CABO FRIO ABRE MERCADO SUSTENTÁVEL NO DIA 26


Paulo Roberto Araújo

O projeto, pioneiro na Região dos Lagos, foi inspirado nos Farmers Market (mercados do produtor) americanos e europeus e no Mercadão de São Paulo. Totalmente sustentável, o Container Market Peró (mercado de container) será aberto ao público dia 26 na Avenida dos Pescadores, principal via do Peró e perto da praia, em Cabo Frio.  O mercado foi montado em 12 containeres, num total de 25 boxes que serão ocupados por empreendedores com destaque para o grande espaço goumert e dois containeres para a garotada se divertir com games.



Nos boxes estarão, entre outros atrativos, o famoso bolinho de bacalhau do Ranieri (de Búzios) e o melhor chope da Região dos Lagos, tirado por Ramon Martins, com 45 anos de experiência. O espaço goumert (no segundo piso) terá quatro pratos diferentes: frutos do mar; carnes; massas; e, costelinha com molho barbecue (igual a do Outback).
Os empreendedores locais tiveram prioridade para ocupar os boxes de artesanato, moda praia, petiscos, espetos, crepes, batatas, pizzas, sorvetes, sanduíches, japonês, sucos vegetais,  café e um espaço exclusivo para o turismo. Ali o público poderá pedir informações turísticas e comprar passeios de barco e para o tour de Land Rover pelas praias do Peró, Conchas e Ilha do Japonês. O boxe também terá um espaço para o projeto Bandeira Azul (a Praia do Peró é candidata ao título internacional de qualidade).
-- A crise econômica provocou mudanças. As pessoas estão buscando coisas boas, bonitas e baratas. Pequenos empresários perderam seus empregos. No Container Market eles terão nova oportunidade e serão parceiros. O foco do empreendimento é a qualidade – afirmou o empresário Roberto Saci, que está há 35 anos nos ramos do turismo e da construção civil. Ele também idealizou Container Hostel, inaugurado no início do ano no Peró.

Todo o sistema de iluminação do Container Market é produzido por uma turbina eólica, que produz 500 watts de energia, o suficiente para manter acesas 40 lâmpadas de LED. O conjunto aproveita a água de chuva e águas servidas. O tratamento de esgotos é ecológico (evapotranspiração) e usa bananeiras (que consome de 15 a 30 litros de água por dia). As águas servidas das pias são reutilizadas nos mictórios; as pias são baldes de obra e há sanitários para portadores de necessidades especiais:
-- Praticamente todo o material usado é sobra de obras. O projeto estimula o contato direto do produtor local com o turista. Todos os letreiros e a decoração são de autoria do marceneiro e artesão Fábio Alves, que, assim como os demais empreendedores, vão ministrar cursos e palestras na época de menor movimento no Peró – explica o arquiteto Alex Antunes, graduado em Meio Ambiente.
Para comandar o complexo, Roberto Saci contratou Rodrigo Amaral, que gerenciou o Castelo de Itaipava, em Petrópolis, e hotéis da rede Windsor, no Rio:
-- Conheço bem o Peró e a Região dos Lagos. Sentimos que não há um padrão de atendimento. Este será nosso diferencial. Teremos também sistema de delivery e cartões recarregáveis para que o cliente não tenha que ir ao caixa toda hora que for fazer um pedido. Ele pode carregar o cartão para o dia, o fim de semana ou a temporada – disse o gerente.
Presidente da Federação de Convention Bureau do Estado do Rio, Marco Navega comemorou:
-- Pela segunda vez neste ano tão difícil para a economia, Roberto Saci nos surpreende positivamente com um empreendimento inovador que contribui em muito para o fortalecimento do turismo no interior fluminense – elogiou.
Segundo Roberto Saci, parte da receita da choperia será destinada à manutenção do mercado. Os empreendedores não pagarão aluguel: eles vão contribuir apenas com percentual da receita para que não tenham prejuízo na baixa temporada. Todos os boxes já estão reservados.
-- O Container Market Peró terá um espaço de convivência, semelhante aos existentes nos bons hostels. Vai funcionar das 9 às 24h e vai mudar o conceito de improvisação que vemos por aí – concluiu Saci.

FOTO: Camisa azul (Roberto Saci); camisa vermelha (Rodrigo Amaral); camisa listrada (Alex)


0