico-geral e pacientes não precisam se deslocar até as Centrais de Marcação para agendar consulta com médico especialista

Os moradores do Tangará, Porto do Carro, Guarani, Praia do Siqueira, Itajuru, Gamboa e Santo Antônio, não precisam mais se deslocar até as Centrais de Marcação de Consultas do Braga e do Jardim Esperança, assim como no distrito de Tamoios, para agendar consultas com médico especialista. As unidades de saúde - ESFs (Estratégia em Saúde da Família) dessas localidades foram informatizadas e estão interligadas às Centrais de Marcação para fazer o agendamento. As vagas já foram inseridas no sistema, e a partir da próxima segunda-feira (7/7), as unidades do Tangará, Porto do Carro, Guarani, Praia do Siqueira, Itajurú e Gamboa estarão aptas a fazer a marcação online. No caso de Santo Antônio, em Tamoios, o sistema entrará em funcionamento em 15 dias.



- Isso não quer dizer que as pessoas vão entrar no computador na casa delas, e através da internet, irão fazer a marcação de consultas. Os postos de saúde é que foram informatizados e estão interligados às Centrais de Marcação para fazer o agendamento. Caso o clínico-geral que atua na unidade de saúde, e que é o profissional mais indicado para fazer o primeiro diagnóstico, constate a necessidade do paciente se consultar com um especialista, este paciente já vai sair do posto com a consulta marcada, sem a necessidade de se deslocar até a Central de Marcação para fazer o agendamento – esclarece Antônio Marcos Durães, diretor do PAM e da Central de Marcação do Braga.

Os profissionais que atuam nos ESFs receberam treinamento. A capacitação para utilização do Sistema de Marcação de Consultas Municipal (CONEXALL) foi feita pelo gestor do Sistema de Marcação de Consultas, Júlio César Amaral Carneiro. Segundo o diretor do PAM, Antônio Marcos Durães, o principal objetivo da implantação do novo sistema, que é o de acabar com as filas para a marcação de consultas melhorando o atendimento para a população, já foi atingido.

- O trabalho vem funcionando muito bem. Sem filas, e com pacientes agendando as consultas para a semana seguinte nas Centrais de Marcação. A partir de agora, com essas unidades de saúde interligadas ao sistema, as filas serão ainda menores já que os pacientes de sete localidades não precisam mais se deslocar até as Centrais para fazer o agendamento, que será realizado no próprio posto de saúde – explica Durães.

Outro ponto positivo com a implantação do sistema de Marcação de Consultas é o fato de o primeiro atendimento ser feito com o clínico-geral. É este profissional que, se necessário, encaminha o paciente para o especialista. Por semana, são agendadas cerca de 1.800 marcações só na Central do Braga para atendimento no PAM de São Cristóvão.

- Essa é uma maneira de fazer com que as consultas marcadas com os médicos especialistas sejam para pacientes que realmente necessitem daquele atendimento. Antes, não havia necessidade de encaminhamento para o médico especialista e isso fazia com que consultas desnecessárias fossem marcadas. Hoje, com este sistema, chegam a sobrar vagas para determinadas especialidades – diz Antônio Marcos Durães.

A marcação nas próprias unidades de saúde é mais um avanço para a Saúde de Cabo Frio. Moradores do Parque Burle já desfrutam deste conforto desde o ano passado. A unidade foi a primeira a ser interligada à Central de Marcação do Braga, e desde então, moradores daquela localidade não precisam mais se deslocar para fazer os agendamentos, que são feitos no próprio bairro onde vivem.

- A marcação online representa mais conforto, menos tempo de espera, mais agilidade na obtenção do serviço e qualidade no atendimento. Tudo o que queremos oferecer a população do nosso município – disse o prefeito Alair Corrêa.

A ideia é que nos próximos meses todas as 34 unidades de saúde - ESFs - Estratégia de Saúde da Família - estejam interligadas às Centrais de Marcação e toda a população seja atendida, sem ter que se deslocar do bairro onde mora, para efetuar uma marcação de consulta.

Texto: Alexandra de Oliveira | Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal de Saúde
Postar um comentário