Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







domingo, 31 de maio de 2015

Cabo Frio é a primeira opção para os navios e plataformas realizarem reparos


Exibindo imagem.jpg

Está se tornando cada vez mais comum navios que operam nas bacias de Campos fundearem em águas cabofrienses. No último final de semana, foi a vez do “Sea Tiger”, embarcação do tipo Platform Supply Vessel (PSV), do tipo Anchor Handling Tug Supply (AHT) – que são responsáveis pelo lançamento de linhas de ancoragem, reboque e posicionamento destas sondas nos locais determinado – se abrigar no mar de Cabo Frio.
A embarcação é da empresa Deep Sea Supply Offshore e trata-se de PSV contratado pela Petrobras para dar apoio às plataformas que operam na Bacia de Campos.


Devido denúncias de alguns pescadores sobre a existência de mancha de óleo na água, foi realizada na terça-feira (26/5) uma vistoria no local e nas proximidades de onde se encontra o navio. Depois da vistoria, a denúncia não foi confirmada.
Segundo o superintendente da Guarda Marítima e Ambiental, Sérgio Guedes, é de suma importância a localização estratégica de Cabo Frio nas operações realizadas na Bacia de Campos.
- Devido à proximidade da região e existência de águas abrigadas, Cabo Frio é a primeira opção para os navios e plataformas da Bacia de Campos realizarem reparos próximos de terra – afirma Guedes.
O superintendente finaliza dizendo que devido aos altos custos do Porto do Forno, em Arraial do Cabo, a melhor opção para essas embarcações cumprirem as vistorias regulamentares dos órgãos de regulação das atividades offshore se torna as águas de Cabo Frio.
Postar um comentário