POLÍCIA INVESTIGA ONDA DE FAKE NEWS EM CABO FRIO


A proliferação de fake news (notícias falsas) em Cabo Frio será investigada pela polícia. A informação foi dada pelo comandante do 25º BPM (Cabo Frio), coronel Roberto Dantas, durante visita à orla da Praia do Peró. Nesta semana, as notícias falsas se espalharam nas redes sociais da cidade com informações sobre um suposto seqüestro numa farmácia do Centro e de assaltos na orla do Peró, onde ocorreu um único caso policial (o roubo de um carro) desde o início de dezembro. O caso aconteceu na Rua dos Badejos, paralelo à orla.
Os dois casos foram encaminhados à Polícia Civil para descobrir os autores das notícias falsas através da Delegacia de Crimes de Informática (DRCI). Há dois meses, aconteceu problema semelhante com vídeos que mostravam uma reunião de traficantes armados em Cabo Frio. A investigação revelou, contudo, que a reunião de bandidos mostrada no vídeo aconteceu numa cidade do interior de São Paulo.

-- Grupos tentam comprometer o trabalho da polícia na Região dos Lagos. Perdem tempo, pois estamos motivados a não dar trégua ao crime. A população pode ajudar a combater as fake news checando as informações antes de compartilhá-las. No caso da orla do Peró, os registros não indicam nenhum assalto na praia ou no calçadão e as correntes para impedir a entrada de carros não prejudicam o policiamento. O patrulhamento ali é feito em quadriciclo, em motos, a pé e os policiais têm as chaves para abrir os cadeados em caso de necessidade – afirmou o coronel, que se reuniu com moradores e empresários e fez uma inspeção no policiamento da orla, feito pela PM e pela Guarda Municipal.

Diretora do Conselho Comunitário de Segurança (CCS), Patrícia Cardinot advertiu que o compartilhamento de fake news é crime:
-- Não se deve compartilhar informações sobre as quais você não tem certeza. Compartilhar notícias falsas é crime que pode prejudicar a honra de pessoas, de comunidades e até uma cidade – disse Cardinot, acrescentando que as fake news já estão sendo investigadas pelo delegado Sílvio Caldas, de Cabo Frio, e pela DRCI.

O coordenador de Meio Ambiente de Cabo Frio, Mário Flávio, também participou da reunião e criticou o compartilhamento de notícias falsas:
-- A Praia do Peró é certificada com a Bandeira Azul e uma das exigências é a segurança. Todo o trecho é uma área extremamente segura, com fiscalização de agentes da Guarda Municipal e da Polícia Militar – assegurou. 

Comentários